Últimas

Sexta-Feira, 04 de Dezembro de 2009, 17h:47 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

CONFUSÃO

Juiz manda prender falso advogado com carteira da OAB

   Policiais civis de Poconé (a 100 km de Cuiabá) prenderam em flagrante, na tarde desta sexta (4), um rapaz que se fazia passar por advogado. Ele costumava apresentar uma carteira falsificada da OAB-MT. O falsário, identificado por Wilson Renato Soares, foi detido por falsidade ideológica ao apresentar uma petição ao juiz da Comarca de Poconé, Edson Dias Reis, em que assinava como advogado responsável pela defesa de três traficantes. 

   A partir de uma denúncia anônima, os agentes foram alertados de que Wilson se passava por advogado para visitar os presos Nilson José de Oliveira, José Alzírio de Carvalho e Silvomar Arruda de Oliveira. Os três tiveram as prisões preventivas decretadas em 2 de dezembro, depois de serem flagrados transportando cocaína. 

   A droga seria entregue ao “cliente” do suposto advogado para, posteriormente, ser distribuída em bocas de fumo de Poconé. Além de frequentar o presídio, Wilson era sempre visto na Delegacia Municipal, onde apresentava a carteira da OAB e pedia informações ao delegado sobre o “cliente”.

   Contudo, devido à greve dos servidores do Judiciário, o falsário procurou pessoalmente o juiz Edson Dias Reis para entregar o pedido de soltura do traficante. Desconfiado, o magistrado pediu a carteira da OAB e Wilson tentou amenizar a situação dizendo que, na verdade, era estagiário. O juiz exigiu a apresentação do documento da Ordem e, ao checar os dados, confirmou que se tratava de um documento falso.

   Policiais civis foram chamados e detiveram Wilson em flagrante. Ele presta depoimento na Delegacia de Poconé. Pelo crime de falsidade ideológica, o suspeito pode ser condenado à pena que varia de um a cinco anos de prisão. (Andréa Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Ayres | Segunda-Feira, 18 de Dezembro de 2017, 08h50
    0
    0

    ELE CONTINUA APLICANDO GOLPE EM CAMPO GRANDE MS, EM APOSENTADOS ETC...

  • REGINA | Sábado, 17 de Dezembro de 2011, 17h26
    1
    1

    Eu sou bacharel e tambem trabalho, pois é melhor trabalhar doque roubar vcs não acham? Fiz uma faculdade de cinco anos, batalhei muito para acabar, fiz estagio de dois anos, fiz duas monografias, apresentei em publico uma das monografia, e agora a tal entidade OAB nos priva de trabalhar, dizendo que é para o bem da sociedade este tal exame. A nossa sociedade é quem escolhe o bom advogado, não é este exame que vai provar para a sociedade quem é bom e quem é corrupto,pois tem muitas pessoas que passaram neste exame e hoje olhem a corrupção onde esta,é no meio dos bacharéis ou no meio dos que estão nesta entidade? Gente, deixe nos trabalharmos em paz, cuidem mais da bandidagem que estão fazendo de nossa sociedade horrores.Agora me digam quem é que está errado, o advogado estagiario que trabalha sem carteira(por culpa da oab) ou os colarinhos brancos que massacram os bacharéis e tambem nossa sociedade? Bom vou continuar a trabalhar mesmo sem carteira, pois tenho familia para sustentar(5 filhos) e fies para pagar, se me privarem disto não vou mais trabalhar vou dar um jeitinho de entrar na instituição OAB, ali sei que o meu vem facil sem sacrificio , vou ferrar a sociedade e os bacharéis tambem, porque é somente isto que a entidade OAB sabe fazer, depois diz que este exame é para poupar a sociedade, isto não cola mais, troquem de idéis, pois nós bacharéis e tambem a sociedade estamos vendo as corrupções de onde vem e como ela vem.

