Últimas

Domingo, 31 de Agosto de 2008, 12h:15 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

EDUCAÇÃO

Kishi tenta minar lei sobre alimentos em cantinas

  O deputado Wilson Kishi (PDT) apresentou um projeto contrapondo uma proposta do empresário e deputado licenciado Chico Galindo (PTB) e que até já se transformou na Lei 8.944. Trata-se de  fornecimento de alimentos calóricos e pouco nutritivos dentro das escolas públicas e privadas de Mato Grosso.

  O projeto de Galindo, irmão de Altamiro Galindo, proprietário da Unic, alterou o decreto 8.681 do deputado licenciado Otaviano Pivetta (PDT), que proíbe a utilização de bebidas, salgados e doces somente nas escolas públicas, deixando em aberto a rede de ensino privado. A "brecha" na lei de Galindo tende a beneficiar somente as escolas particulares. Dessa forma, cabendo a comercialização de qualquer alimento dentro das unidades escolares privadas. 

  Já o projeto de Kishi, apresentado em plenário na sessão da última terça (26) sugere que a lei de Pivetta volte a valer definitivamente. Ele defende que a proibição seja acatada tanto para as unidades escolares públicas quanto às privadas, e que haja um disciplinamento na alimentação oferecida aos estudantes da educação infantil e básica. Agora, cabe ao plenário apreciar a proposta, se modifica ou se mantém a lei. (Vívian Lessa)

(Às 16h) - Está havendo confusão, reage Galindo

Deputado Chico Galindo explica emenda apresentada ao projeto de Pivetta  O deputado licenciado Chico Galindo (PTB), candidato a vice-prefeito da Capital na chapa à reeleição do prefeito Wilson Santos (PSDB), explicou que está havendo muito equívoco na interpretação de sua emenda ao projeto do deputado Otaviano Pivetta que acabou virando lei acerca de alimentos nas cantinas e sobre merenda nas escolas. Ele observa que a proposta de Pivetta, que foi aprovada inclusive com o seu voto, proíbe as escolas públicas de, por meio de cantinas, proporcionar a venda de refrigerante, salgado e doce e com atenção especial à merenda acompanhada por nutricionista.

   Já a emenda, destaca o deputado Galindo, mantém as mesmas proibições, ou seja, veda salgado, refrigerante e doce como parte da merenda. "A única coisa que propus foi liberar a venda de refrigerantes e salgados nas cantinas porque não podemos proibir as pessoas de fazer isso. Se não tem refrigerante na cantina, a pessoa pode atravessar a rua e vir comprá-lo na esquina. Da minha parte não existe qualquer interesse pessoal nessa proposta. Não existe essa história de que eu liberei até venda de cigarro. Isso é um absurdo", reage Galindo. Ele observa que em Cuiabá existe até uma lei que proíbe cantina dentro das escolas municipais e diz concordar até que essa lei seja instituída também em nível da rede pública estadual. 

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Dr. Aécio Mattos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Muito estranho essa lei do dep. Chico Galindo,ao invés de usar seu mandato pra defender nossas crianças ele usa pra defender interesses particulares.Esse é o Sujeito que vai ser prefeito de cuiaba caso Wilson Santos seja reeleito.
    Proibir comercialização de alimentos prejudicias a saude de crianças é o minimo que espera ded nossos governantes

    Será que o deputado tem neto ?,se tem como ele trata a saude de seus netos ?

  • toni souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A lei do eputado Galindo previa inclusive a venda de CIGARROS E BEBIDAS ALCÓLICAS NAS CANTINAS DAS ESCOLAS DE ENSINO INFANTIL E FUNDAMENTAL.ISSO EM QUALQUER PAIS É CRIME!CRIME!.....CRIMINOSA ESSA LEI.

  • Gilberto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A lei do deputado Otaviano Pivetta proibia a comercialização nas cantinas de escolas pública e privadas,de alimentos com alto teor de gorduras trans e sturadas,como tambem de refrigerantes.
    A lei do deputado chico Galindo libera tudo,inclusive cigarro e bebidas alcólicas.Essa lei só atinge o ensino infantil e fundamental.
    Que tipo de homem púlblico é esse deputdo Chico Galindo?,Quais os interesses que ele defende?.Uma coisa é certa,da sociedade e de nossas crianças é que não!

  • Luciana | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Fico assustada ao constatar a falta de compromisso com o bem público de alguns parlamentares. A lei que quer fazer vigorar o Sr. Chico GAlindo é assintosa. Não pensa o nobre deputado no mal que uma alimentação errada pode causar nas crianças. O fato de não ter aceso nas cantinas escolares a produtos prejudiciais a saúde seria o mínimo a fazer para orientar o que comem nossos jovens, sabendo que uma má alimentação é fator para complicar ou causar inúmeras doenças. Caso não se preocupasse com o lado humano da questão, seria pelo menos razoável que pensasse nos altos gastos com saúde pública, que podem ser minimizados com políticas públicas preventivas.
    Será mero descompromisso com a população jovem de nosso estado ou será que interesses econômicos estão orientando a proposta do deputado Chico Galindo?

  • vilmari | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Legislar em beneficio da coletividade não parece ser a prioridade do deputado Chico Galindo e a pergunta que fica é quem é beneficiado com tal mudança?

