Últimas

Terça-Feira, 03 de Fevereiro de 2009, 11h:32 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

CÂMARA DE CUIABÁ

Lueci lidera bancada após derrota à presidência

  A primeira sessão ordinária da Câmara de Cuiabá deste ano foi marcada pela chamada boas-vindas dos 19 parlamentares, muitos deles estreantes. Pelo menos na sessão matutina desta terça não houve atraso. Começou às 9h, sob a presidência de Deucimar Silva (PP). Wilson Santos, presente à sessão, confirmou o vereador Paulo Borges como líder do prefeito e Lueci Ramos como líder da bancada do PSDB no Legislativo. Ela substitui o ex-vereador Permínio Pinto. 

  O vereador Toninho de Souza, líder da bancada pedetista, apresentou uma Moção de Repúdio ao governador André Puccinelli (MS), que teceu fortes críticas à cidade de Cuiabá e chegou a comparar o índice de violência na capital mato-grossense à guerra na Faixa de Gaza. Segundo Puccinelli, Cuiabá, que disputa a vaga com Campo Grande, não tem os requisitos necessários para subsediar a Copa do Mundo de 2014. O governador de Mato Grosso do Sul chegou a dizer que somente algo sobrenatural tirará de Campo Grande a subsede da Copa. Nesta terça (3) a comitiva da Fifa e CBF visita Campo Grande e depois segue para Cuiabá para analisar a estrutura das cidades.

  Outro vereador que subiu à tribuna para comentar a disputa pela subsede da Copa do Mundo foi Francisco Vuolo (PR). Ele pediu que o prefeito Santos construa um novo estádio. Nenhum projeto importante foi encaminhado para a Câmara, o prefeito disse que isso ocorrerá apenas na próxima semana já que agora está focado na Copa do Mundo. O vereador Domingos Sávio (PMDB) foi um dos poucos que mudou de assunto.

  Ele propôs que a Câmara crie comitivas itinerantes para aproximar o legislativo da população. Sugeriu também uma sessão especial para discutir a proposta do Executivo de aumentar o preço da tarifa do transporte coletivo urbano. (Patrícia Sanches)

11h40 - Edivá se afasta; Rossevelt fica com a vaga

  O vereador Edivá Alves (PSDB) aproveitou a primeira sessão do ano para apresentar seu pedido de licenciamento do cargo para que possa assumir a secretaria municipal de Trânsito e Transporte Urbano. O documento foi protocolado e aprovado pelos 19 vereadores de Cuiabá.  Com a saída de Edivá assume o suplente Rossevelt Coelho. Edivá Alves ficará no lugar do ex-secretário Elismar Bezerra.

12h - Lúdio quer emenda contra privatização da água

  O vereador Lúdio Cabral (PT) disse nesta terça durante a primeira sessão ordinária da Câmara que protocolará um projeto de emenda que proibirá a privatização do tratamento da rede de esgoto e distribuição de água  na Capital. A proposta foi anunciada 3 dias após o prefeito Wilson Santos confirmar parceria com a empresa Sabesp (SP). "Agora que temos o PAC, temos que nos precaver contra a privatização. Vou propor uma emenda que impeça que outra empresa passe a gerir nosso sistema de água e esgoto".

  O parlamentar criticou ainda a elevação em 20% da tarifa de água e tem esperança de conseguir barrar o aumento. "Eu sempre fui contra a essas tarifas e vou tentar reverter essa situação".    

12h30 - Lutero diz não temer auditoria; defende PCCs

   O vereador e ex-presidente da Câmara de Cuiabá Lutero Ponce aproveitou a primeira sessão de 2009 para defender o Plano de Cargos, Carreira e Salários dos servidores do Legislativo. Segundo ele o projeto foi aprovado pelos 19 vereadores da antiga legislatura e não causará nenhum prejuízo aos cofres do legislativo. "A folha de pagamento praticamente não se alterará. Nos preocupamos com tudo e fizemos o que achamos justo", argumenta.

  Lutero defende a realização de auditoria na Câmara e diz que não teme os resultados. Ele se diz vítima de perseguição e avisa que usará a tribuna da Câmara para se defender sempre que achar necessário. "Eu acho que o presidente da Câmara deve mesmo fazer auditoria, mas ele não tem o direito de dizer que fiz auditoria fantasma. Eu apresentei o resultado para a imprensa e vários órgãos".

  No final de seu discurso entrou em confronto com o vereador Éverton Pop (PP). Lutero disse que reformou o local e que não faltam "tampas no vaso", conforme acusou Pop recentemente - veja aqui. O progressista pediu a palavra e retrucou. Disse que se houve reforma ela foi incipiente. "Se passaram argamassa aqui foi só uma pincelada. Levei um susto quando entrei no meu gabinete". Lutero, por sua vez, afirma que fez tudo o que era possível e que vem sendo "metralhado" pela imprensa sem chance de defesa.

