Últimas

Domingo, 25 de Outubro de 2009, 10h:40 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

RUMO A 2010

Maggi adia saída para abril e aposta que transfere votos

    Patrícia Sanches
    Enviada Especial a Sapezal


Homero Pereira, Silval Barbosa e Maggi, neste sábado à tarde, após percorrer quase mil km em Estradeiro

   Em meio à extensa programação do estradeiro cuja comitiva percorreu mais de mil km rumo ao Noroeste do Estado, o governador Blairo Maggi (PR) aproveitou a passagem por Sapezal, município fundado por sua família, para inaugurar o asfaltamento da MT-235 e também descansar em sua fazenda, a há poucos km do centro. Acompanhado do vice Silval Barbosa e do deputado federal Homero Pereira, Maggi recebeu jornalistas para uma conversa descontraída. Desta vez ele fez questão de comentar sobre questões político-partidárias.

   "Tudo pode acontecer na vida”, diz Maggi, sobre as eleições gerais de 2010. Diz que tem conversado com muitas pessoas em busca de apoio a seu projeto de concorrer ao Senado e em reforço ao nome de Silval ao Palácio Paiaguás. Apesar disso, pondera que "ainda não é hora de fazer campanha". "Precisamos deixar chegar mais perto”. Sobre o Senado, disse que pretende levar o projeto político à frente. Perguntado se existe a possibilidade de desistir, o governador reagiu, em tom de brincadeira: "se digo que não vou disputar, vocês cobram que eu seja e se digo que vou, ficam perguntando se posso desistir, não entendo!". Ao invés de fevereiro, agora já comenta sobre a possibilidade de renunciar em abril.

   Maggi não só reiterou apoio a candidatura Silval, como diz acreditar na transferência de votos. “Um pouquinho a gente sempre consegue transferir”, afirmou. Aposta em êxito nas urnas das chapas majoritárias lideradas por ele e o peemedebista, que deve ganhar "musculatura", assim que assumi a cadeira de governador. Maggi diz que pretende manter o DEM no arco de alianças e evitar polemizar acerca das críticas feitas ao governo pelo cacique do partido, senador Jayme Campos.

   Já Silval reforçou que pretende trabalhar pela reedição do arco de alianças e acredita numa aproximação com o DEM. Ele lembra que Jayme foi fundamental para a eleição e reeleição de Maggi em 2002 e 2006, respectivamente, mas que o falecido senador Jonas Pinheiro (ex-PFL) também contou com o apoio incondicional de Maggi para a chegar ao Congresso Nacional em 2002, assim como Jayme ao Senado em 2006. “Temos uma história de aliança, já o DEM e o PSDB eram adversários”, pontua o peemedebista. Segundo Silval, partidos aliados podem apresentar candidatos e tudo será discutido. “Não estamos vetando nenhuma pré-candidatura, mas não é por isso que não posso me apresentar como possível candidato”. Além do PMDB e PT, o vice-governador acredita que consiga ter no bloco o PP, PDT e outras siglas. “Estamos discutindo o assunto com todos os partidos”.

   Para Homero, que buscará novo mandato, os eleitores decidirão pela continuidade ou não do modo de administrar implementado por Maggi. “Silval significa a continuidade de um modelo que vem dando certo. A população decidirá”, diz o deputado que integra a bancada ruralista.

   Polêmica 

   Quando deputado, Silval Barbosa liderou campanha pela nova divisão territorial de Mato Grosso. Propunha criação do Estado de Mato Grosso do Norte. Esse movimento do passado, mesmo tendo superado, é explorado negativamente pela oposição, principalmente pelo pré-candidato de oposição, prefeito cuiabano Wilson Santos (PSDB). Questionado sobre o tema, Silval afirma que mudou de opinião. “Naquela época a região era abandonada. Todos queriam essa separação, mas com a chegada de Maggi ao governo a situação mudou totalmente”. Apesar disso, acredita que esse fato será explorado exaustivamente na campanha do próximo ano. “Quando disputei como vice de Maggi também usaram esse projeto, mas não acredito que desgastará a minha imagem”. O governador disse que, de fato, antes havia sentimento de mudança, mas que hoje, com maior presença do Estado no Nortão, não se fala mais em divisão do Estado. “O que existia era um sentimento de abandono e, por isso, as pessoas pediam socorro”, afirma Maggi. (Patrícia Sanches)



