Últimas

Quinta-Feira, 27 de Novembro de 2008, 09h:22 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

Artigo

Líder do MCCE diz que política continua embuste

  O coordenador em Mato Grosso do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), Antônio Cavalcante Filho, o Ceará, afirma que, apesar de campanhas publicitárias em defesa das eleições limpas, a política no país ainda continua um embuste (mentira artificiosa). Em artigo, ele considera que a corrupção só vai acabar mediante organização sólida das classes exploradas associadas a uma crença de revolução social.

  Ceará recorre também a indicadores do desenvolvimento feito pelo Banco Mundial para, sob sua ótica, desancar os chamados poderosos. "A riqueza privada desta colônia de banqueiros, empresários e latifundiários estupradores do meio ambiente gira em torno de R$ 2 trilhões. 

   O artigo é Ceará intitulado Uma Questão de Vida ou Morte está postado na seção Artigos, logo acima, à esquerda. Confira lá e comente cá.

Postar um novo comentário

Comentários (15)

  • Genaro Gentilli | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Admiro a persistência e o trabalho deste senhor. Um verdadeiro Dom Quixote lutando quase que solitariamente contra a democracia elitista de nosso Estado.
    Concordo com as suas assertivas embora um pouco simplistas.
    Gostaria apenas de ouvir do Ceará suas sugestões sobre como começar a reverter o processo atual onde o Povo participa apenas no processo eleitoral (Conselhos não representam o Povo legitimamente)e se vende por qualquer dinheiro porque é tão corrupto quanto o politico que ele elege.

  • THOME | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Normal, para o Brasil, mas o negócio e seguir o ditado agua mole em pedra dura, pena PT que o batia tanto agora derreteu-se

  • Otavio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isto de ve ser coisa de estudante de esquerda revolucionario de banco de escola e nao viu que o mundo mudou.

    este Sr. deve ter lido isto e achado bonito, pois é totalmente fora da realidade atual esta coversa de classe explorada,revoluçao, colonia de banqueiro,no minimo ele esta ouvindo muito hugo chaves , morales e vai por ai.

    Peço ao companheiro que se engaje na melhoria das condiçoes de vida de nossa gente atraves do trabalho e nao de da discordia, pois se o companheiro estivesse trabalhando nao teria tempo para pregar teorias universitariaas sem aplicaçao pratica.

  • Éber José de Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Mas uma vez concordo plenamente com o Ceará. A compração de votos que até alguns anos atraz era uma excesão, agora tornou-se regra. Essa é a verdade que apesar de não ter provas todo mundo sabe que corre solta mas eleições. As eleições hoje, via de regra, tem a seguinte estratégia: os candidatos fazem pesquisas internas para saber na realidade quantos votos teriam honestamente e calcula quantos votos vai precisar comprar para garantir a eleição (seja para prefeito ou para verfeador). Aí levanta a grana e coloca um pessoal pra comprar os votos sem nenhum pudor ou receio. Chega na casa e oferece na cara dura 100 ou 200 reais, ou uma Antena Parabólica, ou aparelho DVD, ou fogão, ou material de construção, ou serviços de máquinas (tratores). Aqui em Nova Canaã do Norte o comentário geral é que a farra da compra de votos por quem tinha a chave do cofre foi a seguinte: acertou com igrejas (dando serviços, materiaos de construção, terrenos, etc.), com produtores rurais usou-se lojas de produtos agropecuárias (doava-se arames para cerca, sal para gado, ração, medicamentos, etc..); com o povão carente de habitação usou-se lojas de material de construção (c/ doação de materiais em geral:tijolos, tinta, telhas, cimento, etc..), e com o povão avulso em geral era no cascalho mesmo, entregando grana viva. O famoso Santinho sumiu e apareceu agora como propaganda bem mais eficaz o REalzinho, de preferência a verdinha de 100. Não adianta ficar com hipocresia, com medo de falar o que de fato acorre cada dia mais. Todo mundo, toda população, de tanto ver esta situação já está começando achar que isso é normal. Metado vota com seriedade e metade é fornecedor de voto mediante pagamento. Quem não quiser entra no jogo de comprar voto é melhor nem se candidatar pois só vai passar raiva e decepção.

  • Marcia Mendonça | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Li o comentario do Sr Otávio de Juara e concordo com tudo que ele disse... esse sr deve ter tempo de sobra então ao invés de somente criticar e ficar fazendo mil denuncias muitas vezes sem provas, sem nenhuma procedência deveria fazer algo realmente útil para a população! o trabalho da maioria do MCCE é muitíssimo tendencioso eles sempre defendem o lado de alguem, a meu ver essas pessoas deveriam ser excluidas do movimento para que ele tivesse realmente respeito pela sociedade, que como eu acaba vendo isso tudo apenas como um meio de defender um lado e prejudicar o outro. é só interesse.

  • luis henrique | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ASISTIR UMA ENTREVISTA DO SR CALVALCANTE, EM QUE ELE DIZIA QUE UM CERTO VEREADOR DE CUIABA SERIA CASSADO POR COMPRA DE VOTO, ELE DISE SE ESSE VEREADOR NÃO FOSE CASADO O TRE NÃO CASARIA MAIS NIGUEM EM MT, E AT´´E AGORA NADA DE CASSAÇÃO, ENTAO SR CALVALCANTE VAI PROCURAR OUTRA COISA A FAZER...

  • Luiz Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quem já viu ou ouviu falar que algum candidato do PT foi denunciado pelo MCCE? Puro fisiologismo esse movimento.
    É um movimento para denunciar aqueles que atentam contra o poder do PT. Só isso!

  • João Gadelha Campos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Caro Ceará, me digas com quem andas e direis quem tú és
    vc não tem vergonha de andar com um cara igual o Fayad
    ou vc faz parte da mesma turma do Faiad, falsos moralistas
    vcs são igual urubu na carniça, apareceu tanto nas eleições
    que seus processos não serão nem julgados, parem de hipocresia,vcs estão enganado o povo, traidores

  • julianorabello | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    CEARA E AI E O LEVI VC ME DISSE PESSOALMENTE QUE SERIA CASSADO E NADA....ACREDITO NO SENHOR E BOM SÉRIA QUE CUIABÁ MT E O BRASIL ,TIVESSE MILHARES DE CEARA

  • Paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Este Senhor (Ceará) esteve aqui em Cáceres, vestiu a camiseta das Eleições Limpas repassada pelas mãos do Dr. Geraldo Fidélis, entretanto, o MCCE nada fez para possibilitar que a eleição daqui fosse realmente limpa, com isso, o resultado todos sabem: compra e venda de votos; doação de telhas; boca de urna etc..

    E então Sr. Ceará, pra que serve mesmo o MCCE?.. defende quais posições partidárias?

MPE vê prefeita de Torixoréu inelegível

ines 400 curtinha torixoreu   Para o Ministério Público Eleitoral, a prefeita de Torixoréu, Inês Mesquita Moraes Coelho (foto), que se lançou à reeleição pelo DEM, está inelegível. Numa ação de impugnação de registro de candidatura, o promotor...

Candidato amarga derrota na Justiça

adilson gon�alves 400 curtinha   O candidato a prefeito de Barra do Garças, delegado Adilson Gonçalves (foto), tentou, sem êxito na Justiça, censurar o Rdnews na publicação de matérias sobre o pleito eleitoral no município. Numa ação impetrada junto à...

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...