Últimas

Quarta-Feira, 18 de Abril de 2007, 11h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

JUDICIÁRIO

Juiz condena operadora e agência de turismo

  Em mais uma decisão inédita, o juiz Yale Sabo Mendes, titular do Juizado Especial do Planalto em Cuiabá, condenou a operadora e a agência de viagens CVC TUR Ltda e a Tuiutur Viagens e Turismo Ltda. Ambas terão de pagar R$ 13,7 mil por danos morais a uma família que comprou um pacote para cruzeiro marítimo. O pacote foi adquirido por quatro pessoas (U.F.R, T.E.Y.R, M.Y.R e N.Y) ao preço de R$ 3,9 mil para período de 14 a 18 de novembro do ano passado.

    Segundo o processo, ao chegar no navio, os membros da família se viram obrigados a se instalar numa cabine inferior, diferente do que constava no contrato. Ao invés da cabine A-428 da embarcação Pacifc, as quatro pessoas foram acomodadas, na primeira noite, na cabine inferior F-429 e, somente depois, na cabine contratada.

   O magistrado entendeu que a agência e a operadora são responsáveis solidárias e, portanto,  estão legitimadas a responderem pela falha na prestação de serviço. Yale também determinou que ambas paguem R$ 227,90 a título de indenização por danos materiais, o que representa o dobro do que a família pagou em excesso.

   Outro lado

   Na ação, a agência e a operadora alegam que não existiu vício na prestação de serviço, considerando que todos os serviços contratados foram colocados à disposição da família, mesmo na noite em que foi acomodada em cabine inferior.

   O juiz Yale Mendes enfatizou, porém, que "trata-se de relação de consumo stricto sensu, ficando bastante caracterizado o defeito do serviço e o dano decorrente desse defeito, cuidando-se, portanto, de responsabilidade objetiva pelo fato do serviço, previsto no artigo 14 do Código de Defesa do Consumidor, respondendo o fornecedor por esse serviço defeituoso".

Clique aqui e leia a íntegra da decisão do magistrado.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

DEM e voz na Câmara após 16 anos

marcelo bussiki 400 curtinha   O DEM (antigo PFL) passa a ter voz na Câmara da Capital 16 anos depois. Aproveitando a janela de março em que a Justiça Eleitoral permite mudança de legenda sem risco de perda do mandato, dois vereadores migraram para o Democratas, sendo eles Marcelo Bussiki (foto) e Gilberto Figueiredo, que...

MDB agora com 2 na Câmara-Cuiabá

juca do guaran� curtinha 400   O MDB do prefeito Emanuel Pinheiro, que não elegeu vereador em 2016 em Cuiabá, agora ganha duas vozes na Câmara. Tratam-se de Juca do Guaraná (foto), militante histórico do nanico Avante que resolveu migrar para a legenda emedebista, e do recém-empossado...

PT segue sem voz na Câmara-Cuiabá

bob pt 400 curtinha   O PT, presidido em Cuiabá por  Elisvaldo Almeida, o Bob (foto), está mesmo "queimado" e sem prestígio. Em meio ao troca-troca de partido entre os vereadores cuiabanos, aproveitando a janela de março, cujo prazo para mudanças para quem deseja se candidatar em outubro encerrou-se neste...

Deputado, única causa e os interesses

xuxu 400 curtinha   Xuxu Dal Molin (foto), deputado pouco atuante e limitado a defender a bandeira do agronegócio, é mais um daqueles que demonstram, na prática, usar a política para beneficiar os seus. De familiares de agricultores, Xuxu bateu duro, se posicionando contra a proposta encaminhada pelo governador Mauro...

Vereadores de ROO e trocas de siglas

fabio cardozo 400 curtinha   Em Rondonópolis, praticamente a metade dos vereadores está aproveitando a janela, que se encerra neste sábado, para mudar de partido, e já com as atenções voltadas à reeleição. E, com a dança das cadeiras, o Solidariedade do prefeito Zé do...

Podemos absorve a turma do barulho

O Podemos conseguiu juntar no seu diretório em Cuiabá a turma do barulho. Dela fazem parte dois com mandatos cassados, Abílio Júnior, que perdeu a cadeira de vereador por quebra de decoro, e a senadora Selma Arruda, cassada por caixa 2 e abuso de poder econômico, mas que ainda continua no cargo. Selma impôs condições para seguir no partido. Chegou a negociar ida para o PSC. E ganhou a presidência municipal do Pode, forçando o...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.