Acompanhado do deputado Homero Pereira e do vice Silval Barbosa, governador Blairo Maggi, de camiseta e bermuda, recebe em sua casa, em Sapezal, jornalistas que acompanharam o Estradeiro Cuiabá-Juína
Fotos: Patrícia Sanches

Postar um novo comentário

Comentários (15)

  • Lucas Marques de Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quero aqui deixar o meu Depoimento!
    Sou morador da cidade de Jaciara-MT!
    Quero dizer aos leitores deste conceituado meio de comunicação, o Rdnews, que não acredito nesta hipótese de Transferir Votos, sabemos todos em Mato Grosso, que o Senhor BLAIRO MAGGI, é uma pessoa extraordinária e uma pessoa muito inteligente e competente, só que essa história de TRANFERIR VOTOS não cola, hoje em dia podemos ver o Grande índice de Aprovação de Mandato que tem o Presidente LULA, e não consegue fazer decolar a sua Candidata á Presidente da Republica, há Ministra Chefe da Casa Civil DILMA RUSSEF, e não adianta ele o Governador querer impor o seu Vice Governador Achando que o povo vai engolir o SILVAL BARBOSA, quero aqui dar um conselho ao Governador pra que ele coloque sua Barba de Molho, se nós fomos olhar na História de Mato Grosso, não tem nem um Ex-Governador que conseguiu se Eleger logo após ter Saído do comando do ESTADO, o exemplo mais recente é do Ex-Governador DANTE DE OLIVEIRA que foi Apunhalado nas Urnas pelo voto, e que se diga de passagem foi dos grande Políticos de Mato Grosso e um Grande GOVERNSDOR, e da mesma forma não se elegeu e também tentou fazer a mesma coisa que o BLAIRO MAGGI esta tentando fazer com o seu Vice SILVAL BARBOSA, na minha Opinião é melhor ele cuidar da sua Candidatura á SENADO, porque senão vai acabar acontecendo com ele o mesmo que aconteceu com todos os outros ex-governadores de Mato Grosso!
    Governador não me leve há mal e pense na minha Opinião e Sugestão!
    E Tem mais uma coisa de um jeito de Voltar em Jaciara e Cumprir com o Compromisso que o Senhor Fez com a População de Jaciara, o Senhor este na Campanha do Atual Prefeito Max Joel Russi, e Prometeu um Grande Ginásio de Esportes, e até a presente data nada se viu da Obra Começar!
    Governador o Povo de Jaciara esta de Olho no Senhor!!!!

  • joao boltelho pinto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Aqui em Rondonópolis não conseguiu transferir voto nenhum para o Adiltom que disputava a reeleição para a prefeitura.

  • jl | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    POVO MATOGROSSENSE, VE SE ENCHERGAM, OS ASFALTO SÓ ESTÃO DO LADO QUE TEM SOJA, 2010 ta bem ai

  • RICARDO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    AGORA ESTÁ EXPLICADO O ASFALTAMENTO DA RODOVIA .
    CHEGA EM SUA FAZENDA.
    BOBINHO ESTE SR BLAIRO.!!!!!!

  • Germano Souza Cruz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Magi pensa que transfere votos, mas que votos ele pensa que tem? Ora, Magi tu fois eleito à partir de um grupelho que se organizou para derrotar o PSDB em Mato Grosso, e só isso. O Senhor, governador Brairo Magi, sozinho não ganhava nem pra prefeito de Sapezal, e a pouquinha liderança que hoje teins não lhe elege nem pra deputado federal....., já pra estadual, se jogar muito dinheiro.... talvez

  • LUIZ | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse turma tera uma grande surpresa nas proximas eleicoes, se depender dos eleitores da baixa cuiabana ja era. Vamos ver o barco Batu muche roncar nesse rio abaixo. Tambem puder nao fez nada para cuiaba, v.gde..etc.

