Últimas

Quarta-Feira, 19 de Setembro de 2007, 08h:50 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

Artigo

Ler tudo ou não ler nada?

     Nos últimos tempos venho enfrentando um dilema interno que, vá lá, vou agora compartilhar, quem sabe alguém me dá uma luz. Não sei o que ler para me manter informado. Ou melhor: não sei se leio tudo ou se não leio nada. É que a imprensa, de um lado ou de outro, está de tal modo comprometida econômica e politicamente que nunca se sabe onde está a informação (e ela está?) e onde está a desinformação.
     Há muito venho me cansando da imprensa que desbragadamente malha Lula e seu PT, como se fossem a fonte de todos os males brasileiros, inventores da corrupção, mas que deixa de oferecer aos leitores o contraponto representado por alguns avanços sociais importantes e evidentes, pela manutenção da estabilidade econômica e por outros fatos positivos. Afinal, algo de bom tem que ter.      Então, com a Veja devidamente ‘desassinada’, procurei tomar distância da dita imprensa tucana (me permita, Roberto Jefferson). Quis ver o que ocorre atrás do muro midiático que me irritou, o outro lado da moeda, enfim, a quantas anda a imprensa não FHC.
     Porca miséria. Só encontrei a imprensa lulista (com sua licença, Digo Mainardi). Nada que não deixe marcante a indesejável, sufocante, irritante, enojante, sensação de que desse lado também o único intento é manipular, incutir, induzir, tudo, menos simplesmente informar. Se de lá somente o podre é mostrado, sem qualquer preocupação ética em reconhecer e também permitir acesso ao que é positivo -exatamente como faziam os petistas pré-poder-, de cá mudam os artistas (no mais das vezes, no pior sentido da palavra), mas o enredo é exatamente o mesmo, com algumas, porém insignificantes, adaptações.
     Vá lá que hoje, ao contrário da era tucana, a maioria da imprensa é antigovernista. A que sobrou, no entanto, não se dá ao respeito. Está comprometida demais, até os ossos e bolsos, em corroborar tudo que seja dito pelos lados do Planalto, em reafirmar que ‘nunca na história deste país’ fomos tão felizes. E aí comete até o absurdo de defender a canalha parlamentar que absolveu Renan Calheiros.      Cheguei a ler no blog de Paulo Henrique Amorim, agora lulista de carteirinha, que Renan teria sido levado a seu calvário, entre outras razões também implausíveis, por ser mais um nordestino que estaria incomodando a elite paulistana, a exemplo do presidente da República. Desonestidade pura.
     Para essa imprensa, que nem de longe é a ‘alternativa’ que eu buscava, tudo que a oposição e seus jornais e revistas digam contra os interesses governistas é manifesta declaração golpista. Se dizem que Lula falhou, é golpe. Se não tecem loas aos feitos de Lula, é golpe. Se mostram que o governo se mobilizou para salvar Renan, é golpe. Se criticam a CPMF, é golpe. Se criticam Chavez e/ou Morales, é golpe. Então tá, estou atordoado.
     A opção seria não ler mais nada das ‘informações’ jornalísticas, nem de um lado, nem de outro. Nem ver televisão. Nem internet. Blogs, vade retro. Acho que seria mais saudável.
Mas vocês acham que é fácil lagar o vício?

José Renato de Oliveira Silva é Advogado e professor de Direito da UNEMAT (zerenatoadv@hotmail.com)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...

Promotor recebe medalha do Exército

Mauro Zaque curtinha   O promotor de Justiça Mauro Zaque (foto) foi condecorado com a medalha do Exército Brasileiro na manhã desta segunda (19), no dia da instituição. A solenidade é considerada a segunda maior do Exército Brasileiro, foi reservada por conta da pandemia e contou com a...

Sema reabre os parques em Cuiabá

mauren lazzaretti sema 400   Fechados desde 1º de abril, em obediência às regras de decreto municipal, que suspendiam as atividades coletivas, os parques estaduais urbanos de Cuiabá reabrem nesta segunda (19) para utilização pelo público. Será possível acessar as tradicionais trilhas...

Pilha em Jayme pra disputar o Governo

jayme campos 400   Mesmo sabendo que Jayme Campos (foto) não entra em disputa onde percebe dificuldades para vencê-la e militando no mesmo partido de Mauro Mendes, o DEM, algumas lideranças políticas têm instigado o senador a se lançar ao governo estadual. Para tentar convencer Jayme, lançam...