Últimas

Terça-Feira, 25 de Dezembro de 2007, 22h:26 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

ARTICULAÇÃO

João Carlos recua da disputa a prefeito em Barão

Entre outros "prefeituráveis" estão o ex-vereador cuiabano Marcelo, marido da deputada Chica, e Torres, que residia em Rondonópolis

    O secretário de Estado de Cultura, João Carlos Vicente Ferreira, encontra dificuldades para viabilizar sua candidatura à Prefeitura de Barão de Melgaço. Filiado ao PR do governador Blairo Maggi, ele chegou a transferir seu domicílio eleitoral de Cuiabá para o município pantaneiro. O problema é que o empresário Dário Júnior, do mesmo PR, já estava em pré-campanha. Com empurrão do deputado Mauro Savi, líder do governo Maggi na Assembléia, Júnior não pretende recuar da disputa.

    De um lado, João Carlos não está disposto a enfrentar embates internos. Considera esse tipo de disputa um tanto traumático. De outro, se vê pressionado por um grupo que congrega ao menos três ex-prefeitos, todos dispostos a apoiá-lo. Ex-gestores como Ciro Gonçalves e Teocles Figueiredo e até mesmo o atual prefeito (DEM) Ibson da Silva Leite (DEM), que não pode mais concorrer ao terceiro mandato consecutivo, entendem que o nome de João Carlos conseguiria aglutinar.

   Perguntado sobre sua eventual candidatura a prefeito, João Carlos argumenta que transferiu o título com um ano de antecedência, dentro do que estabelece a regra eleitoral, mas não tem ambição política. "Fui para Barão porque eu gosto da cidade. Agora só irei (disputar) se for o desejo de todos. Não quero brigas. Se o cavalo passar arreiado, aí eu monto nele", enfatiza o secretário de Cultura. Para João Carlos, uma eventual candidatura sua precisa surgir naturalmente, sem divergências internas. "Não tenho ambição política, tanto que nem formei um grupo político", diz João Carlos, que até fevereiro deixa o primeiro escalão do governo Maggi.

   Além do PR, que hoje conta com os "prefeituráveis",  Dário Júnior e João Carlos, ainda estão no páreo o ex-vereador por Cuiabá, Marcelo Ribeiro (PP), marido da deputada estadual Chica Nunes (PSDB), o petista Nelsinho Antonio, e o empresário Antonio Ribeiro Torres, que residia em Rondonópolis e que entrou na disputa com aval do presidente nacional do PSB, deputado Valtenir Pereira. Na corrida sucessória em Barão estão ainda três nomes do DEM, entre eles da secretaria de Educação e Cultura, Neuzalina Pereira de Queiroz.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Pedro Ananias | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Este João Carlos, que já ameaçou até ser vereador por Cuiabá não sabe o que quer. Dou uma sugestão: volte para o Paraná, já que tá com a vida feita mesmo.

  • Márcia Menezes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    João Carlos é competente e sério, sua gestão a frente da secretaria de Cultura foi marcada por realizações. Coitado de seu futuro substituto, a tarefa vai ser árdua e as comparações muitas e inevitáveis. Mas já está na hora dele voltar a seu livros, que são muito úteis a todos e já estão ficando bem defasados. Precisamos de seu trabalho!

  • Nilson conceição de almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Romilson, aqui vai o meu protesto. O Capitão Aesio Magalhães, o terceiro colocado na eleição passada para prefeito, também é candidato. E você não o referiu, quando fazer uma matéria favor fazer compreta.

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...

Beto vê aliado como mais preparado

wellington marcos 400   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (MDB), tem sido um cabo eleitoral fundamental para o candidato à sucessão municipal, advogado e atual vice-prefeito Wellington Marcos (foto), do DEM. Beto, que está concluindo o segundo mandato consecutivo com 80% de aprovação popular,...

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...

Euclides, ideia do "calote" e frustração

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado Euclides Ribeiro (foto), que enriqueceu atuando na área de recuperação judicial e hoje detém um patrimônio declarado de R$ 23 milhões, não "decolou" com a candidatura ao Senado. Acreditava-se que sua principal proposta, aquela de recuperar o nome e o...

Empresários revoltados com candidato

vinicius nazario 400 curtinha   Os candidatos a prefeito de Alta Floresta, cidade pólo do Nortão, participaram de uma live nesta terça, organizada pela Universidade do Estado (Unemat). E chamou atenção, vindo a repercutir de forma negativa e provocar certa revolta no comércio local, o comentário do...

Olhar Dados mantém EP na liderança

emanuel pinheiro 400 curtinha   A sexta pesquisa do Olhar Dados sobre intenções de voto para prefeito de Cuiabá, divulgada nesta terça pelo site Olhar Direto, traz o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) estável, em primeiro, com 31,2%. Em segundo, com 7 pontos atrás, figura Abílio Júnior, com...