Últimas

Quarta-Feira, 20 de Maio de 2009, 12h:50 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

CÂMARA DE CUIABÁ

Lutero pressiona, tem 12 votos e não será investigado

  Sob alerta de que guarda a "sete chaves” todos os documentos relativos a sua gestão (2007/2008), o ex-presidente da Câmara de Cuiabá, Lutero Ponce (PMDB), deu um verdadeiro xeque-mate em quase todos os vereadores reeleitos.  Acuados e, com medo de que o peemedebista possa "abrir a boca", parlamentares pretendem esquivar da votação do processo sobre abertura de investigação e afastamento imediato de Lutero, acusado de deixar um rombo superior a R$ 3 milhões.

  Segundo informações de bastidores, Lutero já teria se reunido com todos os veteranos e os colocado contra a parede. Deucimar, por sua vez, tenta reverter a situação e levar os parlamentares para a ala que defende a cassação do peemedebista. Por enquanto o placar é de 12 a 7 pela absolvição de Lutero. O pedido deve entrar em pauta nesta quinta.

   Entre os reeleitos que votarão contra a criação da Comissão Processante e o afastamento imediato, estão Francisco Vuolo e Chico 2000 (os dois do PR), Lueci Ramos (PSDB), Ivan Evangelista (PPS), Leve Levi (PP), Lúdio Cabral (PT) e Júlio Pinheiro (PTB), que ocupa a vaga do licenciado Clovis Hugueney, o Clovito (PTB). Articulado, Lutero "convenceu", na base da pressão, outros quatro estreantes: Ralf Leite e Néviton Fagundes (ambos PRTB), Antônio Fernandes e Paulo Borges (os dois do PSDB) a aderirem ao grupo. Líder do prefeito Wilson Santos na Câmara, Borges recebeu orientação do Palácio Alencastro para seguir a maioria, não criar inimizades e, assim, deve votar pró-Lutero, ou seja, contra a abertura de investigação.

   Temendo repercussão negativa junto à sociedade se vierem a votar a favor de Lutero, os vereadores Levi, Pinheiro e Néviton anunciaram que vão viajar. Assim, fogem do embate e contribuem para a não-criação da Comissão Processante - saiba mais aqui. A votação serão aberta. Deucimar estuda agora adiar a votação para a próxima terça, uma jogada para forçar os "viajantes de última hora" a estarem presentes à sessão.

   Com 12 dos 19 votos a seu favor, Lutero está sorrindo à-toa pelos corredores da Câmara. Aposta que mais uma pizza será servida no Legislativo cuiabano. Segundo o Regulamento Interno, a Comissão Processante só poderá ser aberta por maioria absoluta. Nesse caso, são necessários 11 votos e, como a ala de Deucimar tem apenas 7, tudo indica que o pedido de investigação será arquivado, a exemplo do que aconteceu no ano passado, quando a petista Enelinda Scala pediu afastamento do próprio Lutero, que presidia a Câmara, e foi voto vencido.

   Da bancada do PSDB, apenas Roosivelt Coelho se manifestou favorável à abertura de processo contra Lutero. O problema é que Lueci e Antônio Fernandes estariam articulando junto ao secretário de Trânsito e Transportes Urbano da Capital, vereador licenciado Edivá Alves, para que este "enquadre" Roosivelt e influencie na mudança de seu voto. Além dos dois tucanos, os pedetistas Adevair Cabral e Toninho de Souza, Washington Barbosa (PRB), Everton Pop, Domingos Sávio e Deucimar Silva defendem a cassação de Lutero. Deucimar tem direito a voto, mesmo sendo presidente porque, nesse caso, trata-se de abertura de processo investigatório. (Patrícia Sanches)

Como estão os bastidores acerca do
processo envolvendo Lutero Ponce

Pelo não-afastamento...
 Francisco Vuolo (PR)
Chico 2000 (PR)
Lueci Ramos (PSDB)
Ivan Evangelista (PPS)
Leve Levi (PP)
Lúdio Cabral (PT)
Júlio Pinheiro (PTB)
Ralf Leite (PRTB)
Néviton Fagundes (PRTB)
Antônio Fernandes (PSDB)
Paulo Borges (PSDB)
Lutero Ponce (PMDB)

..e pela Comissão Processante
 Roosivelt Coelho (PSDB)
Adevair Cabral (PDT)
Toninho de Souza (PDT)
Washington Barbosa (PRB)
Everton Pop (PP)
Domingos Sávio (PMDB)
Deucimar Silva (PP)

Postar um novo comentário

Comentários (27)

  • Juliano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tem vereador novato do PSdB, que pregava ética, moral e etc...
    Agora é linha de frente para abafar o caso....
    Deus o ilumine....!!!

  • Salomao | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Acho graça o pessoal pede afastamento e esquece que o RALF esta na Camara até o Toninho de Souza ficou Calado no programa dele nem fala mais mais alguns paresentadores gente primeiro tem de ver o julgamento e a caçação do vereador RALF 9 mil sem trabalhar

  • Carmelindo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu diria sem medo de errar, que a totalidade das casas legislativas deste País (onde tem assento os chamados representante do povo) chamado Brasil, se tornaram em um verdadeiro picadeiro de circo onde a platéia, o povo, são os verdadeiros palhaços.

  • Joilson Alves | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E esse Ludio...cara de pau...falso

  • arthur | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    NENHUM VEREADOR DEVE MAIS AO POVO DOQUE O NEVITON, POIS FOI ELEITO SEM DINHEIRO, SEM COMPRA DE VOTO, SO NA CONFIANÇA DE QUE SERIA UM POLITICO DIFERENTE, SÓ FALTA VOTAR Á FAVOR DO LUTERO PONCE PARA COMPLETAR A DECEPÇAO DOS SEUS ELEITORES, NA PROXIMA ELEIÇAO VENHA COM MUITO POIS NAO VAI FICAR BARATO PRA VC PROF.

