Últimas

Sexta-Feira, 15 de Fevereiro de 2008, 19h:05 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

DETRAN

Justiça acata denúncia do MP contra ex-diretor

 Acusado de envolvimento de esquema no Detran foi advogado da campanha de Blairo Maggi em 2002

 A Justiça acatou denúncia do Ministério Público, que propôs ação penal contra o ex-diretor de Veículos do Departamento Estadual de Trânsito, advogado Dakari Fernandes Tessman, e mais cinco pessoas. São acusados de envolvimento em um esquema de alteração de dados de carros de reboque em veículos de carga pesada. O esquema foi desbaratado em março do ano passado pela Polícia Civil, na Operação Metamorfose. Dakari integrou a banca de advogados da primeira campanha a governador de Blairo Maggi, em 2002. Depois, com aval do então presidente do Detran e hoje assessor especial do governador, Moisés Sachetti, o advogado assumiu cargo na diretoria do Detran.

    O inquérito policial foi instalado em fevereiro de 2005 e ficou constatado clonagem e venda desses veículos com placas “frias”, mas só agora a denúncia foi recebida pela Justiça. Também estavam envolvidos o despachante Mário Roger Mancuso, o empresário supermercadista de Goiás, Noézio da Costa,  Alessandro Souza Rodrigues, que tinha o papel de comprador de carretinhas em Goiás, Clésio Marcos de Jesus e Roberto Carlos Dionísio Lucas. Dakario, Mancuso e Nóézio chegaram a ser presos no ano passado. O golpe aplicado pelo grupo deixa um desfalque a financiadoras de cerca de R$ 1 milhão. 

   O grupo trabalhava em três Estados. Havia “os cabeças” em Goiás e ramificações em Tocantins. O crime se dava da sequinte forma: carretinhas com placas de Goiás eram transferidas para a jurisdição de Mato Grosso. Também era realizada a transferência da propriedade, providência até aqui regular e, posteriormente, de forma fraudulenta, providenciavam as alterações. Quando o emplacamento era realizado no Estado, em municípios do interior como, por exemplo, Peixoto de Azevedo e Matupá, o procedimento figurava de forma regular.

    O esquema contava com "laranjas" na condição de proprietários ou compradores dos veículos.
Dakari, Clésio, Mancuso, Noésio e Roberto responderão aos crimes de estelionato, corrupção ativa e passiva e falsificação de documentos. (Simone Alves)

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • João Moessa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sr. Romilson

    A primeira denúncia contra o Sr. Dakari é de julho de 2004, o inquérito só proposperou depois que fiz novas denúncias contra Este Senhor em agosto de 2006 ao novo Delegado Dr. Massau, entre a primeira e a nova denúncia que fiz o inquérito estava com a Delegada Alana.
    A amioria das irregularidades levantadas pelo Dr. Massau ocorreram depois da primeira denúncia, isto quer dizer que se a polícia tivesse agido com maior presteza certamente as acusações contra estas pessoas poderiam nem haver ou se ouvesse não seria de tamanha monta.

    abraços

    João Moessa
    Detran/MT

  • nivaldo santos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Gustavo Gava | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Muito bem MPE!

    Esse tal Dakari se achava um "poço de honestidade e probidade" dentro do Detran, finalmente a POLICIA provou quem ele realmente era.

  • Juliana Dias | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Demorou em Justiça Mato-grossense. Espero que condene os malandros culpados

  • Fabíola Passos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Por que demorou tanto MP? E Justiça também, qual é a de vcs. Precisamos vencer esses baderneiros do dinheiro e do aparelho público.

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...

Promotor recebe medalha do Exército

Mauro Zaque curtinha   O promotor de Justiça Mauro Zaque (foto) foi condecorado com a medalha do Exército Brasileiro na manhã desta segunda (19), no dia da instituição. A solenidade é considerada a segunda maior do Exército Brasileiro, foi reservada por conta da pandemia e contou com a...

Sema reabre os parques em Cuiabá

mauren lazzaretti sema 400   Fechados desde 1º de abril, em obediência às regras de decreto municipal, que suspendiam as atividades coletivas, os parques estaduais urbanos de Cuiabá reabrem nesta segunda (19) para utilização pelo público. Será possível acessar as tradicionais trilhas...