Últimas

Sábado, 24 de Janeiro de 2009, 10h:17 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

VARIEDADES

Leomar anuncia compra de veículos, sessões itinerantes e reforma no prédio da Câmara de Cáceres

    Em entrevista concedida recentemente ao radialista Luiz Garcia da Radio Difusora AM, o vereador Leomar Mota (PP), presidente da Câmara de Cáceres, anunciou várias ações para dinamizar os trabalhos e resgatar a imagem do legislativo cacerense.

    Entre estas ações, ele destacou a compra de dois veículos, já que a Câmara não conta com nenhum. Segundo Leomar, eles são indispensáveis para que os vereadores possam atender as demandas dos eleitores, especialmente os da zona rural. Ele lembrou que há vereadores que não possuem carro e outros que estão usando o próprio veículo, o que no seu entendimento é injusto já que a Câmara tem condições de bancar esta condição mínima de trabalho. Leomar afirmou que esta medida tem o aval dos demais vereadores que estão participando de todas as tomadas de decisão da atual mesa diretora.

     Outra medida anunciada, é a reforma do prédio da Câmara, necessária para sanar problemas crônicos como as goteiras que colocam em risco equipamentos e documentos importantes. Apesar da urgência, Leomar disse que as obras só devem acontecer após o período das chuvas.

    Além destas ações, o presidente da Câmara anunciou a retomada das sessões itinerantes que ele havia implantado quando assumiu interinamente a presidência em 2006. Leomar afirmou que pretende realizar uma sessão por mês, nos bairros mais distantes, distritos e na zona rural.

    O vereador também anunciou a retomada do projeto para construção de uma sede ampla para a Câmara. Ele disse que a atual já não comporta a estrutura existente, por isso encomendará um orçamento para as novas instalações do legislativo.

    Durante a entrevista, Leomar voltou a falar sobre a disposição de criar uma verba de representação para os vereadores em substituição ao pagamento pela convocação de sessões extraordinárias. O vereador afirmou que vai buscar instrumentos legais dentro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) para colocar a medida em prática.

    Sobre à decisão do TCE de condenar os vereadores da legislatura passada a devolver os jetons recebidos pelas sessões extraordinárias realizadas em 2007, Leomar afirmou que a assessoria jurídica da Câmara encontrou jurisprudência favorável e está recorrendo.

    Ao comentar o momento político, o vereador falou da visita do prefeito Túlio Fontes (DEM), a Câmara. Ele disse que enquanto ele for o prefeito, será tratado com respeito, independe de questões político partidárias.

    Essa postura, segundo o vereador é a mesma adotada em relação a recente disputa pela presidência da Câmara. Ele afirmou que mesmo não tendo o voto de cinco colegas, não fará retaliação a eles. Prova disso, é que ele já foi procurado por alguns deles manifestando arrependimento, sobre tudo pelo comportamento que ele vem tendo na presidência, agindo com independência e dando tratamento igual a todos.

    Com relação ao resgate da imagem da Câmara que afugentou o publico das sessões no ano passado, Leomar disse que isso será revertido na medida em que as ações dos vereadores forem divulgadas. “Isso vai atrair o publico e ajudará os vereadores a desempenharem o seu trabalho”, previu afirmando que isso será um dos desafios da sua gestão.

    Ainda em relação aos colegas, Leomar afirmou que a demonstração de que não há resquícios em relação à disputa pela mesa diretora, foi à indicação dos vereadores petistas Lucia Gonçalves e Alonso Batistas, para representarem a Câmara nos debates que antecedem a realização de uma audiência publica sobre o Zoneamento Sócio-Econômico Ecológico do Estado, que será realizada pela Assembléia Legislativa, em Cáceres, no mês de março.

    Com relação à gestão anterior, o vereador voltou a dizer que não fará auditoria e que isso é papel do TCE. “Eles tem toda competência para isso. Não vou gastar dinheiro da Câmara para fazer uma coisa que é de competência do tribunal de contas”, ponderou.

    Quanto à volta de Ricardo Henry ao comando da prefeitura, Leomar disse que acredita no retorno porque ele teve o voto da maioria. Para o presidente da Câmara, se houvesse outra eleição ele seria novamente o vencedor. Leomar disse que a justiça colocará as coisas no seu devido lugar.

    O presidente da Câmara lamentou que esta indefinição política, esteja provocando uma instabilidade que esta gerando prejuízo para o município. Ele citou como exemplo, o recuo das empresas que estão tocando as obras na cidade. Para o vereador, enquanto essa situação não se regularizar a maior prejudica será a população.

    Leomar finalizou a entrevista agradecendo os seus eleitores, a família e os colegas que o elegeram para presidir a Câmara pelos próximos dois anos. Por ultimo, se comprometeu em continuar lutando por melhorias, especialmente, para zona rural.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

PT na oposição independente do eleito

edna sampaio 400   Independente de quem ocupar o Palácio Alencastro, a partir de janeiro, a professora Edna Sampaio (foto), única eleita pelo PT à Câmara de Cuiabá, fará oposição ao prefeito. E dá sinais de que será uma parlamentar bastante atuante. Neste segundo turno, como o seu...

Secretário não consegue eleger Fred

fred gahyva 400 curtinha   O vereador licenciado e secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi um cabo eleitoral incansável pela candidatura de Fred Gahyva (foto) a vereador pela Capital. Ele liderou reuniões nas unidades de saúde, reforçando pedido de voto para o aliado e amigo de...

Deputado agora pula de palanque

elizeu nascimento 400 curtinha   O ex-vereador e hoje deputado estadual Elizeu Nascimento (foto), que amargou a oitava colocação na disputa ao Senado na eleição suplementar do último dia 15, mudou de lado, como se troca de camisa. Em princípio, era apoiador do projeto de reeleição do prefeito...

Ex-aliado, Sales lembra quem é Abílio

coronel sales 400   Em mensagem enviada aos amigos, reforçando pedido de voto para Emanuel Pinheiro, o coronel PM da reserva e secretário de Ordem Pública da Capital, Leovaldo Sales (foto), diz conhecer bem os dois candidatos que disputam, neste segundo turno, o Palácio Alencastro. Sobre Emanuel, lembra que este tem...

Uma perna no muro e dicas indiretas

eduardo botelho 400 curtinha   O presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (foto), chega ao final deste 2º turno das eleicões em Cuiabá com uma perna no muro. Ele liberou toda sua equipe para votar em quem quiser e todos pedem voto para Emanuel. Já Botelho, particulamente, preferiu não assumir publicamente o seu...

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...