Últimas

Sábado, 13 de Outubro de 2007, 23h:13 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

VARIEDADES

Joaquim será eleito na 3ª para comandar o TCE

Conselheiro Antonio Joaquim comandará o TCE   O conselheiro Antônio Joaquim será eleito na terça (16) novo presidente do Tribunal de Contas do Estado. Ele já conquistou apoio da maioria com bastante antecedente, como tradicionalmente ocorre. O vice da nova Mesa Diretora será o atual presidente, conselheiro José Carlos Novelli. O único impasse é quanto ao cargo de corregedor. A disputa está entre Júlio Campos e Alencar Soares.

   Joaquim foi indicado ao cargo vitalício pelo governo Dante de Oliveira (1995/2002). Apesar de sua eleição agora, ele só assumirá a cadeira de presidente a partir de 1º de fevereiro do próximo ano. O mandato é por dois anos. Será a primeira vez que o ex-deputado federal e ex-secretário do governo Dante chega à presidência do TCE, detentor de um orçamento de R$ 102 milhões.

    Antônio Joaquim é tido como linha dura e intransigente em suas convicções. Ele já tentou por duas vezes disputar a presidência do TCE/MT. Chegou a ingressar com ação no Superior Tribunal de Justiça para assegurar a obrigatoriedade do cumprimento da Lei Orgânica da Magistratura Nacional (Loman) na realização do processo eleitoral. Ao invés do antigo acordo de cavalheiros que vem sendo colocado em prática desde sempre, o conselheiro propunha que a eleição fosse feita conforme reza a Loman. Antes, a voz solitária de Antonio Joaquim havia sido derrotada no Tribunal de Justiça.

    Agora, o conselheiro Joaquim conseguiu adesão da maioria dos sete colegas. Vai presidir o TCE, que fiscaliza anualmente cerca de R$ 10 bilhões. Esse controle externo envolve as câmaras municipais e toda estrutura das prefeituras e do governo estadual.

O TCE em números
Duodécimo R$ 102 milhões
Servidores 547
Salário de servidores R$ 400 a R$ 8 mil
 
7 Conselheiros José Carlos Novelli
Antonio Joaquim
Valter Albano
Alencar Soares
Júlio Campos
Ary Leite de Campos
Ubiratan Spinelli
Salário de conselheiro:     R$ 22,1 mil

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Em uma entrevista a um jornal local o atul Presidente afirma que o TCE não é somente Técnico, como as indicaões dos Conselheiros são politicas, esta tudo explicado.
    A esperança é a ultima que morre, torcemos para que o Conselheiro Antonio Joaquim faça com que o TCE cumpra rigrozamente sua missão, e por ser uma Instituição fiscalizadora demita os "funcionários" fantasmas, os parentes que ocupam cargos em Comissão acabe com o Nepotismo cruzado e principalmente que as analizes das contas sajam somente Técnicas, para evitar por exemplo oque vem acontecendo com as contas da Câmara Municipal de Cuiabá que a anos vem pagando inúmeras notas clonads e frias devidamente comprovado pelo MCCE.
    O TCE de MT é o mais carro do Pais custando para cada habitante R$ 40.11 por ano com um orçamento anual de R$ 112.443.531,00,no ano de 2000 o orçamento era de R$ 35.227.949,04 é muito dinheiro comparado com o orçamento para Saúde, Educação, Segurança Pública e Extensão Rural.
    Esta provado dinheiro tem muito, CREDIBILIDADE NADA. Vamos mudar esta situaçõa fururo Presidente.

  • Amado Amador | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Romilson, gostaria que checasse essa faixa salarial dos servidores desse tribunal-de-faz-de-conta por que os valores não batem, o máximo não é R$8mil e sim o dobro desse valor.

  • Maneporrete | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Anônimo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Mauricio Fernandes de Menezes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quando leio noticias como essa fico aqui me perguntando até quando teremos que aguentar um Tribunal de faz de conta, composta de pessoas técnicamente despreparadas para assumir cargos que deveriam estar imune a qualquer influência política, afinal, estarão julgadas contas públicas, dinheiro arrecadado nos impostos para serem investidos para o bem comum de toda a sociedade. Até quando a sociedade vai ficar contemplativa com certas regras firmados por interesse meramente político, de indicações de priveliados, sem obedecer critérios técnicos nenhum para assumir cargos que deveria requer profundos conhecimentos na área, além de perfil de ética e ilibada vida pessoal. Isso nos leva a fazer reflexão sobre para que serve certas instituições neste país e neste Estado, se são gerenciados por perfins questionáveis e com resultados muito contestados. A nomeação desse cidadão no TC demonstra que estamos ainda longe de um país sério, justo e ético, muito longe mesmo, infelizmente. até quando?

  • Jeovaldo Rosa de Magalhães | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • carlos alberto de moraes brito | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Rui Schneider | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns Conselheiro, como servidor do INDEA sentimos orgulho de um ex-indeano assumir tão importante cargo em nosso Estado.
    Desejamos uma profícua gestão.

  • gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Será que o Ruy Schneider Também vai querer ser ET, no TCE existém vários.

2 suplentes já estreiam em Cuiabá

alex rodrigues 400   Com menos de quatro meses de mandato, dois dos 25 vereadores cuiabanos reeleitos no ano passado já pediram licença para abrir espaço a suplentes. Diego Guimarães (Cidadania) se afastou por 30 dias. Em sua cadeira está Maysa Leão, do mesmo partido. Marcrean Santos (PP) pediu afastamento...

Governista 2 e o desafio da reeleição

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto), que conseguiu retornar à Assembleia "sangrando" nas urnas de 2018, impactado pelo desgaste pela defesa intransigente do Governo Pedro Taques, se prepara para atravessar outro purgatório no próximo ano, em busca de mais um mandato. O deputado tucano carrega desgaste...

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....