Últimas

Quinta-Feira, 17 de Setembro de 2009, 11h:09 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

CÂMARA DE CUIABÁ

Lúdio aciona prefeitura em ministério por falta de médicos

   O vereador Lúdio Cabral (PT) ingressou com representação contra a Prefeitura de Cuiabá por falta de médicos nas unidades do Programa de Saúde da Família (PSF). Conforme o petista, 21 postos do PSF não contam com médicos, o que seria ilegal. “Como cobram que os médicos em greve mantenham 30% do atendimento, se a própria prefeitura não cumpre as exigências legais para os serviços primários?”, questionou Lúdio nesta quinta (17) da tribuna da Câmara de Cuiabá.  

   Ele ingressou com a representação nas promotorias de Defesa da Cidadania e da Infância e Juventude e no Ministério da Saúde, em Brasília. Segundo Lúdio, o ministério preconiza que 80% dos serviços primários nos municípios sejam cobertos pelo PSF. Porém, em Cuiabá, esse percentual não ultrapassa 38%, informou o petista.

   Ao todo, 63 unidades do PSF estão em funcionamento na Capital. “Elas atendem a 56 mil habitantes”, apontou Lúdio. Dessas, 14 não possuem médios contratados e, em outras sete unidades, os profissionais estão de licença ou de férias. “Isso é ilegal. A unidade do PSF não pode funcionar sem médicos”, reclamou Lúdio, que é médico e atende na Policlínica do Verdão.

  Outro Lado

   A secretaria municipal de Saúde (SES) informou, por meio da assessoria, que está com dificuldades para contratar 12 novos médicos. “Tem vagas, mas faltam pessoas que tenham o perfil que o Programa da Saúde da Família exige, como disponibilidade para trabalhar por oito horas diárias e paciência para visitar as casas dos pacientes”, apontou a SES. (Patrícia Sanches e Andréa Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (23)

  • PLINIO MARQUES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E sua excelencia o vereador que é médico não está dando sua contribuição porque?

  • Luiz André Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Êsse cabra até agora não prestou nenhum serviço relevante como vereador.Só sabe pedir CPI.Se o Prefeito espirra lá vem pedido de CPI.Êsse vereador tem uma atuação pífia igualzinha à atuação de dois senadores inoperantes que respondem pelos nomes:Agripino Maia(DEMO) e Artur Vírgílio Neto(PSDB).São dois senadores inúteis que só sabem falar em CPI tão inúteis como êsse vereador Lúdio Cabral.Quando médico do Bairro Osmar Cabral êle era visto lá na unidade de saúde sómente na época de campanha eleitoral.O prefeito WS deve aproveitar a greve e exonerar êsse médico.

  • magalhães | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Cabeção não vai mas precisar convocar os medicos da Policia Militar e Exercito já temos aqui um voluntario que pode fazer a diferencia, e mas já ganha do povo para trabalhar, e ai moço o senhor e ou não e voluntario??? Vamos la arregaçe as mangas e vamos a luta o povo espera, isso é o minimo que pode fazer por nos nestas horas dificeis da vida.

  • maria jose alves de arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Este vereador que e servidor público e nunca trabalhou, e facil fazer demagogia.

    vai trabalhar, a comunidade que te elegeu quer trabalho e não blablaaaaaaaaa.

  • José Vieira Marques | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Primeiro que boa parte dos comentários sobre a vida profissional do Dr. Lúdio é sem nenhum conhecimento.
    Segundo que essa tropa de choque raivosa do prefeito, que aqui manifesta, destorce, tira do foco, o problema principal que é a total incompetência desse governo na área de saúde, direito fundamental de eficácia absoluta, deixando em risco a vida de milhares de pessoas que têm como única opção o SUS.
    E o papel constitucional do Lúdio, como vereador, é fiscalizar os atos do poder executivo, que se mostra de total incompetência, e denunciar, seja dentro do próprio parlamento, ministério público ou quem quer possa apurar os fatos, reiteradamente até que se resolva.
    Por isso, são sem nenhum fundamento essas críticas, que deveriam ser ao descaso da prefeitura, sofridas pelo vereador, que pelo contrário deveria ser parabenizado por exercer o seu papel de fiscalizador e se dedicar a aquilo que mais deveria valer para um político: a vida do seu povo.

