Últimas

Quinta-Feira, 29 de Janeiro de 2009, 11h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

PAC

Maggi assegura apenas uma das etapas do PAC

esgoto jogado no rio Cuiabá sem tratamento   Após constatar que apenas  0,1% das obras do PAC Pantanal (ampliação da rede de esgoto) foi concluída, o governo do Estado resolveu "colocar a mão" na parte que lhe cabe e está de olho no prefeito Wilson Santos (PSDB). A desconfiança é tão grande que uma equipe já foi até nomeada e deve acompanhar todos os passos da obra, - confira  aqui . Por outro lado as obras de ampliação da rede de água que ficam a cargo do governo federal e municipal continuam atrasadas. Algumas na estaca zero. A preocupação agora é que ninguém interfira e, dessa forma, continuem paradas.

   O PAC de Cuiabá é dividio em duas etapas distintas. O PAC Pantanal refere-se às obras de ampliação de rede de esgoto e custará aos governo federal R$ 105,5 milhões, além de R$ 18,6 milhões do governo estadual. O município figura como executor das obras e não desembolsará nenhum centavo. Por outro lado as obras do PAC que ampliarão a rede de abastecimento de água, terão R$ 87 milhões do governo federal e R$ 17 milhões de contrapardida do município. "Não temos nada a ver com as obras de abastecimento de água, mas vamos acompanhar de perto as obras da rede de esgoto. Agora as obras do PAC vão desempacar", afirma o secretário estadual de Infra-Estrutura Vilceu Marchetti.

  Segundo o secretário, as obras do PAC Pantanal estão praticamente na estaca zero. Em 20 de junho de 2008 foram liberados R$ 7,2 milhões dos R$ 44  milhões destinados ao lote 2 do PAC, mas apenas R$ 169 mil foi aplicado. A situação é ainda pior nos lotes 3 e 4 onde as obras ainda nem começaram.

   Na última terça (27) as empreiteiras tentaram explicar o motivo dos atrasos. O Consórsio Augusto Veloso Tejofran, responsável pelo lote 2, afirma ter tido problemas na aprovação das medições na Caixa Econômica e classificou o problema como falta de comunicação. As medições são feitas pela  Sanecap e aferidas pela Caixa Econômica Federal (CEF). 

   A empresa Elmo, responsável pelas obras do Lote 3, já recebeu ordem de serviço, mas até agora nada foi feito. Os proprietários da empreiteira alegam que houve problemas na entrega dos materiais necessários para a execução e asseguraram que nesta segunda (2) vão iniciar as obras. Serão investidos R$ 23 milhões.

   O último lote do PAC Pantanal, que leva este nome porque o esgoto jogado sem tratamento no rio Cuiabá acaba desembocando na bacia pantaneira, é o nº 4 e também não foi iniciado. Neste caso, o consórcio Cuiabano, com as empresas 3 Irmãos, Concremax, Lumem e Agrimat ainda não receberam sequer a ordem de serviço. Os projetos não foram aprovados porque a empreiteira teve dificuldades para finalizar o projeto completo.  Serão investidos R$ 45 milhões. 

   Até a execução das obras existem diversos trâmites legais. O governo abre licitação,  as empresas confeccionam os projetos simples, é realizada a licitação e os contratos são assinados. Até aqui são exigidos apenas os projetos simples e as empresas tem um prazo para terminar o projeto completo que passa por análises da prefeitura, que só então expede a ordem de serviço. A Sanecap, por sua vez, é a responsável pelas medições que apontam o que já foi feito e o preço de cada serviço. Este relatório é encaminhado para a CEF que afere tudo, ou seja, mede item por item e confere se os valores estão corretos. Após aprovação das medições os documentos são encaminhados para a Sinfra que assina os empenhos e libera as verbas. 

  "Os recursos federal e estadual ficam conosco e vamos liberando através dos empenhos, mas para que isso ocorra tudo tem que estar correto", explica Marchetti. O secretário conta ainda que devido aos atrasos, é necessário aguardar a entrega de um cronograma preciso sobre o valor desembolsado mensalmente. "Os R$ 134 milhões foram liberados, mas preciso de um documento que especifique quanto será gasto. O prefeito Wilson Santos ficou de me entregar este relatório nesta sexta (30)".

   As empreiteiras asseguraram que agora as obras desempacarão. "Vamos acompanhar tudo de perto, mas acho que agora não teremos problemas", enfatiza. Paralelo a todo este processo estão presidentes de bairro, Tribunal de Contas da União, Ministério Público Federal e Estadual, OAB e UFMT que compõe uma comissão que acompanha e fiscaliza o andamento das obras. (Patrícia Sanches e Lisânia Ghisi)

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • Zeca da Verdade | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    CADÊ AS PROMESSAS DO PREFEITO? PROMETEU FAZER TUDO ISSO SEM A PARTICIPAÇÃO DO GOVERNADOR E AGORA PRECISA DELE PRA TUDO? DISSE QUE TINHA ACESSO AO PRESIDENTE, MINISTROS E TUDO MAIS E AGORA?
    PROMETER E NÃO CUMPRIR É PIOR DO QUE MENTIR.
    DESFEZ DO GOVERNADOR E AGORA TÁ NA MÃO DO MAGGI.

  • luiz fernando | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Olha, tenho certeza cada vez mais que no BRASIL não falta de dinheiro e sim copetência para saber gasta-lô.
    LADROAGEM DO DINHEIRO PÚBLICO;
    INCOPETÊNCIA TÉCNICA;
    PÉSSIMA GESTÃO DO DINHEIRO PÚBLICO;
    MÁ VONTADE.
    Esses sim são o principal motivo pelo qual as obas do PAC não andam em Cuiabá, se o MP não ficar de olho(único orgão em quem confio), ao final teremos apenas obras pela metade e de péssima qualidade.
    ABRE O OLHO POPULAÇÃO DE CUIABÁ!

