Últimas

Segunda-Feira, 19 de Março de 2007, 15h:47 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

JUDICIÁRIO

Justiça bloqueia bens de prefeito e de empresa

Batistello & Batistello pertence à mulher do ex-deputado Rossi    

 A Justiça determinou indisponibilidade dos bens de cinco pessoas, entre elas do prefeito de Luciara (a 1.163 km de Cuiabá), Nagib Elias Quedi (PP), e da empresa Batistello & Batistello Ltda - ME, propriedade de Querli Batistello, mulher do ex-deputado federal Lino Rossi (PP).

   O pedido foi feito pelo Ministério Público Estadual. O caso, segundo o MPE, tem ligação com a máfia dos sanguessugas - esquema de compra de ambulâncias superfaturadas às prefeituras a partir de emendas parlamentares junto ao Orçamento Geral da União. O ponto de partido foi uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), instaurada pela Câmara Municipal de Luciara, no ano passado. Foi constatado que a empresa venceu uma licitação fraudulenta para fornecer produtos hospitalares à prefeitura. O termo de convênio 1083 foi selado em 2005, entre a prefeitura e o Ministério da Saúde no valor de R$ 565 mil.

    Na sentença, a juíza observa que a empresa apresentou ativo circulante de R$ 31,3 mil, disponibilidade de caixa de R$ 10,6 mil, estoque de R$ 20,6 mil e passivo circulante de R$ 2,5 mil. Para a magistrata, tratam-se de "valores, assim, módicos para um contrato público de meio milhão de reais".

    Além do prefeito e da empresa, a juíza Rosângela dos Santos, da Comarca de São Félix do Araguaia, deferiu o pedido de indisponibilidade dos bens dos servidores municipais Fausto Aquino de Azambuja Filho, Joemy Silva Luz e Maurílio Aires Costa, suspeitos de terem articulado a suposta fraude.

    Em sua decisão, a magistrada escreve: (...) defiro o pedido de liminar de indisponibilidade de bens dos requeridos (...) de todo o patrimônio pessoal ou de eventual pessoa jurídica de que sejam sócios, sem prejuízo de posterior redução de tal indisponibilidade mediante demonstração do excesso”.

   Querli Batistelo já foi interrogada na Polícia Federal em inquéritos abertos para apurar o envolvimento de parlamentares e prefeitos no máfia dos sanguessugas.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

3 ex-prefeitos se juntam em Poconé

meire pocone 400 curtinha   Em Poconé, o prefeito Tatá Amaral, filiado ao DEM do governador Mauro e apoiado pelo ex-federal Fábio Garcia, está disposto a buscar a reeleição, mesmo com uma gestão pífia, isolado politicamente e com alto índice de rejeição. Enquanto isso, as...

Máquinas para reciclar garrafas pets

maquina 400 curtinha   Sob iniciativa da secretaria de Inovação e Comunicação da Capital, dentro dos projetos que buscam a sustentabilidade, a prefeitura vai colocar máquinas de reciclagem de garrafas pets em 15 pontos da cidade e com possibilidade de ampliar os locais de recolhimento. Em troca, o cidadão...

4 fora da reeleição em Rondonópolis

jailton 400 vereador curtinha   Em Rondonópolis, quatro dos 21 vereadores não devem ir à reeleição, sendo eles Thiago Muniz (DEM), Rodrigo da Zaeli (PSDB), Hélio Pichioni (PSD) e Jailton do Pesque e Pague (foto), do PSDB. Thiago e Rodrigo têm esperanças de concorrer a...

Prefeito apoia vice à briga em Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   Francis Maris vai mesmo declarar apoio oficial à pré-candidatura da empresária Eliene Liberato à sucessão em Cáceres. Em público, o prefeito faz mistério para não contrariar outros pretensos candidatos do grupo e que têm esperanças de receber...

Preparando um dos aliados a federal

mauro carvalho 400 curtinha   Embora não comente publicamente, o governador Mauro Mendes está "costurando" acordos políticos com líderes mais próximos, visando não só o pleito de 2020, mas também às eleições gerais de 2022. Em época de busca de projetos e de...

Salvando 1º ano de mandato no cargo

selma arruda 400 curtinha   Embora "sangrando" e com a imagem arranhada, a juíza aposentada e senadora cassada pelo TRE-MT Selma Arruda, que trocou o PSL pelo Podemos, consegue concluir este primeiro de oito anos de mandato. E vai se licenciar nos próximos dias para ceder espaço aquele que financiou a sua campanha,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.