Últimas

Segunda-Feira, 19 de Outubro de 2009, 15h:15 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

EMBATE

Lúdio diz que Soares faz vistas grossas e é incompetente


Lúdio e Soares trocam "farpas" durante sessão metropolitana; secretário reclama de falta de recursos
Fotos: Josinei Moreira

  O vereador Lúdio Cabral (P) aproveitou a sessão metropolitana desta terça (19) para tecer duras acusações contra a gestão do secretário de Saúde de Cuiabá Luis Soares. O petista chamou o gestor de incompetente e o acusou de fazer “vistas grossas” aos problemas relacionados ao setor. Inconformado, o parlamentar levou um verdadeiro arsenal para "metralhar" Soares, mas o tempo destinado a ele na tribuna se esgotou exatamente no momento em que apresentava boletins de ocorrência contra a prefeitura. O presidente da Câmara de Várzea Grande Wanderley Cerqueira (PR) concedeu seus 5 minutos ao vereador. 

  O petista apresentou, então, dois registros de entrada de pacientes no último sábado (17) assinados pelo médico Ernesto Bettio Soares, que em tese faz parte da equipe da Masp, empresa contratada pelo prefeito de Cuiabá, Wilson Santos (PSDB), para atender no Pronto Socorro. O parlamentar apresentou também um boletim de ocorrência feito pelo Samu contra Humberto Carvalho de Matos, que era responsável pelo atendimento de Paulo Artur Alves, vítima de atropelamento com fraturas e escoriações, mas se negou a atender o paciente. “Esse é o famoso plano B da prefeitura? Deixar a população sem atendimento? Essa é a tal empresa com grande experiência neste tipo de atendimento? Os médicos do Masp simplesmente abandonaram o plantão”, bradou Lúdio, que fez questão de ressaltar que apenas o CPF dos médicos constava no documento. “Eles não tem CRM? Realmente não entendo essa estratégia”, reclamou.

  No final, o petista mostrou um documento assinado Huark Douglas Correa, superintendente do HPSMC. No receituário ele confirma a inexistência de médicos no box de urgência e emergência no sábado. “O HPSMC na noite do dia 17 de outubro está sem médico cirurgião no box de emergência, sendo assim, não há estrutura para o atendimento de pacientes politraumatizados”, registra Huark.

  • Clique aqui e leia o documento assinado por Huark

  Contrapondo as acusações, Soares disse que há uma orientação desde o início do mês para que o Samu encaminhe esses pacientes ao Pronto Socorro de Várzea Grande. Ele lembrou que a situação está crítica desde que os médicos de Cuiabá resolveram deixar de atender. “O tumulto deste final de semana é resultado acumulativo deste movimento grevista. Não tem nada a ver com a reforma. Estamos fazendo o que é possível”, argumentou o secretário. Após ser alvo de duras críticas por parte de outros vereadores, ele lembrou que Cuiabá recebe pacientes de todo o Estado e que a demanda é alta demais. Em determinado momento, perdeu a paciência com os vereadores Washington Barbosa (PRB) e o Cerqueira, que iniciaram uma conversa a “pé de ouvido”. “Será que minha palavra vai ser garantida por vocês”, reclamou Soares.

  Ele reforçou a tese de que os governos estadual e federal precisam contribuir mais. “Desde que foi municipalizado em 1993, o sistema foi ficando estrangulado. Precisamos de ajuda. A demanda é grande demais”, reclamou. Ainda segundo ele, antes o Estado sedia 350 servidores, hoje são 160. “Pagamos mais de 6 mil partos que não eram de pacientes de Cuiabá somente de janeiro a julho”, argumentou Soares.

  Moro por sua vez, lembrou que o governo destina R$ 1,3 milhão ao mês para a Prefeitura de Cuiabá gastar com serviços de urgência e emergência, mesmo montante repassado para os leitos de UTI da Capital. “Muitos servidores trabalham no município e, além disso, cuidamos de outras coisas como o Samu que deveria ser uma parceria com o município, mas apenas o Estado arca com os gastos”, cutucou Moro.

