Últimas

Domingo, 18 de Maio de 2008, 08h:50 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

VÁRZEA GRANDE

Júlio processa Maksuês e sugere recuo de Murilo

  Pré-candidato do DEM à Prefeitura de Várzea Grande, Júlio Campos aconselha o prefeito Murilo Domingos (PR) a desistir da reeleição e dispara ataques ao deputado Maksuês Leite (PP), que o acusou de armação para tirá-lo do ar da TV Rondon (Rede TV!), onde apresentava um programa policial e com forte apelo popular. Júlio evita críticas a Murilo e também o isenta de caos administrativa em Várzea Grande. Admite que são falhas de administrações passadas. Apesar de não citar nome, com essas declarações acaba por incluir o mandato dele próprio e também do irmão Jaime Campos, que foi prefeito por 3 mandatos, os últimos dois consecutivos (1997/2004). 

   Júlio, que já foi prefeito, governador, deputado federal e senador, disse que vai processar Maksuês caso o adversário não venha a se retratar, assumindo que mentiu sobre uma suposta negociação de R$ 2 milhões entre ele (Júlio) e o empresário Roberto Dorner (PDT), dono da TV Rondon - leia mais aqui. “Nós vamos entrar com uma notificação judicial, segunda ou terça-feira, exigindo do deputado Maksuês uma comprovação das denúncias feitas por ele durante entrevista coletiva, dizendo que eu repassei R$ 2 milhões para Roberto Donner. É uma acusação grave e pesada feita contra mim e o senhor Roberto Dorner. Se ele retratar, dizer que mentiu e que não é verdade e só falou aquilo num momento de um arroubo de emoção e de tristeza, aí sim eu perdôo, agora se ele voltar a afirmar vou notificá-lo”, conta.

  Júlio disse ainda que a campanha em Várzea Grande será “bastante light” e não deverá ser feita de acusações e ele não pretende seguir nessa linha. “Vou mostrar minha experiência, meu plano de governo que está sendo discutido. (...) Todo mundo sabe que isso aí é passageiro, o povo não quer saber deste tipo de acusação. As acusações que forem feitas sem comprovação nenhuma terão de ser acionadas judicialmente". Para o cacique do DEM, "campanha de baixo nível e xingamento significa desespero". "Isso é desespero de pessoas que estão perdendo a eleição, e não tem outra finalidade”.

  Com discurso populista, diz que o diferencial é sua experiência como político e se considera  preparado para ser prefeito. “O povo me conhece. Sou um homem experiente que já foi prefeito, governador, deputado federal, senador e conselheiro do Tribunal de Contas. Por isso tenho condições de ser um grande administrador”.

   Gestão Murilo

  Júlio Campos ainda dá dicas ao prefeito Murilo, como se o projeto de reeleição do prefeito o tivesse incomodando. “Acho que se ele tivesse juízo, não deveria ser candidato agora”. O conselheiro-aposentado acredita que o prefeito deveria se preservar. “Ele (Murilo) deve concluir seu mandato, terminar sua administração com tranquilidade e lançar outro candidato que não tivesse o mesmo desgaste que ele tem”.

  Júlio disse ainda já “ouviu falar” que Murilo irá lançar o secretário Municipal de Comunicação, Jeverson Missias ou o ex-diretor do Dae, Dito Loro (PSDB), para disputar a sucessão municipal. “Eu acho até melhor para Murilo, porque ele tira a administração dele da discussão e termina seu mandato com tranquilidade”, sugere. Audacioso, diz que não teme essa mudança. “Para mim não muda nada. Ele ser ou não candidato não altera”, afirma.

  Apesar disso, elogia o prefeito. “Murilo é um cidadão de bem, uma pessoa boa, mas como administrador deixou a desejar. Foi bem melhor como deputado federal do que como prefeito. Como parlamentar teve uma boa atuação em Brasília, mas como prefeito sua atuação foi razoável. Tanto que sua rejeição é alta. A população entende que ele não cumpriu suas promessas. Em curto prazo, ele tem que terminar seu governo e suas obras e prepara para um retorno futuramente, mas não em curto prazo”, recomenda.

  Júlio Campos destaca que o PAC irá beneficiar o próximo prefeito e Murilo só será bem visto daqui a 2 anos, quando acontecer a consolidação desses projetos. “O próximo prefeito será bastante beneficiado pelo PAC e pelo trabalho do Mrurilo. Irão inaugurar todas suas obras e ainda terá recursos para investir em outras áreas. O Murilo só será bem avaliado daqui a 2 anos, quando essas obras serão inauguradas e vão lembrar que foram iniciadas no mandato dele”, avalia.