  • RONEI DUARTE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se todos os agentes da cidade de Poconé sabiam da condição de NÃO ADVOGADO,pergunto qual o motivo que não denunciaram o falso advogado antes,haja vista que, o mesmo tinha livre acesso na delegacia e contato com os presos. Segundo, quem é o tal cliente que receberia a droga. Qual o motivo de não ter sido também decretada a sua prisão cautelar,uma vez que, para a policia fazer tal assertiva deve no mínimo ter provas cabais do fato,caso contrário seria uma irresponsabilidade afirmar tal coisa. A audácia de se dirigir pessoalmente peticionando por escrito ao Magistrado de Poconé por sí demonstra que o falsário tinha certeza da impunidade e da conivencia das demais autoridades políciais.
    A OAB disponibiliza no seu site o cadastro de todos os seus inscritos no Brasil,bastando apenas o nome ou o número da oab para consulta. Tão simples que não é necessário ser perito forense para descobrir se uma carteira da ordem é falsa ou não. Alguns maus Estagiários e estudantes de Direito  são useiros e vezeiros em agir na captação de clientes sem estarem habilitados, contando muitas vezes, com a complacência de quem tem inscrição na ordem,porém, não são verdadeiros advogados na acepção da palavra  para assinar seus sofríveis petitórios.

  • Ladislau Brats | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    1
    0

    O homem que se afasta de sua familia, fica exposto aos ratos da sociedade. O lider quando deixa o seio patriarcal perde o discurso...
    ainda tem valor o dito popular: me diga com quem tu andas que eu lhe avisarei amigo!!!

  • Anacleto Abilio Lima | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Aqui em nosso Estado tem muitos estagiarios advogando. Eles apagam o E (estagiário) e se passam por advogados. Tem um caso recente de um (falso) colega que foi preso. Mas o que a OAB/MT tem feito para coibir isto??? O que??

  • carlos da silva mendes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    AQUI EM BG TEM UM TAL DE JORGE QUE ADVOGA A 10 ANOS , TEM ADVOGADOS QUE TRABALHAM PRA ELE, E SO AGORA ELE SE TORNOU BACHAREL KKKK ENQUANTO ISSO A OAB DE BARRADO GARÇAS NADA VERGONHA KKK

Ibope vê falha na pesquisa de Cuiabá

abilio 400   A  última pesquisa Ibope sobre intenção de voto para prefeito de Cuiabá, divulgada na sexta passada (16) pela TVCA, cujo resultado destoa muito de outras amostragens, foi feita por telefone. E, por causa disso, o próprio instituto, em nota de esclarecimento publicada no próprio site,...

Medeiros x Fernanda e o bolsonarismo

jose medeiros 400 curtinha   Não são apenas Carlos Fávaro (PSD) e Nilson Leitão (PSDB), que se auto-combatem, com um tentando desconstruir a candidatura do outro na corrida pela única vaga em disputa ao Senado. Como num ringue de boxe, José Medeiros (foto), do Podemos, e coronel Fernanda (Patriota)...

Leitão x Fávaro sob efeito-Bolsonaro

nilson leit�o 400   O ex-vice-governador e hoje senador interino Carlos Fávaro (PSD) e o ex-prefeito sinopense e ex-deputado federal pelo PSDB Nilson Leitão (foto) travam uma guerra eleitoral, com críticas mútuas, como se só existissem os dois na disputa para o Senado, quando, em verdade,...

Leverger e ex em palanque separado

francieli magalhaes 400 curtinha   Dois candidatos em chapas majoritárias em Santo Antonio de Leverger, hoje em palanques diferentes, já estiveram juntinhos na vida particular. O empresário Ademilson Dantas de Matos (PV), vice da chapa de Franklin Luis Carvalho (PSDB), foi casado com a petebista Francieli Magalhães...

Prefeito cuiabano vira saco de pancada

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto), que busca a reeleição e havia iniciado a campanha como grande favorito, inclusive com expectativa de ganhar no primeiro turno, se transformou em saco de pancada. Além de Abílio Júnior que o critica e ataca o tempo todo, o que acabou o...

Dal Bosco com 3 na disputa em Sinop

dilceu dal bosco 400 curtinha   Neste pleito eleitoral, a família Dal Bosco se dividiu em três grupos de apoio em Sinop, a chamada capital do Nortão. O ex-deputado estadual Dilceu Dal Bosco (foto) coordena no município e região a campanha à reeleição do senador Carlos Fávaro (PSD). O...

MAIS LIDAS