  O secretário estadual ressaltou também que são repassados R$ 420 mil para Várzea Grande e outros R$ 412 mil para Rondonópolis. “No caso de Rondonópolis, arcamos também com todos os gastos do Hospital Regional”, justifica. Ele lembra que o Hospital do Cristo Rei está praticamente pronto. Foram destinados R$ 15 milhões para a execução do projeto. “Agora estamos viabilizando os equipamentos. Até o final do ano queremos que tudo esteja funcionando”. O secretário garantiu  que em breve será construído um novo hospital em Cuiabá. “Nossa bancada federal está viabilizando os recursos para isso”.

  Outro que saiu em defesa da administração municipal foi o líder do prefeito, Paulo Borges (PSDB). Ele classificou o movimento grevista dos médicos como político. Frisou que a situação é complicada e pediu que todas as lideranças sentem e cedam. “A situação é complicada e não podemos deixar Cuiabá padecer e a população ficar sem atendimento”, afirmou. Ele pediu também maior apoio do governo estadual. Lembrou que Cuiabá é a única Capital com um hospital municipal como referência no Estado. (Patrícia Sanches)


Boletim de ocorrência feito pelo Samu contra o HPSMC por falta de médicos no hospital

Postar um novo comentário

Comentários (21)

  • FABIO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se isso ocorrese num pais sério, os responsaveis pelo caos,estariam atras das grades.

  • edson nogueira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    esse lúdio é só blá-blá-blá, não gosta de trabalhar, falta seções na câmara, não dá plantão médico, pois se de fato tivesse preocupação com a saúde pública em cuiabá daria a sua cota de responsabilidade como cidadão. tudo o que o prefeito fizer ele é do contra, não pensa que pode estar prejudicando a população. mais cidadania e solidariedade humana senhor ludio, ou já esquecestes dos principios do socialismo que o seu partido, no passado, tanto defendeu.

  • antoni gonsalo de souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    e ai seu ministéio pùblico qual é o vosso papel, é cruzar os braços? diante de tanta cachoreira do prefeioto de cuiaba, seja na saude, com está ai estampado pra todo mundo ver, está o dinheiro do pac, olha a lagoa encantade 3 dias de festas, inalguração, que vergonha? taí o tansporte urabanos com uma das tarifas mais carras do brasil. e tem gente que nunca recebeu seguer um centavo do passe estudante, o alternativo transporte, ministério público faz de conta que voces não sabem, e parece que dos pequenos voces estõao querendo frota nava, tratamentos iguais pelo menos, empresas de fora receberam até a mais da prefeitura, cade a age? cade sr Tut? ministério públuco,

  • ale | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Estamos á merce da propria sorte pois pelo que já deu para perceber MPF brinca de trabalhar começou em VG o caus com o prefeito que já deveria ter cido cassado agora a saude publica. Esqueceram que se trata de seres humanos e que deve ser tratado com dignidade ONDE MORAMOS EXISTE LEI. ou existe jogo de interesse de alguns seres.

  • pedro paulo rangel | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vocês poderiam ir a Rondonópolis onde o SAMU funciona dentro do Corpo de Bombeiros Militar e com uma parceria maravilhosa atendendo a sociedade sem politicagem. Infelizmente na região metropolitana não conseguem fazer a mesma coisa.

  • douglas | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    chupa essa manga Soares, seu malandrinho o seu cargo está em risco, rrsrsrsrsrsrsrs......

  • Juliano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Só pela foto se percebe que o sorriso escondido na face do Secretário de Saúde é de deboche o pouco caso com o povo. Só pelo fácies se percebe que o mesmo é de pessoa perturbada. Que não é são não pode cuidar da saúde dos outros.