  • Pedro Algusto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse governador ta se achando,vamos ver se na hora do sagrado voto em outubro que vem,se ele vai mermo tranferi votos para aqueles vivem,na sombra da maquina estatal,ainda bem que eles sao convencidos,e nao tem postura definida,segura Luiz XV!!!!!!!

  • Ze do Povo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gostaria de saber quem é que paga toda essa mordomia (vide foto) ???????

  • antonio da silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A turma da botina fazendo farra com dinheiro publico,politicas publicas e investimento e mas que obrigaçao do gestor publico.fazendo campanha forra da epoca, esta apelando governador.

  • eduardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É preciso desmistificar o modelo de desenvolvimento econômico do atual governo blairo maggi, que provoca distorções econômicas e sérias desigualdes sociais, e faz parecer até deboche quando a elite politica agrária desse estado curtem os seus momentos de lazer, aliás, com todo o direito, pois são seres humanos. Mas, nosso enfoque é quanto ao modelo que o atual governo defende que faz questão de afirmar em inaugurações de obras viárias como essa que está buscando consolidar o crescimento econômico do estado, será mesmo??? Eu diria que o crescimento econômico defendido pelo atual governo estadual é de baixa qualidade, e os indicadores sócioeconômicos demonstram isso. além disso é evidente que não há a preocupação de preservação a base da economia, os recursos naturais, a produtividade das atividades econômicas também requer melhorias até para reduzir a pressão sobre a matéria prima natural, e é muita fraca a competitividade da economia estadual que não se verticalizou, embora seja um estado exportador, é extremamente concentrador da renda e gerador de bolsões de pobreza, quer seja no meio urbano de nossas cidades, promovendo a violencia social, quer seja no meio rural, promovendo conflitos de posse da terra e uso desordenado do solo, e passivos ambientais até irreversíveis. Sinto que o atual governo fez a opção pelo desenvolvimento e crescimento econômico a qualquer custo, não internalizou no processo a sustentabilidade ambiental e tão pouco se preocupou com a distribuição de renda e viabilização de politica sociais estruturalistas, e por isso o considerado limitado do ponto de vista do desenvolvimento que venha prosperar a todos e é totalmente caolho ao não cuidar com mais responsabilidade do meio ambiente como fator inclusive de estabilidade do desenvolvimento econômico.

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...

Beto vê aliado como mais preparado

wellington marcos 400   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (MDB), tem sido um cabo eleitoral fundamental para o candidato à sucessão municipal, advogado e atual vice-prefeito Wellington Marcos (foto), do DEM. Beto, que está concluindo o segundo mandato consecutivo com 80% de aprovação popular,...

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...

Euclides, ideia do "calote" e frustração

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado Euclides Ribeiro (foto), que enriqueceu atuando na área de recuperação judicial e hoje detém um patrimônio declarado de R$ 23 milhões, não "decolou" com a candidatura ao Senado. Acreditava-se que sua principal proposta, aquela de recuperar o nome e o...

Empresários revoltados com candidato

vinicius nazario 400 curtinha   Os candidatos a prefeito de Alta Floresta, cidade pólo do Nortão, participaram de uma live nesta terça, organizada pela Universidade do Estado (Unemat). E chamou atenção, vindo a repercutir de forma negativa e provocar certa revolta no comércio local, o comentário do...

Olhar Dados mantém EP na liderança

emanuel pinheiro 400 curtinha   A sexta pesquisa do Olhar Dados sobre intenções de voto para prefeito de Cuiabá, divulgada nesta terça pelo site Olhar Direto, traz o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) estável, em primeiro, com 31,2%. Em segundo, com 7 pontos atrás, figura Abílio Júnior, com...