Últimas

Terça-Feira, 08 de Janeiro de 2008, 18h:55 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

VÁRZEA GRANDE

Lessa nega recurso sobre eleições nas escolas

   O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Paulo Lessa, rejeitou nesta terça (8) o pedido da Procuradoria-Geral de Várzea Grande para suspender a liminar que determina que a prefeitura regulamente o processo de escolha dos diretores de escola e gerentes de creche por meio de eleição direta. Na liminar, a Justiça determinou que a eleição ocorresse em dezembro do ano passado. Caso fosse descumprida a prefeitura teria de pagar uma multa diária de R$ 1 mil. O valor não vem sendo pago em razão do processo ainda se encontrar sob judice.

   No recurso, o procurador-geral Antônio Carlos Kersting Roque alegou que o Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público (Sintep-VG) não possui legitimidade para promover eleição dos gestores das escolas e das creches municipais, cuja competência seria da Secretaria Municipal de Educação e Cultura. A categoria realizou essa eleição como forma de protesto contra a atitude do Executivo. 

  "A liminar não deve ser suspensa pelo fato da ação civil pública não ter apenas por objeto a declaração de inconstitucionalidade, mas também a regulamentação do processo de escolha dos diretores e gerentes de creches do município de Várzea Grande", escreve Lessa, em sua decisão. Observa ainda que não pode suspender a liminar, pois não está devidamente caracterizada grave lesão ao interesse público ou à ordem pública. (Pollyana Araújo com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • marcos antonio de moraes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    a lei aprovada na camara e uma afronta a democracia,mas graças a justiça de vg e de mato grosso essas atrocidades caem por terra,murilao tem e que deixar o ego de lado esquecer seus aloprados conselheiros e respeitar as leis ,fazer as eleiçoes ja, respeitando a democracia ja que e brasileiro e vive em um pais democratico e nao na venezuela, o possivel aliciamento dos atuais diretores como cabos eleitorais nao vale a pena frente ao desgasto desnecessario de prisao etc etc

  • marcelo arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O procurador Roque num costumeiro acesso de bravata disse na prefeitura que ia acabar com o promotor Carlos Eduardo, por causa deste processo.
    Parece que a gestão Murilo "Dormindo" dá provas do porquê está indo tão mal.
    Cada assessor mais incompetente que o outro.
    Várzea Grande não vê a hora de realizar novas eleições e dar um novo rumo para o município.

2 abstenções e briga pela 4ª Secretaria

silvio favero 400   Dois deputados se abstiveram na eleição da Mesa Diretora da Assembleia desta terça cujo votação foi secreta. Nos bastidores, os comentários são de que as abstenções foram de Sílvio Fávero (foto), que se lançou à disputa e, sequer, teve...

Petista, incoerência e voto contrário

ludio cabral 400   O petista Lúdio Cabral (foto), daqueles parlamentares do morde e assopra, na tentativa de marcar posição, expõe cada vez mais suas incoerências em votação na Assembleia. Na sessão que antecedeu a eleição para a nova Mesa Diretora, provocada pela decisão...

Projeto sobre VI na Saúde está na AL

gilberto figueiredo 400 curtinha   Já está na Assembleia, para votação dos deputados, o projeto do governo que garante retomada do pagamento da verba indenizatória aos profissionais da Saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 nas unidades hospitalares, ambulatoriais e...

2 desembargadores vão para TRE-MT

carlos alberto tj 400 curtinha   O Pleno do Tribunal de Justiça define, na quinta (25), em votação secreta e por videoconferência, dois desembargadores que comporão os quadros de comando do TRE-MT pelos próximos dois anos. O ex-presidente do TJ, Carlos Alberto Alves da Rocha (foto), é um dos inscritos...

Primeira-dama pede retorno de auxílio

marcia_pinheiro_curtinha400 Primeira-dama de Cuiabá Márcia Pinheiro (foto), em visita à sede do Rdnews e entrevista ao Rdtv, pede que a bancada federal de MT se mobilize e vote favorável ao retorno do pagamento do auxílio emergencial às famílias em situação de vulnerabilidade. Márcia...

Retorno, um novo tempo e inocência

jose carlos novelli 400 curtinha   Os conselheiros José Carlos Novelli (foto) e Antonio Joaquim participaram nesta terça da primeira sessão do Pleno do TRE, após três anos e seis meses afastados por determinação da Justiça, com base em denúncias sem provas de que cinco conselheiros...