Últimas

Sábado, 20 de Dezembro de 2008, 10h:10 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

CÂMARA DE CUIABÁ

Junta empurra para janeiro a decisão sobre vaga

   A tortura do vereador eleito Deucimar Silva (PP) vai atravessar 2008. A Junta Apuradora não se reuniu nesta sexta, conforme estava previsto, para julgar o pedido do suplente Marcus Fabrício (PP), que propõe impugnação de 155 votos em cédulas num urna de papel da seção 139. O julgamento ficou para janeiro, após o recesso forense.

    A juíza da 51ª Zona Eleitoral, Edileuza Monteiro da Silva, recebeu de volta na última terça (16) o processo do TRE, que determina que a Junta Apuradora aprecie o pedido de impugnação do Fabrício. Se a Junta deferir o pedido, optando pela nulidade dos votos, a cadeira de vereador, hoje garantida a Deucimar Silva (PP), ficará com Fabrício. Ambos tiveram a mesma votação: 3.524 votos. Deucimar ficou com a vaga por ser o mais velho. Nessa seção 139, Deucimar teve 4 votos, enquanto Fabrício não registrou um. O derrotado argumenta que um eleitor reclamou que creditou voto para ele e, na totalização geral, esse registro não apareceu.

   A Junta Apuradora é composta de 6 membros, entre eles a própria juíza Edileuza e tem participação do Ministério Público, através do promotor José Antonio Borges. Deucimar Silva já recebeu o diploma de vereador e, Fabrício, de primeiro suplente.

   A urna da seção 139 funcionou na escola Rodolfo Augusto Trechaud e Curvo, no residencial Paiaguás. A confusão foi armada porque a Justiça Eleitoral teve que recorrer à urna de lona. Até às 11h25, a votação foi por urna eletrônica, que acabou apresentando problema técnico. Depois, passou a ser em cédula de papel. Na hora de contabilizar os votos, o disquete não abriu, o que levou a juíza Edileuza a impugnar os votos daqueles que votaram na urna eletrônica, validando somente os da urna de lona. Fabrício reclamou que fora prejudicado e ingressou com pedido de impugnação. A magistrado o indeferiu e o progessista recorreu ao TRE-MT. Este, por sua vez, devolveu a missão de julgar o pedido à Junta Apuradora. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

PT na oposição independente do eleito

edna sampaio 400   Independente de quem ocupar o Palácio Alencastro, a partir de janeiro, a professora Edna Sampaio (foto), única eleita pelo PT à Câmara de Cuiabá, fará oposição ao prefeito. E dá sinais de que será uma parlamentar bastante atuante. Neste segundo turno, como o seu...

Secretário não consegue eleger Fred

fred gahyva 400 curtinha   O vereador licenciado e secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi um cabo eleitoral incansável pela candidatura de Fred Gahyva (foto) a vereador pela Capital. Ele liderou reuniões nas unidades de saúde, reforçando pedido de voto para o aliado e amigo de...

Deputado agora pula de palanque

elizeu nascimento 400 curtinha   O ex-vereador e hoje deputado estadual Elizeu Nascimento (foto), que amargou a oitava colocação na disputa ao Senado na eleição suplementar do último dia 15, mudou de lado, como se troca de camisa. Em princípio, era apoiador do projeto de reeleição do prefeito...

Ex-aliado, Sales lembra quem é Abílio

coronel sales 400   Em mensagem enviada aos amigos, reforçando pedido de voto para Emanuel Pinheiro, o coronel PM da reserva e secretário de Ordem Pública da Capital, Leovaldo Sales (foto), diz conhecer bem os dois candidatos que disputam, neste segundo turno, o Palácio Alencastro. Sobre Emanuel, lembra que este tem...

Uma perna no muro e dicas indiretas

eduardo botelho 400 curtinha   O presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (foto), chega ao final deste 2º turno das eleicões em Cuiabá com uma perna no muro. Ele liberou toda sua equipe para votar em quem quiser e todos pedem voto para Emanuel. Já Botelho, particulamente, preferiu não assumir publicamente o seu...

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

MAIS LIDAS