Últimas

Terça-Feira, 06 de Março de 2007, 09h:52 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

ARTICULAÇÃO

Maggi carrega aliados para PR e quer base sólida

   O governador Blairo Maggi, que se filiou no Partido da República nesta segunda à noite e arrastou para a nova legenda 70% dos 141 prefeitos do Estado, além de deputados e dezenas de vereadores, afirma que o maior desafio de sua missão partidária agora é reforçar a sigla na base. Segundo ele, o fato de ter baixado o número de 23 para 22, referências, respectivamente, à identificação do PPS e do PR, não significa que venha ignorar os princípios que nortearam sua conduta e a maneira de administrar o Estado.

    "Os princípios são os mesmos. Vamos agora buscar respaldo e sustentação das bases", declarou o governador, admitindo, com isso, que primeiro fez acerto de cúpulas para depois procurar a militância. Maggi é agora o presidente regional da comissão provisória, a quem cabe definir as provisórias municipais e prepará-las para eleição dos diretórios.

     Maior produtor individual de soja do mundo, Maggi iniciou sua trajetória política no PPB (hoje PP), em 1998, quando se elegeu primeiro-suplente do senador Jonas Pinheiro (PFL). Depois migrou para o PPS, pelo qual se elegeu governador, em 2002, e conquistou a reeleição, nas urnas do ano passado.

    Após enfrentar divergências internas com a direção nacional da agremiação socialista por virar aliado do presidente Lula, Maggi não teve mais clima para continuar no PPS. Foi para o novo PR e levou consigo uma legião de correligionários. O PR nasce na condição de maior legenda do Estado, graças à força política de Maggi e ao poderio da máquina pública estadual, já que muitos filiados trocaram de legenda por apego a cargos e ao Palácio Paiaguás, além de interesses pessoais.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Sem alarde, vereador muda de partido

viniciys clovito curtinha   De última hora e sem alarde, o vereador pela Capital Vinicyus Hugueney (foto) resolveu deixar o PP e se filiou ao Solidariedade. Com isso, o PP não se torna o único com a maior bancada. Está com três vereadores, assim como o PV e o PSDB. No SD, Vinicyus vai concorrer internamente com...

Irmão de Thelma na lista dos traidores

ronaldo pimentel 400 curtinha   Na carta aberta assinada por Ricardo Saad, que preside o PSDB cuiabano, ele reclama de dívidas milionárias herdadas de antecessores, inclusive dos R$ 4 milhões de pendências somente do pleito de 2016, e menciona, entre outras coisas, que "(...) há correligionários, que estavam...

A bronca de Saad com Wilson Santos

ricardo saad curtinha 400   O vereador Ricardo Saad (foto), presidente do PSDB da Capital, resolveu disparar a metralhadora verbal contra colegas tucanos. Sobre o ex-prefeito e hoje deputado Wilson Santos, considera que este nada fez para ajudar o partido a se reestruturar, visando as eleições de outubro. Mesmo sendo vice-presidente...

Janela tira muitos políticos do calvário

gilberto figueiredo curtinhas   O fechamento da janela partidária, que encerrou-se no último sábado, dia 4, marcou o fim de um longo calvário aos partidos, que tiveram que suportar em seus quadros políticos que não estavam mais de “alma”, mas somente de “corpo”. Na Câmara...

Só 2 vereadores não vão à reeleição

felipe wellaton curtinha 400   Apenas dois entre os 25 parlamentares cuiabanos não vão buscar a reeleição. O licenciado Gilberto Figueiredo, que trocou o PSB pelo DEM, quer concorrer a prefeito, assim como Felipe Wellaton (foto), que até trocou de partido, saindo do PV e agora no Cidadania. Pretende disputar...

4 fora da reeleição em Rondonópolis

thiago muniz 400 curtinha   Dos 21 vereadores de Rondonópolis, somente quatro não vão à reeleição, sendo eles Thiago Muniz (foto), agora no DEM, Hélio Pichioni (PSD), Jailson do Pesque-Pague e Rodrigo da Zaeli (ambos do PSDB). Eles garantem se tratar de um caminho sem volta. Destes, dois tentam...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.