Últimas

Quarta-Feira, 11 de Fevereiro de 2009, 23h:45 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

CONFRONTO

Júlio nega racha no DEM, namora PR e dá prazo

Clique na imagem para ampliá-la
Júlio Campos (DEM) diz que "rixa" com Wallace Guimarães vai ser resolvida de uma forma tranquila e sem mágoas

   O conselheiro aposentado do Tribunal de Contas do Estado Júlio Campos, candidato derrotado à Prefeitura de Várzea Grande, confirma sua aproximação com o PR, partido do governador Blairo Maggi, e não descarta deixar o DEM. Pondera, porém, que sua decisão será tomada após a reunião marcada para o próximo dia 20, quando o deputado Wallace Guimarães, acusado pelo ex-senador de "traidor", será submetido a julgamento por 76 membros do diretório estadual. "O PR é uma excelente agremiação política. Possui toda uma infra-estrutura em Mato Grosso, sob a liderança do governador Blairo Maggi e do próprio Luiz Pagot. Estamos também em permanente conversação com outros partidos. Só tomaremos uma decisão após esta reunião do dia 20 e depois de sentar com todo nosso grupo político",  avalia o cacique democrata, em entrevista ao RDNews.

   Embora negue publicamente, Júlio ameaça deixar o partido caso Wallace seja absolvido. Mesmo filiado ao DEM, o deputado não apoiou Júlio e sim o prefeito reeleito Murilo Domingos, que pertence ao PR. Por causa disso, Júlio cobra punição, inclusive com desligamento de vez do parlamentar dos quadros do DEM. O problema é que o cacique não tem encontrado respaldo dos demais membros da cúpula para expulsar Wallace.

   Júlio Campos prefere amenizar a crise. Afirma que a rixa com Wallace será finalizada da melhor maneira possível e sem rancores. "Sou favorável que se resolva da maneira mais equilibrada possível, sem mágoas e sem revanchismos, afinal, somos adultos e temos uma postura a salvaguardar".

   O democrata admite que deve concorrer a deputado federal, cargo já ocupado nos anos 90. "As previsões são as melhores possíveis. Já está havendo um movimento entre diversas lideranças do DEM no Estado para que eu permaneça no partido". Em seguida, emenda: "esses políticos estão alegando que a legenda não possui nenhum nome com visibilidade suficiente para enfrentar uma candidatura a deputado federal, com chances reais de vitória nas próximas eleições". (Benedito Albuquerque)

Postar um novo comentário

Comentários (18)

  • Aline Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É até curioso ver o JC namorando o PR, vergonha na cara que é bom nada, ta certo que no período de campanha vale tudo, mas tudo tem reflexos futuros, igual o senhor JC, ta brigando com todo o DEM, para explusar o Walace, acho que na verdade não foi questão dele se sentir traido, e sim de sentir inveja por não poder fazer o mesmo, lutar pelo que é certo.

    Sinto muito JC mas não tem mais pra vc!!!!!

  • julio augusto de oliveira soares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A grandeza de um político embalado pelos fortes ventos da DEMOCRACIA é aceitar a derrota com resignação do que contar apenas com as luzes da vitória.O processo da candidatura de Julio Campos desde o início estava fadada a derrota primeiro seduzido pelo governador Blairo largou o seu honroso cargo de conselheiro,do TCE, onde certamente muito contribuia com o Estado devido a sua larga experiência pública para acomodar o Valdir Teis,com sua atitude patrolou os projetos políticos do DEM já consolidado em V.G. e por tabela comprometendo a candidatura do irmão Jaime Campos ao governo do Estado,pois foi público e notório que toda a energia do partido foi colocado a disposição de sua candidarura e de seu irmão em Jangada,depois a mãe de todos os erros a costura política mal explicada com o dep.maksu-exxxx leite que o povo amigo de VG não digeriu.Por isso ao invés de caça as bruxas dentro do partido o experiente político Julio Campos deveria buscar taponar as fissuras internas do partido com união e respeito a soberana vontade do povo sob pena dessas fissuras alargarem trazendo a ruina institucional do partido no Estado.

  • Eduardo Azevedo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ué! O Julio Neto não vai falar nada a respeito? Ele até já se despediu do DEM...

