Últimas

Terça-Feira, 01 de Abril de 2008, 14h:50 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

EXECUTIVO

Maggi baixa decreto sobre pagamento de diárias

  O governo do Estado não tem cartões coorporativos, mas recorre às diárias. Para evitar escândalos como os que ocorreram no governo Lula, o governador Blairo Maggi baixou um decreto que determina o uso das diárias, que devem ser pagas sempre que um servidor se afastar da sede a serviço. As normas também se estendem aos oficiais das polícias Militar e Civil.

  Os valores variam de acordo com os cargos ocupados e com os locais de viagem. Vão de R$ 120 a R$ 300, dentro do país e, de US$ 150 a US$ 416 (estabelecido em dólar turismo norte-americano) no caso de viagem internacional.

   As viagens para o interior de MT e para outros Estados são autorizadas pelo secretário ou dirigente máximo da entidade da administração indireta. Já para o exterior só o governador tem autonomia para liberar o servidor. O dinheiro referente ao pagamento do benefício é depositado diretamente na conta do servidor, que também só pode receber até 10 diárias no mês. Ao retornar, este deve entregar um relatório dentro de 5 dias. Já o governador, vice, secretários, presidentes de autarquias ou os que ocupam cargos compatíveis ao de secretário, não precisam apresentar relatório.

  Caso a viagem seja cancelada, ou os dias reduzidos, o dinheiro terá de ser devolvido em 5 dias. Se o local de hospedagem for oferecido pelo Estado, o servidor receberá o valor correspondente à diária especial, que varia entre R$ 22,50 e R$ 60. (Alline Marques)

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Robert Rezende | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    O pior de tudo é que o Governador, vice, Secretários, etc..., não precisam apresentar relatórios de viagem.
    Absurdo!! Será que o Governador acha que o dinheiro NÃO é público?? De onde vem o dinheiro??

  • Ana Elza Alves Pereirs | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Acho um absurdo a diferença dos valores das diárias pagas aos servidores públicos.
    As diárias são para custear as despesas com deslocamento para desenvolver atividades fora do local onde o servidor está lotado. Será que os hoteis e restaurantes cobram valores inferiores de um servidor de nivel médio?
    Pq os demais tem q acomodarem em locais que oferecem mais conforto? Como fica um motorista por exemplo, q precisa dormir bem, para oferecer segurança ao chefe dele? Sendo q o Chefe vai receber uma diária de R$ 120,00, dai pode ter melhores acomodações. O pobre motorista q recebe apenas R$ 90,00, tem q se acomodar em lugares precarios, e fazer milagres para o seus R$ 90,00 possa custear suas despesas.
    Será q não somos todos servidores públicos?
    Ana Elza Alves Pereira.
    Presidente do SINETRAN
    Sindicato dos Emp. do DETRAN - MT.

  • Amado Amador | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Realmente, melhor prevenir. Agora, chama a atenção o ítem d em que o governo pagar R$35,00 para Agente de Fiscalização e Arrecadação que trabalha longe de casa, ou seja, sempre se paga a diária de R$350,00 ao chamado fiscal de barreira que já recebe R$3mil a título de indenização, com as diárias incluídas. Olha, no final das contas isso é troco de pinga para fiscal, mas acho que esse ítem d para Agente da Fazenda deve ser um entulho que esqueceram de limpar nesse emaranhado de leis mato grossenses.

  • MARCOS SILVA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Este decreto não foi editado agora mas a cerca de 3 anos atras. Voces estão resucitando morto!!!!Isto é que é falta de assunto novo......

  • Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Um absurdo ! A diária corresponde a uma verba para o servidor no exercício do seu cargo possa cobrir seus gastos com hospedagem e alimentação. Acho totalmente discriminatório pagar diárias por cargo ocupado, já que a intenção é cobrir custos com hospedagem e alimentação, e isso é tão verdade que quando o governo oferece a estadia o valor cai drásticamente. Um absurdo, totalmente discriminatório !

  • pedro henrique vieira dos santos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa tabela é uma nítida demonstração de que este governo de sojicultores tratam os funcionários públicos como cidadãos de segunda ou terceira classe. Exigimos mais respeito e justiça senhor governador, pois somos nós, funcionários públicos estaduais que carregamos nas costas as mordomias patrocinadas por certos secretários, além de ter que aguentar a contratação de centenas de pessoas indicadas politicamente, gerando mais distorção ainda na injusta politica de remuneração salarial e de diárias deste governo que estamos contando nos dedos os dias que restam para o seu final, que não vai deixar saudades.

  • Sociologo Mauro Cesar Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Diária é pra suprir necessidades básicas relativas a alimentação e hospedagem.Eu pergunto: Pq a diferença? Comer e dormir não é igual pra todos? Volto a um assunto que me deixa indignado no serviço público: quando o servidor é de nivel médio, mas tem curso superior há anos, com pós graduação etc...ele recebe sempre diárias de nivel médio e nunca de nivel superior, mesmo o Decreto dizendo que servidores de carreira de nivel superior.

Apelo dramático da Santa Casa de ROO

bianca talita 400 santa casa roo   A superintendente da Santa Casa de Rondonópolis, Bianca Talita (foto), fez um apelo dramático nesta terça, num grupo de WhatsApp, esperando sensibilizar o prefeito Zé do Pátio a repassar com urgência os recursos que estão repressados no Fundo Municipal de...

Emendas para todos os 24 deputados

Max 400 curtinha   O presidente da Assembleia, Max Russi (foto), em visita ao Grupo Rdnews, quando concedeu entrevista ao portal e à tv web Rdtv, defendeu as emendas impositivas, que são indicadas pelos deputados e pagas pelo governo, via orçamento. Lembra que são instrumentos importantes para fazer com que obras e...

Deputado defende cultos com até 600

sebastiao rezende 400   Num momento em que a segunda onda de contaminação pelo novo coronavírus avança em MT, levando o governo a retomar medidas restritivas para evitar colapso, já que cerca de 90% das UTIs estão lotadas, o deputado Sebastião Rezende (foto), da Igreja Assembleia de Deus, teve a...

"Batida" em apresentador por engano

ricardo martins 400   Durante a dupla operação deflagrada pela PF nesta terça em alguns municípios de MT, entre eles Cuiabá, agentes federais, por um equívoco no cumprimento de mandados, acabou batendo na porta do apresentador da TV Cidade Verde, Ricardo Martins (foto), que não tem a ver com o caso....

Paccola é cotado para diretor-geral

gianmarco paccola 400   O discreto e atuante delegado Gianmarco Paccola (foto), hoje diretor-geral-adjunto da Civil, já desponta nos bastidores como nome preferencial do Palácio Paiaguás para eventual substituição a Mário Demerval, que deve mesmo deixar o posto de diretor-geral para disputar as...

Luta pra isentar parte dos aposentados

eduardo botelho 400 curtinha   Primeiro-secretário da Assembleia, Eduardo Botelho (foto) disse que foi criada espécie de força-tarefa dos deputados para fechar um acordo com o governo, de modo a ajudar aposentados e pensionistas e portadores de doenças raras para isenção do pagamento da alíquota da...