Últimas

Terça-Feira, 11 de Dezembro de 2007, 16h:45 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

SENADO

Jonas tem menos projetos da bancada de MT


Senadores mato-grossenses Serys, Jonas e Jaime Campos

   Dos três senadores mato-grossenses, o senador Jonas Pinheiro (DEM) é o que apresentou menor número de projetos de leis neste ano. Membro da bancada ruralista, Jonas propôs apenas 6 projetos e 2 deles atendem à área rural. Um dispõe sobre a concessão de incentivos fiscais e creditícios a pessoas físicas e jurídicas que promovam a reposição florestal. Um outro trata da fiscalização de produtos de uso veterinário nas próprias fábricas. Hoje no segundo mandato de senador, após três de deputado federal, Jonas é considerado um dos maiores pecuaristas do Estado.

   Já o seu colega de partido Jaime Campos (DEM) apresentou 13 projetos no seu primeiro ano de legislatura. Priorizou até agora a região norte do Estado, por coincidência, onde mantém fazendas. O ex-prefeito de Várzea Grande apresentou um projeto que trata da criação da Universidade Federal do Norte do Mato Grosso (Uninorte). Também para Sinop, o parlamentar propôs criar a Zona de Processamento de Exportação. Além destes, apresentou ainda um outro para a implantação  da superintendência regional do Incra no Nortão.

   Entre os três, a petista Serys Marly se destacou. É autora de 21 projetos de lei no Senado. Em seu quinto ano no cargo, a parlamentar instituiu o Programa Carbono Zero para neutralizar as emissões de carbono geradas pelo próprio Senado. Entre as 21 propostas estão a inserção do nome de Ana Néri no Livro dos Heróis da Pátria e a utilização da palavra cancerígeno em substituição às demais que denominam os produtos derivados de tabaco. (Pollyana Araújo) 

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • hemerson | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Infelizmente é mais um casso de falta de concientização politica, de nós eleitores, deveria voltar no corriculo das grades do ensino fundamental a Educação Moral e Cívica, a Organização Social e Politica Brasileira, quem sabe formaremos cidadãos mais concientes e participativos na coisa publica e ai vem a minha utopia não teremos mais parasitas ocupando cargos, que deveriam honrar o voto daqueles que o colocaram no poder.

  • Agnaldo da Silva Campos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Causa-me constrangimento assistir a TV SENADO e ver os raros e pífios pronunciamentos dos nossos Senadores na Tribuna do Senado. Nenhum deles tem condições intelectuais para bem nos representar. Esse sentimento ainda é maior quando assistimos debates entre os Senadores, JOSÉ AGRIPINO, PEDRO SIMON, ALUIZIO MERCADANTE, MARCO MACIEL, ARTUR VIRGILIO, JEFERSON PERES, HERACLITO FORTES, MÃO SANTA, dentre outros. Mato Grosso nunca foi tão mal representados. Isso é lamentável.

  • José Araújo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É uma vergonha a atuação dos DEMOS de Mato Grosso, só trabalham em causa própria!
    Ao menos tem a Serys que trabalha pelos outros dois, ela é uma das parlamentares que mais apresentou projetos. Se todo eleitor acompanhasse o trabalho de seus parlamentares o país seria outro. E não concordo com o Sr. Agnaldo, quem vê os discursos da Serys sabe que ali tem conteúdo, ou ele não assistiu suas últimas manifestações da tribuna.

  • Márcio Gattiboni | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    EU GOSTARIA DE SABER SE O EXCELENTÍSSIMO SENADOR JONAS que tem "PINHEIRO" em seu nome. vai arrancar o seu sobrenome junto com a AMAZÔNIA LEGAL de Mato Grosso e se vai mudá-lo para JONAS PASTO, JONAS GADO OU JONAS DESERTO DO FUTURO?

    QUE SÃO POUCOS OS PROJETOS QUE BENEFICIARAM MATO GROSSO ATÉ AGORA ISSO NÓS JÁ ESTAMOS CARECA DE SABER.

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...