Últimas

Quinta-Feira, 19 de Junho de 2008, 14h:40 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

MEIO AMBIENTE

Maggi critica forma de combate aos bois piratas

  O governador Blairo Maggi (PR) criticou, em audiência pública em Brasília nesta quinta (19), a maneira como o Ministério do Meio Ambiente, hoje sob Carlos Minc, vem atuando no combate ao "boi pirata", ou seja, as cabeças de gado criadas em áreas desmatadas. Maggi avalia que há cerca de 10 milhões de  bois piratas em Mato Grosso. Segundo ele, se o governo apreender essa quantidade de gado vai afetar o preço da carne nos supermercados.

  Maggi informou à Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável sobre o desmatamento na Amazônia que, 64% do território de Mato Grosso é totalmente preservado, enquanto a produção de grãos se concentra em 7,8% do território, e a pecuária, em 25,8%. O Estado tem hoje 26 milhões de cabeças de gado em uma área de 28 milhões de hectares. Reconheceu, porém, que a produtividade na pecuária é baixa e que o seu Estado precisa melhorar nesse aspecto.

  Durante a audiência, o "rei da soja" defendeu ainda a concessão de crédito a longo prazo e com juros baixos aos pecuaristas para que eles alternem as atividades de pecuária com a agricultura. "Essa medida vai aumentar a produtividade sem pressionar a abertura de novas áreas de floresta". Argumenta que a alternância de atividades vai aumentar a oferta de alimentos e ajudar a recuperar mais rapidamente os nutrientes da terra destinada à pecuária.

  Já em relação às certidões ambientais, o governador reafirmou que é necessário um prazo maior para os produtores se enquadrarem na exigência de apresentação de nada consta em relação a passivos ambientais. O documento será exigido a partir de 1º de julho como requisito para a obtenção de crédito. "Tirar o crédito é asfixiar a economia dos estados e dos municípios. Essa medida não vai atingir só os grandes proprietários, mas também os pequenos", afirmou.

    Ele propôs que se mantenha a proibição de crédito somente para novos empreendimentos e se permita o acesso para as atividades que estão em funcionamento. "O licenciamento ambiental é um processo lento e depende da regularização fundiária". (Pollyana Araújo com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • joão Honesto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esses CAPITALISTAS são cínicos mesmos! Quando é para projetos sociais defendem o Estado mínimo, sem qualquer interferência do Estado na Economia. Agora para ajudar pecuaristas,tornam-se SOCIALISTAS querem a participação do Estado subsidiando com dinheiro público e a longo prazo e juros baixos.

Para presidente, BRT é ultrapassado

juca 400 curtinha   Numa sintonia política com o prefeito Emanuel, o novo presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Juca do Guaraná (foto), disse ser contra a decisão do governo estadual de "enterrar" o projeto do VLT, cujas obras estão paralisadas desde 2014, para implantar o modal BRT na Região...

Prefeito vai homenagear 2 ex-aliados

ze do patio 400 curtinha   O ex-vereador, ex-deputado estadual e hoje prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio (foto), que está no terceiro mandato, vai homenagear dois aliados que faleceram recentemente, sendo eles o ex-vereador de três mandatos Juary Miranda, que foi líder do Executivo na Câmara...

Maluf deve consultar STF sobre Teis

guilherme maluf 400 curtinha   Assim que retornar de férias, o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Guilherme Maluf (foto), dará prosseguimento à análise do pedido de aposentadoria de Waldir Teis, que está afastado do Pleno há três anos e cinco meses, assim como outros três conselheiros...

Novo líder de Pátio na Câmara de ROO

reginaldo santos 400 curtinha   Reginaldo dos Santos (foto), que assume vaga na Câmara de Rondonópolis pela quarta vez, é o novo líder do prefeito Zé do Pátio, com a missão de fazer o trabalho de articulação e defesa do Executivo junto aos colegas do Legislativo. Na legislatura passada,...

Agro sugere Daniella de volta no Indea

daniella bueno 400 indea   Representantes do setor produtivo e um grupo de servidores sugeriram ao governador Mauro o nome da médica-veterinária e servidora de carreira Daniella Bueno (foto) para reassumir a presidência do Indea-MT. Aproveitaram a vulnerabilidade no cargo do presidente Marcos Catão Dornelas, denunciado...

Aumento para vereador só em 2022

Alguns vereadores em Cuiabá, tanto novatos quanto aqueles reeleitos, ficaram surpresos quando informados pela Mesa Diretora de que o aumento salarial de R$ 15,1 mil para R$ 18,9 mil, aprovado agora no final de dezembro, só começa a valer a partir de janeiro de 2022. Não entra em vigor de imediato, mesmo se tratando de nova legislatura, por causa da pandemia, que levou o governo federal a estabelecer, em lei, veto a qualquer tipo de reajuste para servidores até...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.