  • DENIR | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É muita farra com dinheiro público e agora o rabo está gigantesco , para ser cortado pelo veradores que tem culpa no cartório , isso é uma vergonha .

  • valmir molina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Caro Romilson,vários filiados juntamente com a juventude do PSDB,irão protocolar hoje no diretório municipal um posicionamento do mesmo quanto a esta questão,e o vereador que não respeitar a decisão será pedida sua expulsão.
    O PSDB é um partido sério,e aquele que o representa tem que ter ética e postura partidária,afinal todos precisaram da legenda para ter mandato.

  • Cláudio Brito | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sou uma pessoa extremamente pacifica e fiel ao grande Pai Celestial, mas devido a toda essa grande sujerada feita por esses politicos em nossa camara, que hoje detona, e amanhã passa mão na cabeça, estão brincando num grande barril de polvora prestes a explodir. Acho que eles vão começar a tomarem vergonha na cara, na hora que um cidadão de bem, que é pai de familia, desempregado e passando fome, não suportar mais se feito de palhaço e explodir literalmente esses caras que não merecem estar onde estão.
    fica aqui a minha indignação e meu repudio!
    Vamos trabalhar pela nossa Cuiabá!!!

  • Alexandre do Espírito Santo Almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Há alguns dias lancei o desafio(QUEM IRÁ COMPRAR O REFRIGERANTE,POIS A PIZZA JA TEMOS?) em um outro comentário relacionado a cassação do então vereador LUTERO...Mais sinceramente,fiquei muito mais muito admirado com a posição do vereador Drº Lúdio Cabral,que votou pelo não afastamento do dito cujo.Mais logo vossa excelência que gosta de investigar,abrir CPI´S e tudo mais,vive querendo investigar a gestão Wilson Santos,PORQUE QUE VOSSA EXCELÊNCIA NÃO QUER QUE O VEREADOR PONCE SEJA INVESTIGADO....TEM RABO PRESO DRº LUDIO INVESTIGADOR...

  • Paulo Mattos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Os bandoleiros que homiziam-se neste momento na Câmara Municipal de Cuiabá resolveram de comum acordo e visando primordialmente salvaguardar interesses próprios, cuja exposição pública poderá transformar-se em muitos e muitos anos de cadeia, homenagear o Grande Capo Lutero Ponce, concedendo-lhe atestado de lisura infinita quando Presidente daquela instituição (???). Compelidos principalmente pelo argumento do Grande Capo que, ao que parece possui documentos importantíssimos revelando as maracutaias criminosas de seus comparsas, os doze nominados neste artigo resolveram render homenagem ao Chefe e o preservarão, doravante, de qualquer constrangimento naquela Casa (da Mãe Joana, com todo respeito à dona Joana). Desta forma, aquele antro estará preservado devidamente contra as ações do povo cuiabano que, trabalhador e honesto, não concorda com os crimes contra o patrimônio público ali cometidos reiteradamente e ao longo dos anos. Mas como os ocupantes de referido antro possuem suas imunidades e seus poder de barganha, nada poderá, doravante, ser comentado a respeito da malversação de recursos públicos naquele local.
    Segundo informantes postados no antro, digo, Câmara Municipal de Cuiabá, os submissos ao Grande Chefe exigirão uma Sessão Extraordinária para assegurar a este último mais uma imunidade: o título de Comendador.
    Aguardem novas informações.

Avaliar realiza pesquisa em Cuiabá

antero 400   O instituto Avaliar Pesquisa e Comunicação Estratégica, vinculado ao ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto), foi contratado pelo site Preto no Branco, do próprio Antero, para realizar uma pesquisa sobre intenções de voto para prefeito e vereador de Cuiabá....

Patriota, vários evangélicos e cantor

oscemario daltro 400 curtinha   O nanico Patriota, hoje sem um assento na Câmara de Cuiabá, lançou chapa completa para vereador, com 38 nomes. E pode eleger até dois. A proporcional acaba se fortalecendo porque o partido tem cabeça de chapa ao Executivo, o ex-prefeito por dois mandatos Roberto França. Entre...

Colíder com 2 candidatos desgastados

jaiminho 400 curtinha   Em Colíder, duas figuras bastante desgastadas politicamente estão na disputa pelo Executivo, sendo o prefeito Noboru Tomiyoshi, que fechou aliança com apenas três partidos (DEM, PSD e SD), e o ex-prefeito Jaime Marques (foto), que concorre pelo PSC numa coligação que agrega DEM e...

PP com 25 a vereador projeta 3 vagas

orivaldo da farmacia 400 curtinha   O PP, da base aliada do prefeito Emanuel, conta com 25 candidatos a vereador pela Capital. Deve conquistar entre duas e três vagas. Os principais concorrentes são os já vereadores Orivaldo da Farmácia (foto), Marcrean Santos e Luis Cláudio, além do ex-vereador...

MPE vê prefeita de Torixoréu inelegível

ines 400 curtinha torixoreu   Para o Ministério Público Eleitoral, a prefeita de Torixoréu, Inês Mesquita Moraes Coelho (foto), que se lançou à reeleição pelo DEM, está inelegível. Numa ação de impugnação de registro de candidatura, o promotor...

Candidato amarga derrota na Justiça

adilson gon�alves 400 curtinha   O candidato a prefeito de Barra do Garças, delegado Adilson Gonçalves (foto), tentou, sem êxito na Justiça, censurar o Rdnews na publicação de matérias sobre o pleito eleitoral no município. Numa ação impetrada junto à...