Últimas

Segunda-Feira, 29 de Janeiro de 2007, 06h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Maggi adia nomeação de Malheiros à Casa Civil

      A nomeação do deputado João Malheiros (PPS) na cadeira de secretário-chefe da Casa Civil, programada para o próximo dia 15, foi adiada para março. O governador Blairo Maggi recuou porque o PFL não honrou o compromisso de promover rodízio na Assembléia. Pelo entendimento, seriam abertas duas vagas aos suplentes da coligação PPS/PFL, que elegeu 10 deputados. Enquanto Maggi ficou incumbido de abrir espaço no PPS - chegou a acertar com Malheiros a sua transferência para o Executivo -, a legenda pefelista deveria negociar com algum dos seus cinco titulares (Dilceu Dal Bosco, Wallace Guimarães, Humberto Bosaipo, Zé Domingos e Gilmar Fabris) esquema de licença. Assim, os suplentes Wagner Ramos, de Tangará da Serra, e Roberto França, de Cuiabá, seriam prestigiados. Ocorre que o PFL refluiu da idéia porque as 2 cadeiras a serem abertas não o contemplaria, mas sim o PPS. O pefelista Gilmar Fabris é o único que demonstra, até o momento, despreendimento quanto a sair de licença. Os demais resistem à idéia.

   A interlocutores, o governador disse que vai avaliar outras alternativas, mas não descarta a hipótese de, em março, nomear Malheiros à Casa Civil. Entende que o deputado cuiabano contribuiria para dar ao governo um perfil mais político, cumpriria o acordo estabelecido pós-eleição do rodízio na Assembléia e também proporcionaria a Tangará da Serra (médio-norte), única região que não elegeu um deputado, a ter representante na Assembléia, com Wagner Ramos.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...

Com Paccola, Câmara terá polêmicas

paccola 400 curtinha   O vereador eleito pela Capital, tenente-coronel PM Marcos Eduardo Ticianel Paccola (foto), do Cidadania, promete levar muitas polêmicas para os embates que pretende travar no Legislativo. Ele é daqueles sem papas na língua. Defende, por exemplo, que a população tenha direito de se armar. Em...

Esposa de deputado na 2ª suplência

maria avalone 400   Não foi só o deputado estadual Wilson Santos que frustrou-se na tentativa de eleger membro da família à cadeira de vereador. O também parlamentar Carlos Avalone, presidente regional do PSDB, apostou todas as fichas na esposa Maria Avalone. Mas ela só chegou à...