Últimas

Quinta-Feira, 06 de Setembro de 2007, 20h:10 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

PESAR

Lepesteur seria executado em 2002 por R$ 40 mil

    (Atualização às 21h) O corpo do coronel aposentado Frederico Carlos  Lepesteur será enterrado neste sábado às 17h. Está sendo velado na Funerária e Capelas Jardins, em Cuiabá. Ele morreu, aos 56 anos, vítima de câncer - clique aqui é leia mais.

   Lepesteur acumulou, ao longo de sua vida, muitos processos e inimizades. Era polêmico e linha dura. Seu sustentáculo de poder num Estado paralelo começou a perder força quando foi destaque numa reportagem do Fantástico, da Rede Globo. Foi acusado de envolvimento num assassinato no Rio. Depois veio à tona a ligação com o comendador Arcanjo.

   Em 2002, o Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) descobriu que o coronel aposentado seria morto pelo cabo PM Hércules Agostinho e o ex-soldado Célio Alves. A morte de Lepesteur custaria R$ 40 mil. As revelações ao Gaeco foram feitas pelo próprio Hércules. Lepesteur seria morto como queima de arquivo em razão dos trabalhos que teria prestado ao "comendador" João Arcanjo Ribeiro, que cumpre pena por vários crimes. Lepesteur sabia demais e, segundo o Gaeco, Arcanjo queria eliminá-lo.

    O coronel só não foi assassinado à época por causa da Operação Arca de Noé, desencadeada em 5 de dezembro de 2002. Lepesteur foi uma das pessoas presas. O valor do assassinato já teria, inclusive, sido acertado entre Célio, Hércules e Arcanjo. Segundo o Gaeco, a idéia de mandar executar o coronel como queima de arquivo é um procedimento padrão das máfias asiática, espanhola, italiana e americana.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...

Promotor recebe medalha do Exército

Mauro Zaque curtinha   O promotor de Justiça Mauro Zaque (foto) foi condecorado com a medalha do Exército Brasileiro na manhã desta segunda (19), no dia da instituição. A solenidade é considerada a segunda maior do Exército Brasileiro, foi reservada por conta da pandemia e contou com a...

Sema reabre os parques em Cuiabá

mauren lazzaretti sema 400   Fechados desde 1º de abril, em obediência às regras de decreto municipal, que suspendiam as atividades coletivas, os parques estaduais urbanos de Cuiabá reabrem nesta segunda (19) para utilização pelo público. Será possível acessar as tradicionais trilhas...

Pilha em Jayme pra disputar o Governo

jayme campos 400   Mesmo sabendo que Jayme Campos (foto) não entra em disputa onde percebe dificuldades para vencê-la e militando no mesmo partido de Mauro Mendes, o DEM, algumas lideranças políticas têm instigado o senador a se lançar ao governo estadual. Para tentar convencer Jayme, lançam...