Últimas

Quinta-Feira, 02 de Julho de 2009, 11h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

INVESTIGAÇÃO

Lutero aparece, nega corrupção e vê equívocos de delegados


Lutero Ponce, em entrevista coletiva, mostra edição do Diário de Cuiabá, que apresenta como manchete a frase "Procura-se" e revela estar triste com a situação, principalmente quando teve prisão decretada
Foto: Rodinei Crescêncio

    Em sua primeira aparição pública após ter prisão temporária decretada e, em seguida, conseguir revogá-la, o ex-presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, vereador Lutero Ponce (PMDB), “jurou” ser inocente das acusações de que teria provocado rombo superior a R$ 7,5 milhões e defendeu com “unhas e dentes” os cinco servidores em cargos comissionados que foram denunciados pela Delegacia Fazendária. Em entrevista coletiva nesta quinta, momentos antes do início da sessão, Lutero isentou de culpa os outros cinco empresários apontados como participantes do esquema, no qual ele seria o mentor na condição de presidente do Legislativo. Avisou que, por mais que ocorra pressão popular, não vai renunciar ao mandato.

     "Confio em todos os servidores acusados. Eles (servidores) foram indicação pessoal minha. Tenho total confiança neles”, afirmou o parlamentar, demonstrando tranquilidade e, em determinado momento, agindo até com ironia e sorriso sarcástico. Lutero apresentou ainda uma lista com as chamadas despesas fixas da Câmara. Segundo a planilha apresentada por ele, mensalmente o Legislativo contava com despesas de R$ 1,3 milhão para um duodécimo de R$ 1,6 milhão. Esses gastos seriam referentes à folha de pagamento e a despesas com água, energia elétrica, lanches para as sessões, locação de sistemas de informática e limpeza em geral. “Seria humanamente impossível desviar R$ 7,5 milhões. Eu não fiz isso, nunca ganhei dinheiro com a política. Tudo isso é um verdadeiro equívoco”, se defendeu Lutero, que comandou a Câmara de 2007 a 2008.

   Apesar de enfatizar que toda a investigação da Delegacia Fazendária "está errada", já que nenhum esquema de fraudes ocorreu durante sua gestão, o parlamentar se mostrou resistente à abertura de uma Comissão Processante pela Câmara.“Para isso existem os órgãos competentes. Eu acho que os trabalhos no Legislativo devem continuar normalmente. Sem investigações”, ponderou Lutero para, em seguida, completar, “mas quem decide isso são os vereadores”.

  Questionado sobre o seu paradeiro durante o período em que foi considerado “foragido” da Justiça, o parlamentar disse que estava na Chácara de um amigo, mas não quis revelar onde e quem seria o amigo. “Prefiro preservar o local e o nome desse meu amigo”. Ainda segundo relatou o peemedebista, a sua viagem a descanso coincidiu com a data em que a Justiça expediu mandado de prisão contra ele. “Eu sempre viajo. Não estava fugindo da polícia, apenas não estava em casa”. Lutero disse que telefonou para seu advogado Paulo Taques, que o orientou a não retornar até esta quarta.

   "Ele (Paulo) me disse que tentaria uma habeas corpus e que era para eu esperar. Se não conseguisse eu iria me apresentar à Justiça do mesmo jeito. Não estava fugindo". Após a coletiva, Lutero foi para a sessão como se não tivesse acontecido. Disse que o clima deve continuar sem conflitos entre ele e os demais vereadores, com exceção do presidente da Mesa Diretora, Deucimar Silva (PP), responsável pelo cerco que se fecha contra Lutero. (Patrícia Sanches)

------------------------------------------------------------------
Clique no play
e veja o que disse Lutero Ponce

Postar um novo comentário

Comentários (22)

  • Dicão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Antonio de Figueiredo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É brincadeira mesmo, como podemos aguentar uma aberração dessa natureza, fala sério né, era para ir direto pra cadeia, este país não tem jeito não!

  • ALINE OLIVEIRA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Paulo Mattos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • José Charles | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tenho acompanhado o noticiário em relação à Câmara de vereadores de Cuiabá. Esse vereador (Lutero) tenta explicar o inexplicável. E o pior que tudo vai acabar em pizza......

  • Alberto Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • SÉRGIO ALCÂNTARA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    EU NÃO SEI QUEM É MAIS CULPADO NESTE CASO, SE O VEREADOR QUE FEZ PECULATO OU SE SÃO OS ÓRGÃOS DO JUDICIÁRIO QUE NÃO PUNEM, MESMO COM AS EVIDÊNCIAS NAS MÃOS!!

