Últimas

Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 21h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Rumo a 2010

Líder do governo, Savi já "joga a toalha" a federal e vai à reeleição

Mauro Savi, do PR   O líder do governo na Assembleia, deputado Mauro Savi (PR), abandonou a pré-candidatura a federal e vai buscar mais uma reeleição no pleito deste ano. Ele tomou a decisão no último final de semana, num encontro a sós com o governador Blairo Maggi a mais de 2 mil km de distância de Cuiabá. Savi foi chamado para uma conversa com Maggi, que estava curtindo uns dias de folga com a família em Balneário Camboriu (SC). Pré-candidato ao Senado, Maggi orientou seu interlocutor a priorizar projeto à Assembleia por entender que, numa disputa à Câmara Federal, Savi teria grande dificuldade de se eleger. Dentro do PR há dois fortes concorrentes, os já federais Wellington Fagundes e Homero Pereira. Uma terceira vaga seria algo muito difícil. Savi está no segundo mandato de deputado.

    Ele concordou com as ponderações do governador. A partir dessa decisão, o Palácio Paiaguás começou a fazer novas mexidas no tabuleiro político. O presidente do Detran, Teodoro Lopes, o Dóia, que havia trocado o PSB pelo PR para disputar as eleições de deputado estadual, não entrará mais no páreo. Ele seria candidato se Savi fosse a federal, mas como o projeto "melou", Dóia fará campanha agora nos bastidores pela reeleição do seu padrinho político. A candidatura de Savi à reeleição surge como complicador para o ex-prefeito de Sorriso e já deputado José Domingos (DEM). É que ambos disputam a mesma base eleitoral.

     Outro que não gostou da notícia foi Wellington, presidente estadual do PR. Ele apostava em candidaturas como de Savi e do prefeito várzea-grandense Murilo Domingos para somar votos de legenda, na esperança do partido conquistar duas cadeiras, a do próprio Wellington e de Homero. O quociente eleitoral deve chegar a 193,2 mil votos. No pleito de 2006, a soma dos votos de legenda por vaga chegou a 179,4 mil.

    Chapão

   Preocupado em não eleger um federal, o PR fará agora exigência aos partidos do arco de alianças em torno da candidatura de Silval Barbosa (PMDB) a governador. Vai exigir a formação de chapão tanto para estadual quanto para federal, com PR, PT e PMDB. Assim, alimenta a esperança de garantir entre 3 e 4 cadeiras das 8 que vão estar em disputa para a Câmara Federal e também até 10 vagas das 24 em jogo na Assembleia.

    O cacique do PMDB, deputado Carlos Bezerra, se mostra resistente a essa ideia de chapão. No fundo, ele quer uma composição proporcional que facilite sua reeleição. A briga nos bastidores se acirra, afinal pré-candidatos, principalmente os detentores de mandato, não querem perder o trono, enquanto os que estão de fora brigam pela representatividade política de Mato Grosso em Brasília.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • messias di caprio | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 16h36
    0
    0

    ESSE DEPUTADO MAURO SAVE É UM "BAITA" CARA E MERECE UM ATENÇÃO MAIO DE MAGGI. QUERO DIZER AO MEU CARO AMIGO MAURO QUE, A REELEIÇÃO DELE PARA DEPUTADO É UMA CERTEZA.

  • Maykom | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 11h02
    0
    0

    O Deputado Mauro Savi sempre foi um soldado do Governo Maggi na Assembléia , o que me chama a atenção é a falta de reconhecimento por parte de nosso governante com a queles que lutam e fazem a diferença dentro da Politica estadual.

  • JOao Fernandes | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 09h27
    0
    0

    Para aqueles que dizem que os Politicos não representam o povo, VCS POVO!!! devem então assumir esta investidura, e começarem a agir como povo, até pq é mto fácil criticar o Poder Público, mais ficar em de braços cruzados, no final os Politicos e o Povo são a mesma coisa. QUE PAÍS É ESTE??????

  • Nelson Bonfim | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 08h10
    0
    0

    Se ele atendeu a todos que o procuraram nesses 04 anos, de forma prestativa e sem arrogancia, mesmo que não atendeu o pleito, ele vencerá novamente. Agora, se ele ou seu assessor corria das pessoas, ou chá de cadeira, pode esquecer, vai gastar dinheiro a toa na campanha. Já ouvimos muitas reclamações, de seu gabinete, principalmente do seu assessor, que foi expulso do Detran anos anteriores.

  • Prof. Luis Carlos Ferreira | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 06h38
    0
    0

    Eles querem é chegar lá. Não importa prá quê, nem porquê e - tampouco - prá quem... Aliás, interessa aos seus propósitos maquiavélicos, porque no Poder são imunes à justiça... enfim, interessa prá eles mesmos! Há muito que o Governo deixou de ser do povo, para o povo e pelo povo. A propósito: Quem é povo? O que existe é gente disfarçada de po(l)vo...

2 abstenções e briga pela 4ª Secretaria

silvio favero 400   Dois deputados se abstiveram na eleição da Mesa Diretora da Assembleia desta terça cujo votação foi secreta. Nos bastidores, os comentários são de que as abstenções foram de Sílvio Fávero (foto), que se lançou à disputa e, sequer, teve...

Petista, incoerência e voto contrário

ludio cabral 400   O petista Lúdio Cabral (foto), daqueles parlamentares do morde e assopra, na tentativa de marcar posição, expõe cada vez mais suas incoerências em votação na Assembleia. Na sessão que antecedeu a eleição para a nova Mesa Diretora, provocada pela decisão...

Projeto sobre VI na Saúde está na AL

gilberto figueiredo 400 curtinha   Já está na Assembleia, para votação dos deputados, o projeto do governo que garante retomada do pagamento da verba indenizatória aos profissionais da Saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 nas unidades hospitalares, ambulatoriais e...

2 desembargadores vão para TRE-MT

carlos alberto tj 400 curtinha   O Pleno do Tribunal de Justiça define, na quinta (25), em votação secreta e por videoconferência, dois desembargadores que comporão os quadros de comando do TRE-MT pelos próximos dois anos. O ex-presidente do TJ, Carlos Alberto Alves da Rocha (foto), é um dos inscritos...

Primeira-dama pede retorno de auxílio

marcia_pinheiro_curtinha400 Primeira-dama de Cuiabá Márcia Pinheiro (foto), em visita à sede do Rdnews e entrevista ao Rdtv, pede que a bancada federal de MT se mobilize e vote favorável ao retorno do pagamento do auxílio emergencial às famílias em situação de vulnerabilidade. Márcia...

Retorno, um novo tempo e inocência

jose carlos novelli 400 curtinha   Os conselheiros José Carlos Novelli (foto) e Antonio Joaquim participaram nesta terça da primeira sessão do Pleno do TRE, após três anos e seis meses afastados por determinação da Justiça, com base em denúncias sem provas de que cinco conselheiros...