Últimas

Terça-Feira, 10 de Abril de 2007, 00h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

JUDICIÁRIO

Juiz condena banco por não cumprir "lei da fila"

   Numa decisão inédita em Mato Grosso, o juiz  Yale Sabo Mendes, titular do Juizado Especial do Planalto de Cuiabá,  condenou o banco HSBC S/A a pagar R$ 4 mil, a título de indenização por danos morais ao advogado Leonardo Reis Bregunci. A instituição não cumpriiu  a Lei Municipal 4.069, de 2001, que estipula prazo máximo de 15 minutos para atendimento aos clientes, que geralmente aguardam na fila o momento de serem atendidos.

    Trata-se da primeira sentença proferida nesse sentido no Estado e a quinta do país. Magistrados já condenaram instituições bancárias por não cumprirem a chamada lei da fila em Minas, Rondônia, Rio Grande do Norte, São Paulo e Brasília e, agora, em MT.

  "Agora, ou os bancos se enquadram ou vão sofrer enxurradas de processos", alerta o juiz Yale Mendes. O advogado Leonardo Reis, que obteve êxito na Justiça, pediu R$ 14 mil por danos morais. O juiz fixou a sentença em R$ 4 mil. O cliente comprovou que chegou ao banco por volta das 15h31 e só foi atendido às 16h17, cerca de 46 minutos após ter entrado na fila. O advogado afirmou ainda que devido à demora do caixa do HSBC para atendê-lo acabou comprometendo a sua agenda junto a um cliente.

   O magistrado escreveu, em seu despacho, que foi acertada a decisão da Câmara Municipal de Cuiabá em fixar o tempo máximo em que o cidadão tem que ficar em uma fila de espera. “Reconheço nesta Lei Municipal a preocupação de ver os munícipes tratados com um mínimo de respeito."

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

EP cresce 5; Abílio perde 3, diz Ibope

emanuel pinheiro 400 curtinha   Pelos números do Ibope, revelados nesta sexta à noite pela TV Centro América (Globo), Abílio Júnior (Podemos) oscilou negativamente 3 pontos percentuais em menos de uma semana, de 48% para 45% das intenções de voto. Já o emedebista Emanuel Pinheiro (foto)...

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...