    QUAL A CULPA DO TCE, ATRAVÉS DO CONSELHEIRO BOSAIPO, QUE APROVOU AS CONTAS DA GESTÃO LUTERO?

    ALGUÉM FEZ ALGUMA COISA CONTRA A DEPUTADA CHICA NUNES QUE COMPROVADAMETE FEZ IGUAL AO LUTERO?

    ALGUÉM PUNIU O RIVA E BOSAIPO PELAS EVIDÊNCIAS DE PECULATO?

    ALGUÉM FEZ ALGUM COISA CONTRA O LINO ROSSI, CMPROVADAMENTE UM DOS ARTICULADORES DO ESCÂNDALO DOS SANGUE-SUGAS?

    BESTAS SOMOS NÓS, POBRES QUE ACEITAMOS PACIFICAMENTE A CÂMARA MUNICIPAL SE AFUNDAR NA LAMA, TANTOS SÃO OS ESCÂNDALOS ENVOLVENDO VEREADORES...

    O CERTO SERIA NÓS IRMOS, EM UNS 50.000 NA CÂMARA E MOSTRAR PARA QUEM ELES DEVEM TRABALHAR E NÃO PARA RESOLVEREM SEUS PROBLEMAS PARTICULARES!!

    SE ELES (POLÍTICOS ENVOLVIDOS EM PROCESSOS) ESTIVESSEM NA CHINA OU CORÉIA JÁ ESTARIAM CONDENADOS E MORTOS HÁ MUITO TEMPO!!

  • SALVADOR | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tadinho, dá até dó dele, ele está com vergonha...

    Seria estranho se ele assumice a culpa, fosse cassado, tornasse inelegível, devolvesse os 7 milhões, pedisse desculpas a população e fosse preso!!

    Infelizmente são estas pessoas que recebem títulos honoríficos, Cidadão Cuiabano...

    O Judiciário dá um péssimo exemplo aos estudantes de Direito, primeiro ao mostrar o Paulo Taques ensinando como advogados mentem e orientando seu cliente a mentir, negar e negar...

    Dá tristeza saber que na maçonaria tem gente que prega uma coisa e na profissão usa de outros métodos nada morais!!

  • Luiz Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    nossa que história, igua a do chapelzinho vermelho, saci-perêrê e do minhocão do rio cuiabá, pelo amor de deus vai ser cada de pau assim lá no sítio do pica-pau amarelo.

    TOMA VERGONHA

  • Atilio da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É um absurdo o que a delegacia fazendária faz emitindo mandado de prisão sem nem fazer tentativa de ouvir qualquer cidadão.
    Dá para entender como POLITICA uma decisão que deveria ser apenas de POLICIA, ou seja, investigar.
    Hoje em dia não basta ser honesto, tem provar que é honesto.
    Parabéns ao vereador que se apresenta e bota cara pra bater...

Colíder com 2 candidatos desgastados

jaiminho 400 curtinha   Em Colíder, duas figuras bastante desgastadas politicamente estão na disputa pelo Executivo, sendo o prefeito Noboru Tomiyoshi, que fechou aliança com apenas três partidos (DEM, PSD e SD), e o ex-prefeito Jaime Marques (foto), que concorre pelo PSC numa coligação que agrega DEM e...

PP com 25 a vereador projeta 3 vagas

orivaldo da farmacia 400 curtinha   O PP, da base aliada do prefeito Emanuel, conta com 25 candidatos a vereador pela Capital. Deve conquistar entre duas e três vagas. Os principais concorrentes são os já vereadores Orivaldo da Farmácia (foto), Marcrean Santos e Luis Cláudio, além do ex-vereador...

MPE vê prefeita de Torixoréu inelegível

ines 400 curtinha torixoreu   Para o Ministério Público Eleitoral, a prefeita de Torixoréu, Inês Mesquita Moraes Coelho (foto), que se lançou à reeleição pelo DEM, está inelegível. Numa ação de impugnação de registro de candidatura, o promotor...

Candidato amarga derrota na Justiça

adilson gon�alves 400 curtinha   O candidato a prefeito de Barra do Garças, delegado Adilson Gonçalves (foto), tentou, sem êxito na Justiça, censurar o Rdnews na publicação de matérias sobre o pleito eleitoral no município. Numa ação impetrada junto à...

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

MAIS LIDAS