Últimas

Quinta-Feira, 31 de Julho de 2008, 21h:29 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

RUMO A 2010

Longe de MT, 3 líderes do PR montam estratégias


Maggi, Pagot e Sachetti, todos do PR, se reúnem em Brasília
Foto: H. Pradera

 O governador Blairo Maggi aproveitou a agenda em Brasília e visitou o seu afilhado político, executivo Luiz Antonio Pagot, diretor-geral do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transporte (Dnit). Maggi levou consigo para o encontro o prefeito rondonopolitano Adilton Sachetti, que enfrenta um páreo duro contra o deputado Zé do Pátio (PMDB) na campanha à reeleição. Eles se sentiram em casa, principalmente o governador, responsável por emplacar Pagot à frente de uma das autarquias mais cobiçadas da estrutura do governo federal.

   Pagot nem parecia aquele executivo angustiado do ano passado, que teve de esperar seis meses até ter o nome aprovado em sabatina e depois no plenário do Senado para poder ocupar a cadeira de diretor-geral do Dnit. Nesse interím, foi bombardeado de denúncias e críticas. Sobreviveu. Agora, tenta dar resposta, mas os buracos nas rodovias lhe tiram o sono. Ele se apresentou ao presidente Lula como o xerife que reduziria preços das obras das empreiteiras e que amenizaria o caos nas BRs. Por enquanto, só está na promessa.

   Indiferente à precariedade das rodovias federais, Pagot, Maggi e Sachetti ensaiaram, no gabinete dentro do Dnit, planos para as eleições gerais de 2010. Os 3 querem estar nas cabeças-de-chapas majoritárias pelo Partido da República. Maggi, que cumpre o segundo mandato de governador, sonha em concorrer à senatória. Já Pagot e Sachetti miram o Palácio Paiaguás. O diretor-geral do Dnit, ex-secretário de Estado de Infra-Estrutura, Casa Civil e Educação, precisa pavimentar literalmente as rodovias, principalmente as de MT para ganhar maior peso político e eleitoral, enquanto o prefeito de Rondonópolis, para alçar vôo rumo a 2010, tem o desafio de passar pelo teste das urnas deste ano. Há um Zé no caminho.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Pereira. | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ave.. Agora foi o Blairo que emplacou o Pagot no DNIT? Me lembro bem do Percival Muniz na reunião que tiveram com o Lula antes de apoia-lo para o segundo turno.

    Lula, te apoiamos... Mas queremos a secretaria dos transportes. E ai surgiu o DNIT. Pagot e Blairo devem agradecer e muito a Muniz,

  • Germano Souza Cruz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O tópico da matéria diz: Longe de MT, 3 líderes do PR Montam Estratégias, e logo abaixo aparece fotos de 3 supostos líderes.
    Na verdade, o que vejo é o patrão Brairo Magi e dois empregados seus.
    E Brairo Magi assim quer fazer com todos os que habitam no Estado de Mato Grosso, emplacando seus empregados: Pagot, Sachetti e MAUro Mente em pontos estratégicos.
    Aliás, Brairo chama estes pontos estratégicos de retiros, fazendo alusão de que a Sede é em sua Fazenda em Sapezal.

  • Cristiano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Alguem sabe me dizer oq esse pagot ta fazendo no dnit, até agora nois matogrossenses não vimos nadaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa maior blefe aquela historia de que seria bom o pagot assumi.

  • marcio bueno brandao | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    montam estratégias + combina com o povo tá, porque o poço é fundo e o sachetti sabe disso em Rondonpolis e vao ter que gastar muito com asfalto (quer dizer com aterro).

  • adriano fiuza almeida dias | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    o governador tem que entender que ele pode fazer campanha pro sacheti, mas tem que ser depois do espediente. eles (baliro,pagot e sacheti) estão fazendo politica durante o espediente de trabalho. é crimed eleitoral.
    blairo se cuida, 2010 vem aí

  • heleno | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    sr. governador pensei que o sr. tivesse tendo uma reunião pra tratar da segurança do estado ou pela saude do estado que andam pessimas, governador peça ajuda a quem pode te ajudar na area da segurança...vcs não sabem nada...nunca a segurança esteve nessa situação, sem politica de segurança, cade o sr. pra falar de segurança no estado, afinal pagamos impostos de uma satisfação ao povo de mt mas não mande assessores pra falar pelo sr.

PT na oposição independente do eleito

edna sampaio 400   Independente de quem ocupar o Palácio Alencastro, a partir de janeiro, a professora Edna Sampaio (foto), única eleita pelo PT à Câmara de Cuiabá, fará oposição ao prefeito. E dá sinais de que será uma parlamentar bastante atuante. Neste segundo turno, como o seu...

Secretário não consegue eleger Fred

fred gahyva 400 curtinha   O vereador licenciado e secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi um cabo eleitoral incansável pela candidatura de Fred Gahyva (foto) a vereador pela Capital. Ele liderou reuniões nas unidades de saúde, reforçando pedido de voto para o aliado e amigo de...

Deputado agora pula de palanque

elizeu nascimento 400 curtinha   O ex-vereador e hoje deputado estadual Elizeu Nascimento (foto), que amargou a oitava colocação na disputa ao Senado na eleição suplementar do último dia 15, mudou de lado, como se troca de camisa. Em princípio, era apoiador do projeto de reeleição do prefeito...

Ex-aliado, Sales lembra quem é Abílio

coronel sales 400   Em mensagem enviada aos amigos, reforçando pedido de voto para Emanuel Pinheiro, o coronel PM da reserva e secretário de Ordem Pública da Capital, Leovaldo Sales (foto), diz conhecer bem os dois candidatos que disputam, neste segundo turno, o Palácio Alencastro. Sobre Emanuel, lembra que este tem...

Uma perna no muro e dicas indiretas

eduardo botelho 400 curtinha   O presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (foto), chega ao final deste 2º turno das eleicões em Cuiabá com uma perna no muro. Ele liberou toda sua equipe para votar em quem quiser e todos pedem voto para Emanuel. Já Botelho, particulamente, preferiu não assumir publicamente o seu...

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...