Últimas

Quinta-Feira, 17 de Maio de 2007, 09h:51 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Artigo

Jogo do empurra

     Rio de Janeiro - Por precaução, mais do que por convicção, o presidente da República não enviará ao Congresso o projeto que torna o aborto legal. Diz ele que o assunto é da alçada dos representantes do povo. Não deve ser iniciativa do Poder Executivo.
     Empurrando a responsabilidade para o Legislativo, Lula tira a mão da cumbuca, reservando-se para o momento em que terá de vetar ou sancionar a decisão do Congresso. É evidente que os congressistas também entrarão no jogo do empurra, com olho na pressão de diversas religiões que condenam o aborto, a Igreja Católica em primeiríssimo lugar.
     De qualquer forma, o problema está posto na agenda da nação. Os que são contra o aborto são contrários também ao plebiscito sobre a questão, no pressuposto de que ele seja favorável ao "assassinato de inocentes". É o caso de lembrar o mais recente plebiscito sobre a fabricação e a venda de armas.
     A parcela da população que se julga a mais esclarecida até hoje não engoliu o resultado da consulta direta ao povo. Dava como certa a vitória da proibição, não acreditava que a maioria diria "não" à facilidade com que se fabricam e vendem armamentos. A decepção ainda não foi absorvida: toda vez que há tiroteio, há sempre um Jeremias chorando e lamentando a decisão das massas, que recusaram a solução de acabar com a violência pela raiz, proibindo a compra indiscriminada de armas.
     A impressão é que, no caso do aborto, a maioria da sociedade é a favor da interrupção da gravidez não desejada. Mentes esclarecidas, formadores e informadores de opinião, cientistas políticos e sociais, filósofos de várias tendências ocuparão a mídia salientando a oportunidade e a urgência da liberação do aborto. Tal como fizeram no plebiscito sobre o uso de armas.

 

Carlor Heitor Cony é jornalista da Folha de S.Paulo

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Diversos cortes nas despesas da AL

eduardo botelho curtinha 400   Num período em que o Legislativo praticamente parou, assim como o Judiciário e órgãos vinculados aos Poderes, como TCE e MPE, o presidente da AL, deputado Eduardo Botelho (foto), tomou decisão correta ao cortar gastos enquanto perdurar a pandemia do coronavírus. Entre as...

Governador está tenso e preocupado

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes anda tenso e preocupado. Mesmo já tendo adotado uma série de medidas de prevenção, inclusive consideradas radicais, ele não dorme direito por causa das projeções nada otimistas de aumento nos próximos dias de casos de coronavírus em...

AL aprovará empréstimo de R$ 550 mi

A Assembleia aprovou, na convocação extraordinária desta sexta (27), dispensa de pauta para a mensagem do Executivo que pede autorização para contrair empréstimo de R$ 550 milhões junto à Caixa Econômica. O recurso será aplicado na construção de pontes de concreto em diversos municípios. Agora, a matéria entra na pauta e será aprovada pela maioria dos deputados na próxima segunda (30),...

Queda nas receitas e o salário regular

emanuel pinheiro 400 curtinha   Prefeitos de um modo geral vão conseguir pagar a folha do funcionalismo de março, na próxima semana, sem tantas dificuldades. Já para abril, a tendência é que passem apurados para manter os vencimentos em dia, por causa do reflexo negativo da pandemia do coronavírus,...

Galvan, afronta à legislação e multa

antonio galvan 400 curtinha   O presidente da Aprosoja-MT, Antônio Galvan (foto), que tentou, mas acabou desistindo da disputa ao Senado, está sempre envolvido em polêmicas, seja nas demandas do agronegócio, seja no cotidiano da política. A mais recente é que ele, juntamente com outros produtores, está...

Destaque nas ações anti-coronavírus

leonardo bortolini leo 400 curtinha   O prefeito de Primavera do Leste Leonardo Bortolin (foto) vem recebendo elogios e ganhou o noticiário nacional por medidas práticas, céleres e seguras no atendimento à população, em meio aos cuidados para prevenção ao coronavírus. Desde a semana...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.