Últimas

Quinta-Feira, 31 de Maio de 2007, 08h:18 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

ARTICULAÇÃO

Maggi cria Conselho para ajudá-lo a governar

Seguindo o exemplo do presidente Lula, Blairo Maggi resolveu criar o Conselho de Governo. Será uma forma de chamar outros segmentos à responsabilidade de governar. Preocupado com as constantes crises pelas quais a sua administração vem passando, o governador buscou respaldo na Constituição Estadual para instituir o tal Conselho, que terá participação de outros Poderes, dos partidos políticos e de segmentos sociais e empresariais.
     Maggi também decidiu descentralizar o poder. O seu vice Silval Barbosa será espécie de um governador paralelo. Terá a missão, por exemplo, de resolver os "pepinos" diretamente com os secretários e de se aprofundar nas articulações junto aos deputados. Assim, Maggi fica mais "solto" para se dedicar às discussões em âmbito nacional. Como governador, o rei da soja não tem mais o ânimo e empolgação vivenciado no primeiro mandato.

    Os maiores problemas administrativos enfrentados estão na segurança pública, educação e meio ambiente. Apesar de haver a sensação pública de que o governo patina, Maggi contrapõe, ao afirmar que já deu arrancada e que estão ocorrendo avanços. Não deixa, porém, de demonstrar preocupação com o baixo nível escolar registrado na rede pública de ensino. Também busca melhorar a imagem ruim do Estado, inclusive no exterior, por causa do alto índice de desmatamento.

     Por fim, vem a segurança, abalada com as últimas operações desastrosas da Polícia Militar. Primeiro, PMs agrediram e torturaram trabalhadores durante uma ação de desarmamento em fazendas na região do Araguaia. Depois, matou um menor e deixou vários feridos durante uma simulação de combate a sequestro no Jardim das Flores, em Rondonópolis.

   Diante de toda complexidade de tocar uma máquina lenta, burocrática e marcada por falta de recursos para investimentos, o governador concluiu que é preciso chamar os Poderes e os segmentos organizados para opinar.  Como a solução para a maioria dos problemas passa pelo caixa, tudo indica que o governo continuará no mesmo ritmo.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Lobo da Estepe | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se for para continuar no mesmo ritmo, é melhor parar de vez, pois parado não corre o risco de fazer tanta burrada.O velho ditado diz Cobra que não anda não engole sapo. Mas tambem não leva cacetada. Agota tambem insistir no êrro dando aquela de agua mole em pedra dura tanto bate até que fura, é utopia, pois o mandato é curto para tanto.

  • roberto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    prá que conselho político? isso ele já tem de sobra, que são os deputados que sempre apontam os erros e ele não corrige e também a sociedade, quando dá opinião a respeito de certos assuntos e o Maggi não faz nada prá mudar o que está errado. Então esse conselho de nada valerá, se ele não acata as sugestões oferecidas.

  • Zé Gomes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Queiramos ou não este é o maior Governador que este Estado já teve, diferente de politicos profissionais que prometem uma coisa na campanha e quando assumem o comando esquecem do plano que os elegeram. Não há espaço para milagres mas Servidores recebem os salários em dias aprazados, fornecedores nunca tiveram tanto respeito quanto neste governo. Quem lembra do governo do psdb sabe o que estou falando.

  • Amado Amador | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A idéia é boa, mas, o executor é ruim, ou melhor, o vice-governador é o que é, um cara político, que ouve e ouve e não resolve nada, protelando tudo. Diferente do outro vice, do governo Dante, que foi discreto e resolvedor. Neste governo, apenas o senhor Marcos Machado possui saco-roxo suficiente para agir.

  • Nivaldo Costa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O empresário Blairo Maggi quando candidato ao Palácio Paiaguás em 2002 parecia ter a fórmula para resolver todos os problemas de MT. Agora, já com cinco anos de mandato, está sentindo na pele como é difícil governar um Estado com tantas complexidades sociais. É bom ele descer do pedestal e pedir ajudar mesmo aos outros Poderes, já que até agora ninguém viu a tal de quebra de paradigma como ele chegou de anunciar. É igual a todos os ex-governadores, não tem nada de excepcional...

  • Leandro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O empresário Blairo Maggi está longe de ser o maior governador da história deste estado. Não cumprir promessas de campnha é apenas uma de suas falhas graves. O ICMS da energia elétrica e telefone continuam altos, ele prometeu que baixaria. A saúde, um caos, eis aí o hospital metropolitano de Várzea Grande que até hoje não foi concluído. Quanto aos salários em dia, ele pegou um estado exuto, com os servidores recebendo em dia. Diferente do que Jaime deixou para Dante e Roberto França deixou para Wilson Santos. Quanto ao conselho político, Blairo apenas quer atribuir suas obrigações a terceiros, enquanto ele viaja para tratar de assuntos de interesse da Amaggi.

  • ELIFAS JOSE RIBEIRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Governador BM se conselho fosse bom, não era dado era vendido,mas se juntar com 13 partido não é facil,Alias agora é 14 com o PT seu ex maior critico? não vai ser mole não.

Covid mata 20º pastor da Assembleia

aparecido domingues pastor cidao 400   Morreu neste sábado mais um pastor da Assembleia de Deus em consequência da Covid-19. Aparecido Francisco Domingues, o Cidão (foto), que era vice-presidente em Paranaíta, é o 20º pastor da Igreja em Mato Grosso a vir a óbito, após ser infectado pelo novo...

Os virtuais candidatos a governador

ygor moura 400   Mesmo que timidamente, alguns começam a externar, em privado, o desejar de disputar o governo estadual por um bloco de oposição, contrapondo o projeto de reeleição de Mauro Mendes. O empresário Ygor Moura (foto), da rede de clínicas de depilação Espaçolaser,...

Nomes "de fora" pra deputado federal

valtenir pereira 400   Enquantos os oito deputados da bancada federal de MT (Barbudo, Medeiros, Leonardo, Rosa Neide, Juarez, Bezerra, Emanuelzinho e Neri) vão em busca da reeleição, na esperança de continuarem em Brasilia por mais quatro anos, outros líderes correm por fora, dispostos a também entrar na...

Todos federais vão tentar a reeleição

carlos bezerra 400   Todos os oito deputados federais mato-grossenses estão trabalhando projeto de reeleição. Mas um resolveu espalhar, em paralelo, a ideia de tentar o Senado: Neri Geller (PP). Sabe-se, porém, que a jogada do deputado de Lucas do Rio Verde e que já foi ministro da Agricultura não passa de...

Mil cestas básicas vão para músicos

alberto machado 400   O secretário estadual de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto 2 a 1 (foto), está comemorando a decisão do governador Mauro Mendes e da primeira-dama Virginia Mendes, que desenvolve ações sociais de forma voluntária, de disponibilizar mil cestas básicas para...

Assembleia cede espaço pra vacinação

Eduardo Botelho _ 400   O prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro procurou e encontrou apoio da Assembleia para ampliar locais de vacinação da população contra Covid-19. Em reunião nesta sexta entre o prefeito e os deputados Eduardo Botelho (foto), Paulo Araújo e João José, que preside a...