12h40 - Deucimar critica Lutero e quer reforma no PCCS

  Deucimar Silva diz que não está acusando ninguém de ter roubado nada. Ele quer a instauração de uma comissão para analisar a questão do PCCS. O progressista criticou ainda a auditoria feita por Lutero. "Vamos deixar a auditoria dizer o que  realmente aconteceu na Câmara. Não estou acusando ninguém, mas o fato é que muitos vereadores tentaram e não tiveram acesso aos documentos". Deucimar garante que tentou ter acesso à auditoria feita pelo antigo gestor mas não obteve êxito.

  Sobre o PCCS, Deucimar rebate Lutero e argumenta que há impacto de pelo menos 36% na folha de pagamento. "Quero dizer aos parlamentares que a folha de pagamento pulou de R$ 186 mil para R$ 255 mil, isso significa um bom acréscimo", cutuca.

  O progressista criticou ainda o novo enquadramento estabelecido pelo projeto. "Alguns terão aumento de apenas R$ 10. Outros pularam de R$ 7 mil para R$ 12 mil. Isso não é justo". O presidente da Câmara argumenta que há muitas falhas no PCCS. "Não tem sequer registro de como foi constituído o projeto". Deucimar finalizou sua explanação dizendo que não perseguirá Lutero, mas que irá até o final na busca por irregularidades. "Estamos em um verdadeiro embate, ainda não sei quem sairá vitorioso". (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Magalhães | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Rapaaaazzzzzz o Ludgero (Lutero) Ponche (Ponce) saiu da toca depois de tanto tempo...os cabos eleitoral soltarão até fogos pois ainda tem saldo de campanha sem pagar.

  • Marcos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sr. Toninho de Souza: deixa de ser demagogo e oportunista. Vai aprender a legislar e fiscalizar o executivo municipal, que é pra isso que o povo te elegeu e te paga o teu salário. Moção de repúdio, hahahaha. A verdade dói e incomoda, não é mesmo?

  • Alyrio Cardoso Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sucesso ao novo vereador Roosevelt Coelho, que sua passagem pela câmara seja repleto de vitórias.

  • patricia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vereador Deucimar ao inves de ficar julgando o que ja foi feito,pague o nosso salario,o senhor foi viajar e nós ficamos aqui em pao e agua.

  • Mariney | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O vereador Deucimar está se achando, está com a corda toda. O cara nunca foi eleito. Era suplente na legislatura passada. Agora, entrou na marra, pela idade. Eu acredito sinceramente que ele quer aparecer, para na próxima eleição conseguir se eleger de verdade. Cuidado, servidores da Câmara, derrepente o prédio pode vir abaixo, pois segundo o Presidente da Casa, o imóvel está obsoleto. Ele está louquinho para reformá-lo e gastar milhões. Aí sim, tudo vai melhorar.

  • nho só | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É isso aí Paty, dê-lhe duro, senão ele não paga. Como diz o gordo è só OBA, OBA. Arnaldo que o diga

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

Vice que morreu na praia em Tangará

renato gouveia 400 curtinha   Assim que percebeu que não seria escolhido pelo prefeito Fabio Junqueira (MDB) como o candidato governista na briga pela Prefeitura de Tangará da Serra, ainda em junho, o vice-prefeito Renato Gouveia (foto), do PV, correu para os braços do tucano Vander Masson. Levou com ele uma chapa de 21...

Câmara chama secretária para vaga

chico 2000 curtinha   Após a destituição de Ralf Leite (MDB) da vaga de Chico 2000 (foto), licenciado, por força de decisão judicial, a Câmara de Cuiabá convocou a primeira suplente Luciana Zamproni (MDB) para assumir mandato temporário no Legislativo, menos de 30 dias. Ela atua como...

PTB perdeu uns, mas ganhou outros

emanuelzinho 400   Em Várzea Grande, enquanto alguns militantes do PTB, puxados pelo secretário jaymista Silvio Fidelis foram para os braços do candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB), que tem Hazama (DEM) de vice, militantes de outras legendas decidiram abraçar a candidatura do petebista Emanuelzinho (foto). São...

PT de Cuiabá passivo; ROO, autêntico

kleber amorim 400 curtinha   O PT de Rondonópolis se organizou melhor, mobilizou a militância, se tornando mais autêntico do que o núcleo petista de Cuiabá. Para se ter ideia, o partido, numa posição de coragem e levando preocupação ao prefeito Zé do Pátio, que tinha...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.