Últimas

Quinta-Feira, 02 de Julho de 2009, 19h:48 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

INFRAESTRUTURA

Joaquim diz que auditores vão fiscalizar obras in loco

   O presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Antonio Joaquim, reagiu na tarde desta quinta (2) à declaração do governador Blairo Maggi (PR) de que só há 17 obras paralisadas no Estado e não 156, conforme apontou a coordenadoria de Controle de Obras e Serviços de Engenharia do Tribunal. Joaquim disse que avalia a possibilidade de fazer uma auditoria in loco em todas as obras apontadas como paralisadas.

   Ele quer evitar desgaste junto ao governo do Estado. “O relatório feito pelo TCE tomou como base informações fornecidas pelo próprio governo. São informações declaratórias, espontâneas. Não foram criadas pelos nossos técnicos”, ressaltou. Ele sustentou que, se houve alguma mudança na situação das obras consideradas paralisadas, cabe ao governo informar ao TCE.

   Joaquim ponderou que aguarda o envio dos novos documentos pelo governador, conforme anunciado por Maggi nesta quinta, em coletiva - saiba mais aqui. Segundo o presidente do TCE, dependendo das informações, auditores serão enviados para certificar a situação das obras. (Andréa Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • José Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tribunal de Contas uma instituição desacreditada não deu conta de fiscalizar a Câmara Municipal de Cuiabá, aprovou as contas da Assembleia Legislativa acuasada de criar mais de 80 empresas fantasmas para desviar mais de R$ 120 milhões na gestões de Riva e Bosaipo.

  • Francisco | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Fiscalizar o que? se conseguiram aprovar os rombos da Câmara Municipal de Cuiaba.

    A polícia fazendária tem que incluir no processo todos os que aprovaram a roubalheira do Lutero

    Tribunal de Faz de Contas do Estado de Mato Grosso.

  • ANSELMO DE SOUZA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • ROBSON ANTUNES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É surreal, quando vejo um Antônio Joaquim, Novelli ou Julim Bereré...CONSELHEIRO...!!! que nome pomposo...Alí tudo é mega...é só averiguar, quanto ganha um policial ou professor...e qunto ganha um motorista ou técnico desta instituição??? Estão todos mocozados alí em uma redoma sem nenhuma sintonia com a dureza da vida real aqui fora...É assim também no TCU...e em outras instituições do judiciário estadual ou federal...ATÉ QUANDO SENADORA SERYS!!????????????????????????????

  • José Brasileiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Tribunal de Contas de Mato Grosso deveria olhar para o próprio umbigo. A suntuosidade da casa, a arrogância de servidores (só uns 93 por cento deles), a falta de transparência na prestação de contas.... É um absurdo. Sem se contar a falta de moralidade com a condução da prole de Conselheiros como fez o Ari Mama Campos ficando seu filho em seu lugar. Isso ai não é monarquia. Mas não se tem Ministério Público, não se tem moral...

  • Alberto Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Dicão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O TCE/MT pela sua atuação é um órgão dispensável. A tempos não transmite credibilidade. Os salários dos seus membros é um dinheiro que seria melhor investido na saúde, na educação, no transporte.

    É vergonhoso para esses senhores serem desmentidos publicamente, pois demonstra que o serviço que estão fazendo dentro dos seus gabinetes luxuosos é inútil.

    O TCE tem que sair dos holofotes. Deviam realmente sair a campo, fiscalizar obras, rever as prestações de contas aprovadas de forma inacreditável.

    Prá que ter um órgão tão caro para o estado e tão desacreditado?

  • paulo antonio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Realmente se confirmou, esse tribunal de contas só serve para certificar as contas dos políticos. Sempre quando tem algo a primeira coisa a se dizer é: AS MINHAS CONTAS FORAM APROVADAS PELO TRIBUNAL DE CONTAS. Esse órgão é uma piada, só serve para atestar as irregularidades cometidas pelo executivo e DAR PREJUÍZO. SE NÃO EXISTISSE O TC ALGUÉM IRIA SENTIR A SUA FALTA.....DÁ LICENÇA, TEM QUE TER ESTOMAGO PARA AGUENTAR...

  • Guilherme Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tudo bem que esse caso das obras paralizadas deve mesmo ser exclarecido. Mas cá pra nós meu prezado presidente, não se esqueça que esse Tribunal ficou devendo explicação sobre a aprovação das contas da gestão Lutero Ponce, na Câmara de Cuiabá.

  • PEDRO PAULO BARROS LIMA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

Hospital cobra R$ 2,4 mi da prefeitura

luiz carlos pereira 400 tce   O Instituto de Saúde Santa Rosa recorreu ao TCE, na esperança de encontrar respaldo para receber R$ 2,4 milhões da secretaria de Saúde da Capital. Argumenta que a prefeitura, com quem mantém contrato desde 2019, está inadimplente, pois não teria pago integralmente os...

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

Afilhado de Bezerra nomeado adjunto

clovis cardoso 400   O MDB, sob o cacique político Carlos Bezerra, "emplacou" mais um filiado histórico em cargo relevante na gestão Mauro Mendes. O advogado e ex-superintendente regional do Incra-MT, Clovis Figueiredo Cardoso (foto), foi indicado e já nomeado para o cargo de secretário-adjunto de Agricultura...

MPE suspende censo previdenciário

jose antonio borges 400 curtinha   O procurador-geral de Justiça, promotor José Antonio Borges (foto), suspendeu o censo previdenciário cadastral dos membros e servidores inativos e pensionistas do MPE. O recadastramento deveria ter iniciado no último dia 11 para ser concluído no final de fevereiro. Borges tomou...

Juca e os 7 secretários da Câmara

andre pozetti 400 curtinha   O presidente Juca do Guaraná definiu sete dos nove secretários que vão ajudá-lo a administrar a Câmara de Cuiabá. O secretário de Administração é Bolanger José de Almeida. O coronel PM da reserva Edson Leite conduz o Patrimônio e...

Morre mais um pastor da Assembleia

pastor jose alves de jesus 400   A Covid-19 transforma mais um pastor da Igreja Assembleia de Deus em vítima fatal. Morreu nesta terça José Alves de Jesus (foto), que presidia há vários anos o Campo Eclesiástico Autônomo da Igreja de Primavera do Leste e região. Ele estava hospitalizado com o...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.