  • Pedro Getúlio Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sr. Prefeito vejo que o Bairro Altos do Coxipó não esta contemplado com as obras do PAC. É uma vergonha Sr. prefeito o Altos do Coxipó é um bairro de entrada de Cuiabá não tem rede de esgoto nem asfalto é um bairro constituido legalmente e não tem sequer nehuma infraestrutura aplicada ate hoje. Vem fazer uma visitinha aqui pra crer!

  • josias puleto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Cade a Prefeitura de Cuiabá ...cuidado gente...esse mesmo grupo quer DESGOVERNAR Mato Grosso....Opa...sem querer...Abre o olho que 2010 é a hora do troco no PSDB...FAZER OS POLÍTICOS A NÃO MENTIR MAIS .....

  • aliane | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    romilson deixa de ser parcial.........

  • Ronaldo do Coxipó | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Como sempre,o Coxipó receberá umas das menores fatias do Pac,ja que a ETA do Tijucal não poderá ser considerada umas delas por ser uma obra que visa mais beneficiar outras regiões.Coxipó mesmo sendo um dos polos mais importantes,tanto em arrecardação quanto em população nunca o foi dado grande importancia pelas autoridades e com o PAC não foi diferente,a Prefeitura praticamente excluiu o nosso Coxipó.Coxipó merece um pouco mais de atenção e respeito.

  • Paulo Andrade | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Duas explicações, por favor. Qual a importãncia desse Vilceu Marchetti para estar em nosso RDNWES todos os dias? Si, porque ele só fala bobagem e dá uma de competente o que ele não é, como o demonstram as estradas de mato Grosso, absolutamente abandonadas e as obras do governo do estado, a maioria sem qualidade alguma. A outra explicação: esse senhor que já deixou claro que é candidato (mas que felizmente não sera eleito) não pode ser processado por estar fazendo campanha antes do tempo? Mais uma explicação de lambuja: o Vilveu Marchetti está chamando o Blairo de mentiroso e vai ficar por isso mesmo? Sim, porque quando houve a primeira reunião entre a turma da botina e a turma do tênis, vários órgãos da imprensa informaram que de acordo com o governador não houve má gestão do PAC por parte da Prefeitura. Volta pra Primavera, Vilceu!!!!

  • Cuiabano de Chapa e Cruz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Os eleitores de Wilson Santos não mereciam ser enganados de maneira tão vil. É bem verdade que nós Cuiabanos somos um pouco ingenuos por natureza e até por isso mereciamos mais respeito. Colocaram manilhas nas ruas, iniciaram pavimentações, anunciaram obras através de placas, colocaram datas para inauguração, disseram que eram amigos do LULA e, ao final, tudo não passou de um estelionato eleitoral. As manilhas continuam onde estavam, o asfalto não continuou e nós acreditamos que para as coisas continuarem acontecendo bastaria eleger o prefeito. Ledo engano, agora apenas nos resta a vergonha e a cara de tacho de ter caido num conto do vigário.

  • julinho trip | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Mas que vergonha,meu Deus do céu. É preciso que o nosso atuante Ministério Público fique vigilante para que o nosso PAC não produza outros Newtons Cardosos.

  • Jose Carlos de Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Epaaa e pro grande CPA, nadaaa, a sai fora prefeito, da licença, o grande CPA precisa de muitas obras é so andar por aqui que o sr verá, ou sera que só servimos em epóca de campanha.

Rejeição a Abílio sobe e cai a de EP

abilio junior 400 curtinha   Nos últimos 15 dias, o candidato a prefeito da Capital, Abílio Júnior (foto), do Podemos, viu a rejeição aumentar 12 pontos percentuais, quase um por dia, saindo de 19% para 31%, de acordo com a nova rodada da pesquisa Ibope, divulgada nesta sexta pela TV Centro América....

Fávaro deixa governador em saia-justa

carlos favaro 400 curtinha   O senador interino do PSD, Carlos Fávaro (foto), que busca a reeleição, deixou o governador Mauro Mendes (DEM) em uma saia-justa em Barra do Garças. Mendes, que já declarou apoio no horário eleitoral ao candidato à sucessão municipal Wellington Marcos, do mesmo...

Sob efeito-cavalo paraguaio em ROO

thiago muniz 400 curtinha   Em Rondonópolis, o candidato a prefeito, vereador e empresário Thiago Muniz (foto), se transformou num cavalo paraguaio, expressão muito usual no futebol quando se refere a um time que dispara no início do campeonato mas, lá pela metade, começa a cair pelas tabelas. Acreditava-se...

Lula na TV deve afundar mais Julier

lula 400   O advogado Julier Sebastião da Silva, que disputa pela segunda vez a Prefeitura de Cuiabá - na primeira, em 2016, pelo PDT, ficou em terceiro lugar e, agora, pelo PT -, levou para o seu horário eleitoral o ex-presidente Lula (foto). A participação, com pedido de voto para Julier, da maior...

Na contramão dos investimentos

jose wenceslau 400 curtinha   Ao invés de reconhecer e aplaudir a iniciativa do governo estadual, que anunciou investimentos de R$ 9,5 bilhões em obras e ações, sendo R$ 6 bilhões (63%) de recursos próprios, a Fecomércio-MT, sob José Wenceslau Júnior (foto), reagiu com críticas....

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...