  • Sueli | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E aí Vereadorzinho?????
    O que vc fez prá ajudar a resolver essa situação?
    Continuou faltando plantão?
    Por que não pára de atirar pedra e vai colaborar?

  • CRISTINA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • MARLEIDE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Deveria denunciar era o Lúdio no Ministerio da saúde. Maior faltador de plantões. Foi designado para atender no Centro de Saúde Sucuri, e se negou a atender àquela população carente.
    Outra mentira de Dr. Lúdio. Ela afirma que a cobertura de PSF é de 38% e que atende 56 mil pessoas.
    Cada PSF é responsável por 4.500 pessoas em média, se Cuiabá tem 63 equipes de PSF, então tem cobertura de aproximadamente 285 mil habitantes, que corresponde a quase 60% de cobertura.

  • MARCUS PENNA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    FALSO E DISSIMULADO,e isso que esse vereador e .na ultima terça ele mesmo estava em uma reuniao da classe odontologa agitando os dentistas tambem p entar em greve.o povo nao e bobo a saude no pais tdo esta com problemas .essee e um movimento politico .agora vejam so ele foi o primeiro a agitar e pedir para os medicos pararem agora quer da uma de bom moço.um vereador tem que legislar em favor do povoe nao contra ele .ao inves de botar fogo ele deveria estar ajudando a a achar soluçoes.e p finalizar peço a vc ludio que va trabalhar po,pois tdo mundo sabe que vc nunca vai po.

  • valmir molina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse vereador é engraçado,incentiva os médicos a pedirem demissão,depois entra na justiça contra a prefeitura por falta de médico.É duro,mais é verdade.

Com Covid-19 e frequentando a AL

paulo araujo 400   O deputado Paulo Araújo (foto), do PP, está com reinfecção pelo Covid-19 e, mesmo assim, continua frequentando o prédio da Assembleia normalmente, como se não tivesse contaminado. Na primeira vez que foi infectado pelo vírus, também fez igual. Colegas parlamentares e...

2 abstenções e briga pela 4ª Secretaria

silvio favero 400   Dois deputados se abstiveram na eleição da Mesa Diretora da Assembleia desta terça cujo votação foi secreta. Nos bastidores, os comentários são de que as abstenções foram de Sílvio Fávero (foto), que se lançou à disputa e, sequer, teve...

Petista, incoerência e voto contrário

ludio cabral 400   O petista Lúdio Cabral (foto), daqueles parlamentares do morde e assopra, na tentativa de marcar posição, expõe cada vez mais suas incoerências em votação na Assembleia. Na sessão que antecedeu a eleição para a nova Mesa Diretora, provocada pela decisão...

Projeto sobre VI na Saúde está na AL

gilberto figueiredo 400 curtinha   Já está na Assembleia, para votação dos deputados, o projeto do governo que garante retomada do pagamento da verba indenizatória aos profissionais da Saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 nas unidades hospitalares, ambulatoriais e...

2 desembargadores vão para TRE-MT

carlos alberto tj 400 curtinha   O Pleno do Tribunal de Justiça define, na quinta (25), em votação secreta e por videoconferência, dois desembargadores que comporão os quadros de comando do TRE-MT pelos próximos dois anos. O ex-presidente do TJ, Carlos Alberto Alves da Rocha (foto), é um dos inscritos...

Primeira-dama pede retorno de auxílio

marcia_pinheiro_curtinha400 Primeira-dama de Cuiabá Márcia Pinheiro (foto), em visita à sede do Rdnews e entrevista ao Rdtv, pede que a bancada federal de MT se mobilize e vote favorável ao retorno do pagamento do auxílio emergencial às famílias em situação de vulnerabilidade. Márcia...