    Muito mais que criar leis que beneficiam grupos individuais, como legislador e principalmente por ser ligado ao setor da educação, Chico Galindo deveria ser mais sensível ás causas da educação, e mais ainda com as causas ligadas ao ensino fundamental como está que trata da obesidade infantil.

    A sociedade espera mais de seus representantes!


  • Fernado Aquino | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Crime é o que esses tais Toni e Gilberto estão falando!! Que absurdo!! Como que podem mentir desse jeito?!

  • Antonio Paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns,dep.Otaviano Pivetta e Dep.Kishi pela demonstração de compromisso com a coletividade,é uma pena que a maioria dos parlamentares estaduais ñ agem como vcs,aproveito para pedir ao dep.Pivetta que ñ desista de disputar a presidencia da assembléia,o povo torce por vc,chega de continuismo e mesmice,convido as pessoas livres deste estado que cobrem de seus deputados,uma mudança séria,coerente e verdadeira no comando do legislativo estadual,lotacionograma neles.

  • joaõ lessa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A lei do dep. Otaviano Pivetta em seu segundo artigo proibia a comercialização de alimentos com alto teor de gordura trans e saturadas,proibia tambem a venda de refrigerantes,balas,pirulitos e similarestodos os pais sabem quanto custa a conta do dentista.
    A lei do dep.Chico Galindo altera todo Artigo segundo da lei do dep.Otaviano Pivetta,descaracterizando toda a lei.
    Passndo a proibir somente a utilização destes alimentos em merenda escolar.Fica pro dep.Chico Galindo explicar:
    1-nenhuma merenda escolar utiliza balas,pirulitos e refrigerantes na sua composição.
    2-ao alterar o artigo segundo obviamente foi suspensa a pribição,e o que não é proibido em lei é permitido,a lei do nobre dep.Galindo não proibia a comercialização em cantinas de alimentos prejudiciais nem de refrigerantes,nem de bebidas alcólicas,nem cigarros.
    3-foi preciso uma intervençaõ do dep.Roberto França para corrigir parte do equivoco,propondo uma emenda na lei do dep.Galindo proibindo a comercialização de cigarros e bebidas alcólicas.
    FICA TODOS OS LEITORES JUTAMENTE COM OS EDITORES E JORNALISTAS DESTE SITIO A PESQUISAR NA SEGUNDA NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA O TEOR DE CADA LEI,E SUAS SUBSTUTUIÇÃO,ASSIM TODOS VERÃO A VERDADE.SE CONSTATAREM QUE O DEP,CHICO GALINDO OMITIU A VERDADE OU AGIU DE MÁ FÉ É SÓ NÃO VOTAR MAIS NELE,E DESMINTI-LO EM PÚLBLICO,MUITO SIMPLES.

  • Dircineu Melo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabens aos Deputados Pivetta e Kishi, pela seus trabalhos como Legisladores!

    A Lei tem que ser para todos!

Gamba e efeito-vice em Alta Floresta

chico gamba 400 curtinha   O agricultor Chico Gamba (foto), que concorre a prefeito de Alta Floresta pelo PSDB, estaria disposto a substituir a vice da chapa, a empresária Roseli Gomes, a Rose da Tradição (PSC), por esta enfrentar forte desgaste político, rejeição popular e até denúncia. Mas,...

PT, candidata vetada e novo ajuste

bob pt 400 curtinha   O PT em Cuiabá, comandado pelo assessor do deputado Lúdio, Elisvaldo Almeida, o Bob (foto), terá de ajustar de novo a chapa proporcional, especialmente sobre candidaturas femininas em Cuiabá. Depois que foi intimado pela Justiça a completar a cota de mulheres, sob pena de indeferimento da...

TCE vê superfaturamento em Juara

carlos sirena 400 curtinha   Em plena campanha eleitoral o prefeito de Juara, Carlos Sirena (foto), candidato à reeleição pelo DEM, está tendo que buscar explicações sobre irregularidades apontadas pelo TCE-MT em alguns casos de dispensa de licitação, especialmente nas compras de produtos para...

Doação à campanha a pedido de Jayme

jayme campos 400 curtinha   O senador Jayme Campos (foto) não tirou um centavo do bolso para colocar na campanha de Kalil Baracat, mas é o responsável pela entrada de praticamente a metade dos R$ 1,4 milhão doados ao candidato do MDB à Prefeitura de Várzea Grande. Graças à...

Ex-senadora ajuda a afundar Reinaldo

selma arruda 400   Mesmo entregue ao ostracismo político, após ser cassada neste ano da cadeira de senadora por crimes eleitorais, como caixa 2, Selma Arruda (foto) ainda acha que consegue "arrebanhar" eleitores. E foi pensando nisso que ela apareceu no curto tempo do horário eleitoral de Reinaldo Morais para pedir voto ao...

Taques agora na lista de ficha-suja

pedro taques 400 curtinha   O ex-senador e ex-governador Pedro Taques (foto) entra na lista dos fichas-sujas. Ele se inscreveu para concorrer ao Senado pelo SD, mas teve registro indeferido pelo TRE devido a uma condenação aplicada pelo próprio Tribunal pelo uso eleitoreiro da Caravana da Transformação...

MAIS LIDAS