Últimas

Segunda-Feira, 11 de Janeiro de 2010, 12h:50 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

INVESTIGAÇÃO

Juíza do RS condena ex-deputado e multa Vedoin

O ex-parlamentar disse achar um absurdo decisão de juíza já que MT e DF não levaram adiante

    Embora em Mato Grosso e no Distrito Federal as acusações contra o ex-deputado federal Érico Ribeiro (PP) tenham sido arquivadas por sugestão do próprio Ministério Público, no caso da máfia das ambulâncias, desbaratada em 2006 pela Polícia Federal, o ex-parlamentar foi condenado pela 2ª Vara Federal em Porto Alegre. Terá de devolver R$ 10 mil e pagar multa de R$ 30 mil. É o que revela o jornal Zero Hora desta segunda (11). A decisão da 2ª Vara Federal também condena o empresário mato-grossense Luiz Antônio Vedoin, acusado de, junto com o pai Darci Vedoin, da Planam, liderar esquema de compra superfaturada de ambulâncias para os municípios a partir de emendas junto ao Orçamento Geral da União. Na mesma sentença, Luiz Vedoin foi condenado a pagar R$ 30 mil. Já o pai Darci e o sócio Flávio Santos Silva se viram livres do pagamento de multa.

   De acordo com o jornal gaúcho, o ex-parlamentar teve os bens bloqueados e os direitos políticos suspensos por 10 anos. Conforme a decisão da juíza substituta, Paula Beck Bohn, Ribeiro fica proibido de participar de qualquer processo de licitação pública. O jornal conta ainda que o progressista é acusado de ter apresentado, em troca de propina, emendas ao orçamento da União para beneficiar a empresa Planam, que mantinha sede no Distrito Industrial de Cuiabá. O esquema manipulava licitações de ambulâncias, que eram superfaturadas.

    Em entrevista ao Zero Hora, o ex-deputado afirmou que entrará imediatamente com recurso para anular a decisão que, segundo ele, é “completamente estapafúrdia”. Ribeiro ressaltou ainda que as denúncias foram arquivadas em Mato Grosso e no Distrito Federal por sugestão do Ministério Público. “Foi lá que os fatos ocorreram e me consideraram inocente. Agora a Justiça de Porto Alegre acata essa acusação baseada em jornais? É um absurdo tão grande que não acredito que tenha ocorrido”, afirmou.

    Em MT

    A Operação Sanguessuga desbaratou há quatro anos um esquema de fraudes na saúde. Conforme a Polícia Federal, a quadrilha, comandada pela Planam, negociava com parlamentares e assessores emendas ao Orçamento para municípios em troca de propina. O grupo manipulava licitaçõe, principalmente de ambulâncias, que eram superfaturadas. Entre os acusados de Mato Grosso, entraram na lista vários deputados, ex-parlamentares, prefeitos e ex-prefeitos, como Wilson Cargnin, de Nova Canaã do Norte. Responde por adquirir ambulâncias superfaturadas dos Vedoin. O deputado federal Pedro Henry é um dos acusados.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • edivan campos | Segunda-Feira, 11 de Janeiro de 2010, 21h15
    0
    0

    edivan campos, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Rafael Costa | Segunda-Feira, 11 de Janeiro de 2010, 17h44
    0
    0

    Olha o deputado pedro henry só não apareçeu ainda na lista de convocação da seleção brasileira...isso é uma vergonha um deputado cassado continuar no cargo,que brasil é este que estamos vivendo....fora PH....

  • alessandro | Segunda-Feira, 11 de Janeiro de 2010, 14h32
    0
    0

    O Ministério Público não tem esse poder de considera-lo inocente. Certamente foi uma sugestão bem articulada. E pelo que sei nenhum juís é louco ao ponto de condena-lo sem provas concretas. Meus parabens ao Judiciario do RS, mais uma vez demonstrando pq é um dos melhores do País.

Covid mata 20º pastor da Assembleia

aparecido domingues pastor cidao 400   Morreu neste sábado mais um pastor da Assembleia de Deus em consequência da Covid-19. Aparecido Francisco Domingues, o Cidão (foto), que era vice-presidente em Paranaíta, é o 20º pastor da Igreja em Mato Grosso a vir a óbito, após ser infectado pelo novo...

Os virtuais candidatos a governador

ygor moura 400   Mesmo que timidamente, alguns começam a externar, em privado, o desejar de disputar o governo estadual por um bloco de oposição, contrapondo o projeto de reeleição de Mauro Mendes. O empresário Ygor Moura (foto), da rede de clínicas de depilação Espaçolaser,...

Nomes "de fora" pra deputado federal

valtenir pereira 400   Enquantos os oito deputados da bancada federal de MT (Barbudo, Medeiros, Leonardo, Rosa Neide, Juarez, Bezerra, Emanuelzinho e Neri) vão em busca da reeleição, na esperança de continuarem em Brasilia por mais quatro anos, outros líderes correm por fora, dispostos a também entrar na...

Todos federais vão tentar a reeleição

carlos bezerra 400   Todos os oito deputados federais mato-grossenses estão trabalhando projeto de reeleição. Mas um resolveu espalhar, em paralelo, a ideia de tentar o Senado: Neri Geller (PP). Sabe-se, porém, que a jogada do deputado de Lucas do Rio Verde e que já foi ministro da Agricultura não passa de...

Mil cestas básicas vão para músicos

alberto machado 400   O secretário estadual de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto 2 a 1 (foto), está comemorando a decisão do governador Mauro Mendes e da primeira-dama Virginia Mendes, que desenvolve ações sociais de forma voluntária, de disponibilizar mil cestas básicas para...

Assembleia cede espaço pra vacinação

Eduardo Botelho _ 400   O prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro procurou e encontrou apoio da Assembleia para ampliar locais de vacinação da população contra Covid-19. Em reunião nesta sexta entre o prefeito e os deputados Eduardo Botelho (foto), Paulo Araújo e João José, que preside a...