Últimas

Segunda-Feira, 10 de Dezembro de 2007, 12h:31 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

SENADO

Jonas teme ser punido e se cala sobre a CPMF

Jonas Pinheiro (DEM), senador mato-grossense   O senador Jonas Pinheiro (DEM) evitou antecipar seu voto sobre a Proposta de Emenda Constitucional que propõe prorrogar a CPMF até 2011. A PEC entra em votação no Senado nesta terça (11). Perguntado sobre qual será sua posição acerca do chamado imposto do cheque, o parlamentar mato-grossense preferiu desconversar sobre o assunto. "Não vou revelar meu voto". No fundo, o democrata se mostra favorável à prorrogação da CPMF. Mas, como essa posição contraria orientação do seu DEM, o que o colocaria sob risco até de expulsão, Jonas prefere ficar no muro e não tornar revelar publicamente o seu voto.

   Já favorável à PEC, a senadora Serys Marly (PT) adotou o mesmo discurso do presidente Lula em defesa da permanência da CPMF. A petista contou que os seus dois colegas no Senado, Jonas e Jaime Campos, têm a intenção de votar favorável mas, por outro lado, temem até punição por parte do partido.  "Não entendo porque alguns partidos são contra a CPMF, que é considerado o imposto mais democrático que existe", argumentou. Serys enfatiza que, com a cobrança da CPMF, "quem tem bastante dinheiro no banco paga mais, quem tem pouco paga pouco, e quem não tem nada não paga nada".

     Já o senador Jaime Campos adianta que votará contra a CPMF, conforme orientação do líder do Democratas, senador José Agripino Maia (RN).

    O governo ainda não assegurou os 49 votos necessários para aprovar a emenda que prorroga a CPMF até 2011. O tributo fixado hoje em 0,38% em cima das movimentações financeiras será reduzido para 0,36%. Os membros da base do presidente querem  que a PEC entre logo em pauta e que seja aprovada antes de 31 de dezembro. Caso contrário, terá que paralisar a cobrança por 90 dias, contados a partir da promulgação da PEC. (Pollyana Araújo)

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • ELIFAS JOSE RIBEIRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A duvida do senador é a seguinte: Ele não sabe se ouve a conciencia ou se obedece o BRAIRO!!!!!!!!!!!!!!! Ser ou não ser, eis a questão!!!!!!!

  • César Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    QUE NÂO SEJA INFIEL!

    Cidinho devia era ficar calado, pois agora nesse país graças a justiça, a fidelidade partidária começa a ser olhada de uma outra maneira. Tal comportamento é uma afronta ao seu partido, o DEM. O partido atendendo aos anseios da população brasileira fechou questão contra a CPMF.

    O Presidente da AMM devia era mobilizar os prefeitos para exigir do governo LULA redução da carga tributária e uma melhor divisão do "bolo", prestigiando os municípios através de um verdadeiro "Federalismo". Com a CPMF, o povo continuará sendo castigado e os municípios continuarão cada vez mais pobres.

    O Cidinho não pode ficar servindo de "moleque de recado do Blairo", usando os prefeitos para satisfazer interesses do governo. Os municípios precisam ser valorizados.

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...

Promotor recebe medalha do Exército

Mauro Zaque curtinha   O promotor de Justiça Mauro Zaque (foto) foi condecorado com a medalha do Exército Brasileiro na manhã desta segunda (19), no dia da instituição. A solenidade é considerada a segunda maior do Exército Brasileiro, foi reservada por conta da pandemia e contou com a...

Sema reabre os parques em Cuiabá

mauren lazzaretti sema 400   Fechados desde 1º de abril, em obediência às regras de decreto municipal, que suspendiam as atividades coletivas, os parques estaduais urbanos de Cuiabá reabrem nesta segunda (19) para utilização pelo público. Será possível acessar as tradicionais trilhas...