  Júlio ressalta ainda que Murilo não tem culpa de todos os problemas de Várzea Grande e joga a responsabilidade às gestores anteriores. Detalhe: esqueceu que já foi prefeito, assim como o irmão Jaime. “Eu acho que todos os candidatos têm condições de vencer, menos o atual prefeito devido ao desgaste da sua administração. Embora, vou deixar bem claro: nem todas as dificuldades que Várzea Grande vive hoje é responsabilidade dele. O quadro de deterioração da administração e de empobrecimento da cidade já vem de algum tempo”, afirma. (Alline Marques)

Postar um novo comentário

Comentários (16)

  • Mamoel Vitorino | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Já moro a 20 anos em V.Grande, só vejo falar nessa familia campos que eles arrebentaram com a cidade. Construiram suas carreiras politicas e seus patrimonios pessoal a custa do poder publico, Jaime era balconista do armazem do seu pai, agora o homem é um dos maiores empresarios no ramo de transporte e pecuaria sem falar em outros envestimentos fora do estado e do pais, da mesma forma o irmão JULIO CAMPOS, esses homems vive e mantem suas corjas familia na rapinagem de DINHEIRO publico. Agora para não perder o custume que voltar a ser prefeito de VG.
    O comentario anterior do Sr. Carlos Gomes defendendo o Julio Campos, é por que ele já foi prefeito de VG,que sussedeu Jaime em 1988, ele Carlos tambem é da mesma laia, farinha do mesmo saco, quando se fala a verdade eles se juntam para se defender, porque quando um deles cair nas mãos do MP e da PF, vai todos irão juntos.

  • rogerio fania parreira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Na entrevista que o candidato Julio Campos concedeu a esse site,fica demonstrado ser ele o mais preparado para assumir a prefeitura de V. Grande.Ë coerente e, com sua larga experiencia que tem,faz a grande diferença entre ele e o Dep. Maksues.A estratégia do Dep. está fora de moda.Xingamentos e acusações não são plano de governo, são apenas demonstração de despreparo de um borra-botas.

  • Carlos Gomes de Arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que me perdoe a jornalista Aline Marques, o seu comentário no inicio desta noticia é que é preconceituosa e extremamente infeliz e imparcial, pois as palavras do ex-Governador Julio Campos,relatadas na integra do seu texto é muito equilibrada,sensata,e real. Ninguem em sã consciencia aqui em V.Grande, mesmo os amigos de Murilo acreditam na sua candidatura agora em 2008, todos nós realmente o aconselhamos a concluir a sua administração em paz, com seriedade, sem arriscar sofrer um vexame eleitoral, talvez voçe que mora em Cuiabá não conhece a politica do outro lado da ponte, que é muito diferente da capital. As palavras do Dr. Julio são de extrema sensibilidade e verdadeiras, pois ha um ditado que se diz quem cala,consente, pois se ele não entrar com uma interpelação judicial contra o dep.Macksues Leite ,que falou na imprensa logo após a sua demissão da TV Rondon,de que Dr.Julio tinha pago 2 milhões de reais ao sr.Roberto Dorner, vai ficar como verdadeiras a sua afirmação.Por isso o Dr.Julio tem quem que pedir retratação ou ficara desmoralizado perante a nossa população. Acredito que o dep.Mackssuês deve estar passando aperto por não ter provas disso. Quanto a competencia e experiencia administrativa do Dr.Julio, talves voce Aline deve ser moradora recente de Cuiabá para não conhecer os trabalhos e beneficios que este politico fez por V.Grande e Mato Grosso,procure jovem reporter Aline ser menos parcial nos seus comentários e conhecer mais a história politica de MT.

  • marcelo arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Julio voltará ao poder em VG por inoperancia de Murilo no campo político, pois ele (Murilo) foi eleito pelas forças populares que não queriam mais o grupo dos Campos e na hora de administrar Murilo foi covarde e convidou os asceclas dos Campos para administrar.
    Aconteceu o que era previsível, Murilo faz uma administração pífia e politicamente não conseguirá se reeleger, muito menos, fazer seu sucessor.
    O mais provável que vai acontece é Murilo fazer um acordo com Julio sacrificando o PR, esperando ser candidato a deputado federal, pedir a Julio que não faça estardalhaço nas suas contas e esperar que Julio cumpra.
    Lembrando que Julio cumprir tudo isso é uma outra estória, pois se Julio ganhar, e se ganhar bem, se credencia a ser candidato a governador em 2010.
    Espera pra ver.

  • Ricardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Povo de Varzea Grande, acordem, chega de velharada e retrocesso.

    Acordem para vida. Não se esqueçam que se a cidade está esse bagaço e destruida e graças ao poderio de certas pessoas. E de um prefeito atual incompetente e medroso que se aliou a esse poderio.

    Acordem.

  • Walter Santos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Este deputado ta dando bom dia a cavalo e se não se cuidar com as palavras vai aconter o mesmo com Walter Rabello.

    AGER- Precisa bater dura com os propriétário de onibus, Ontém viajamos a noite num onibus da União casacavel sem AR refreigerado, lembreando que ela é a mais cara em passagens.
    Era, 3 da madrugada, o povo não aguentou e abril o bico, levamos o onibus pra uma garagem e lá o bicho pegou ja que eles não queria trocar o veículo por outro com AR.
    Lá tinha crianças homens mulheres e idosos na quela madrugada fria.
    O casa só teve solução após eu sacar da minha filmadora e começar a registrar tudo, aí apareceu os diretores meio estressados mais o que nos importou naquele momento , é que nos sedeu um onibus novinho que eles dizia não ter para troca.

    eu tenho tudo gravado.

    Dona Márcia Vandon, vamos mecher o corpo e ir pra luta

    obrigado a todos que leram esta reclamação.

  • Valmir | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse Julinho não é mole não ... ainda encontra um IMATURO como o Maksuês pela frente ... ai sim ele SOBE nas costas !!!

  • Mara Lucia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Adorei o passinho de ballet do Julinho.Parece ser um tal de Grand.......quem sabe assim VG chega lá.Absurdo estes homens é só briga por espaço e poder, ter e não ser. Projetos? ninguém fala nada. Vergonha de estado.Estamos cada vez mais atrazados.

  • Gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Julinho não quer disputar eleição e sim tentar o poder se utilizando de praticas corronelescas, Julinho dispute democraticamente, coisa feia, ficar perceguindo outros canditdatos,dando demstração que quer ganhar a eleição a qualquer custo.

  • Hernani Monteiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Realmente a entrevista do ex-Governador e Senador Julio Campos, feita a´reporter Aline,do RDNews,esta sensacional,além de mostrar a sua competencia,e preparo nos assuntos politicos, ele não radicaliza os ataques ao atual Prefeito Murilo, porque ele sabe que o Murilão tem 5% dos votos em todas as pesquisas feitas,e esse tantinho de votos irão para o seu lado, para evitar um mau maior para nossa V.grande, que é uma provavel eleição de Macksues, que além de inconpetente,falastrão,demagogo, poderá ser o novo Lino Rossi da nossa politica,pois esta avido em ocupar o poder, não medindo consequencias de seus atos e suas falas, contra qualquer cidadão, como foi essa sua acusação contra o emprersário Roberto Dorner, dono da Tv Rondon, que segundo informações de amigos meus de Sinop ele é rico e muito serio e trabalhador, e não tomaria uma atitude dessa contra Macksues e o seu padrinho Riva,por dinheiro, sem justa causa ,que é e politica de Sinop. Sou amigo do Murilo, mas aconselho-o não se candidatar agora e se possivel lançar um dos seus assessores Dito Loro ou Messias,apenas para defender a sua gestão,durante os 2 meses de horário eleitoral gratuito,pois chance de vitoria os dois murilista não tem nhenhuma, e o Macksues já era,pois a sua situação já vinha regular, agora fora do video de TV e sem o seu cinico Ação Geral que é verdadeira compra de votos da pobreza dos nossos bairros,ele vai cair a sua insignificancia em termos de apoio e votos.

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...

Promotor recebe medalha do Exército

Mauro Zaque curtinha   O promotor de Justiça Mauro Zaque (foto) foi condecorado com a medalha do Exército Brasileiro na manhã desta segunda (19), no dia da instituição. A solenidade é considerada a segunda maior do Exército Brasileiro, foi reservada por conta da pandemia e contou com a...

Sema reabre os parques em Cuiabá

mauren lazzaretti sema 400   Fechados desde 1º de abril, em obediência às regras de decreto municipal, que suspendiam as atividades coletivas, os parques estaduais urbanos de Cuiabá reabrem nesta segunda (19) para utilização pelo público. Será possível acessar as tradicionais trilhas...