  • Leandro Marcos da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    O VEREADOR LUDIO CABRAL PRECISA PARAR DE FAZER POLITICAGEM COM COISA SÉRIA, O VEREADOR INCENTIVA OS MÉDICOS A FAZER GREVE PARA DEPOIS FICAR FAZENDO DISCURSOS VAZIOS E DENÚNCIAS INFUNDADAS. SENHOR VEREADOR LUDIO CABRAL, USE O SEU MANDATO PARA FAZER POLITICA DE ALTO NIVEL, POLITICA DE INTRESSE DA COMUNIDADE. ESTAMOS DE OLHO!

  • Ricardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A Saude em Mato Grosso é tratado como uma ponte para muitos alcancarem seus objetivos financeiros.

    E tão facil resolver o problema..........É so priorizar a SAUDE.

    - Paga os salarios dignos aos medicos.
    - Abastece as clinicas de remedios e equipamentos.
    - Coloque cameras em todas as clinicas para monitorar o pessoal trabalhando.

    PAGUE MAIS TEM QUE EXIGIR DOS FUNCIONARIOS DEDICAÇÃO.

    TEM QUE COLOCAR GENTE QUE TEM VOCAÇÃO PARA TRABALHAR COM A SAUDE, PESSOAS EDUCADAS QUE ABRAM SORRISOS E NÃO ESSA PESSOAS ARROGANTES DE CARA FECHADA QUE SO SABEM RECLAMAR.

    TEM QUE PAGAR MAIS TEM QUE MONITORAR ESSE PESSOAL.

    PAGA BEM MAIS MONITORA ESSE POVO PREFEITO.

    A MESMA COISA DEVE SER FEITO NA EDUCAÇÃO.

    TA FALTANDO FISCALIZAR ESSES FUNCIONARIOS QUE TRABALHAM NA SAUDE E EDUCAÇÃO.
    FICA ESSA DESCULPA QUE SALARIO NÃO É BOM E NINGUEM TRABALHA.

    EU ACHO QUE QUEM PAGA TEM QUE EXIGIR

  • maga | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Homi sorri da desgraças dos outros, nunca vi isso tão descaradamente. E enquanto isso o Prefeito está de vento em popa, em campanha pelo Estado, e nos continuamos morrendo na porta do PSM. E vem ai o aumento do IPTU.

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

Afilhado de Bezerra nomeado adjunto

clovis cardoso 400   O MDB, sob o cacique político Carlos Bezerra, "emplacou" mais um filiado histórico em cargo relevante na gestão Mauro Mendes. O advogado e ex-superintendente regional do Incra-MT, Clovis Figueiredo Cardoso (foto), foi indicado e já nomeado para o cargo de secretário-adjunto de Agricultura...

MPE suspende censo previdenciário

jose antonio borges 400 curtinha   O procurador-geral de Justiça, promotor José Antonio Borges (foto), suspendeu o censo previdenciário cadastral dos membros e servidores inativos e pensionistas do MPE. O recadastramento deveria ter iniciado no último dia 11 para ser concluído no final de fevereiro. Borges tomou...

Juca e os 7 secretários da Câmara

andre pozetti 400 curtinha   O presidente Juca do Guaraná definiu sete dos nove secretários que vão ajudá-lo a administrar a Câmara de Cuiabá. O secretário de Administração é Bolanger José de Almeida. O coronel PM da reserva Edson Leite conduz o Patrimônio e...

Morre mais um pastor da Assembleia

pastor jose alves de jesus 400   A Covid-19 transforma mais um pastor da Igreja Assembleia de Deus em vítima fatal. Morreu nesta terça José Alves de Jesus (foto), que presidia há vários anos o Campo Eclesiástico Autônomo da Igreja de Primavera do Leste e região. Ele estava hospitalizado com o...

Mauro e os "cabeças chatas" do CE

mauro mendes 400   O governador Mauro Mendes está disposto a conhecer a experiência da  educação pública  do Ceará, que há anos apresenta os melhores índices no Ideb e é orgulho dos irmãos Ciro e Cid Gomes, ex-prefeitos de Sobral e ex-governadores. Até pretende...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.