  • becao | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sr. Julio Campos, deixa o O dr. Walace, a eleiçao ja passou, se o senhor pensa em ser candidato a federal venha, tenho certeza que a maioria das pessoas que nao fotaram no senhor porque tinha um compromisso com Pref. Murilo vai votar em ti para deputado federal, até porque v. grande há muito tempo nao teve e nao tem um representante na camara federal, o povo da vagu teve duas oportunidade de eleger dois representante nato da cidade, e o nao fizaram, que foi Dr. walace, depois Ver. Chico Curvo, quer melhor representante como esses dois, e o nosso povo resolveu votar em outros candidato qua nao tem o compromisso com nossa cidade, ai quer que o prefeito faça uma boa administraçao se nao tem um federal para trazer recursos para nossa cidade, vai firme estamos aqui para te dar maior apoio no sentido de ser o federal de v.grande.. um abraço pensamento possitivo...

  • Benedito Gonçalves | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Olha, o Dr. Julio Campos tem características pessoais que fazem dele uma pessoa completamente preparada para a Política - como administrador é um visionério e como articulador é ousado e arrojado - se houve falhas em seu governo ou em seus mandatos, em quais não hoveram?

    Agora o Estado de Mato Grosso deve abrir mão de um politico que ocupou os principais eletivos da Federação?

    Pelo fato de alguns por interesse pessoal não apoia seu retorno ao cenário politico matogrossense!

    Quem tem de dizer isso é o povo de Mato grosso e sem a interferencia economica e politica de lideres politicos que se sentem vulneráveis a um mandato do sr. Julio Campos.

    Vamos conciliar nos mandatos eletivos pessoas que realmente tem o que mostrar de bom para a população!

  • julio silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Julio Campos não cansa de cometer equivocos politicos... Dessa forma está confirmando o fim de sua trajetoria politica. A aliança com Carlos Bezerra e a derrota para Dante de Oliveira. O conchavo com Maksuês e a derrota para Murilo. Se eleger para qualquer cargo já é algo muito dificil no cenario atual. Caso ele se filie ao PR e abandone o partido no qual construiu toda sua historia será definitivamente o fim dele. É o que eu penso!

  • Júlio Campos Neto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Caro Eduardo Azevedo,
    Aguardo a decisão dos dirigentes do DEM no próximo dia 20.
    Meu posicionamento já tomei. Espero o resultado da decisão para definir meu futuro partidário.
    Obrigado

  • Humberto Ecco | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Julio Neto é peso morto... Pra onde ele for não faz diferença!

  • marcos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    demagogia, ipocritas da politica, na entrevista ou em frente a camera de tv fala uma coisa, nos bastidores outra, o que é isso?

  • luiza pedroso | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    o julio campos eu acho que vc quer aparecer, esta chegando ao nivel de rancoroso, vai para o outro partido, larga de sujar o DEM, ta na hora de acabar com essa anarquia...

Luizão e 10 promessas em cartório

luizao 400   O empresário Luizão (foto), candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Republicanos, registrou em cartório 10 comprimissos de gestão, garantindo, em caso de eleito, executá-los logo no primeiro mês de mandato. O primeiro deles é de zerar a fila de consultas, exames e cirurgias. E...

Ex-secretários de França sem mácula

roberto franca 400 curtinha   A assessoria jurídica da coligação de Roberto França (foto), que concorre à Prefeitura de Cuiabá pelo Patriota, classifica de mentirosa e irresponsável a notícia de que ex-secretários de França, da época em que comandou a Capital, de 1997 a...

Líderes de Lucas e apoios ao Senado

otaviano pivetta curtinha 400   As principais lideranças políticas da "República" de Lucas do Rio Verde estão divididas nos apoios sobre candidaturas ao Senado. O vice-governador Otaviano Pivetta (foto), recém-desfiliado do PDT, faz campanha pela coronel Rúbia Fernanda (Patriota), propagada como a candidata...

Reeleição difícil em Barra do Bugres

raimundo nonato 400   Aos 81 anos, o piauiense de Campo Maior, Raimundo Nonato (foto), busca renovar o mandato de prefeito de Barra do Bugres pelo DEM. Embora considerado carismático e populista, pioneiro no município e ajudado pela força da máquina pública, Nonato, que já foi prefeito nos anos 82 e 90,...

4 com as maiores chances ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   Todos os principais candidatos ao Senado, na suplementar de 15 de novembro, para eleger quem ocupará a cadeira da cassada Selma Arruda, estão trabalhando com tracking eleitoral, metodologia que consiste, basicamente, em realizar pesquisas de intenção de voto por telefone de forma...

Polarização entre Gustavo e os Maia

gustavo mello 400 curtinha   Em Alto Araguaia, três disputam a prefeitura, mas a briga eleitoral está mesmo polarizada entre o prefeito Gustavo Melo (foto), do PSB, e Martha Maia (PP), irmã do ex-prefeito por quatro vezes Maia Neto. Júnior da Farmácia (PSL) corre por fora, mas sem chance de êxito nas urnas....

MAIS LIDAS