Últimas

Quarta-Feira, 22 de Agosto de 2007, 11h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

NEPOTISMO

Maggi desafia MP e diz que não exonera esposa

A primeira-dama Terezinha Maggi, secretária de Trabalho, Emprego, Cidadania e Assistência Social. Foto: Marcos Negrini

  O governador Blairo Maggi mandou recado ao Ministério Público durante o 1º Encontro Nacional do PR, realizado na segunda (20), em Brasília. Num determinado momento do discurso, Maggi comentou sobre família e política e disse que, mesmo sob pressão do MPE contra nepotismo, não vai exonerar a esposa Terezinha Maggi do cargo de secretária de Trabalho, Emprego, Cidadania e Assistência Social. "O Ministério Público pode ir à Justiça, mas eu não vou demitir a Terezinha".

    Em seguida, dirigindo-se à primeira-dama, o governador disse: "Terezinha me ajuda no governo no trabalho social. Ela não precisa de emprego e nem de salário. O seu trabalho é muito importante para o Estado", enfatizou Blairo Maggi. Segundo ele, a sua gestão já entregou cerca de 32 mil casas populares nestes cinco anos de mandato, em parceria com o movimento comunitário, entidades de classe e clubes de serviços, como Rotary e Lions, e sem a participação da classe política para evitar favorimento. "Esse trabalho é feito por ela (Terezinha) e não vou dispensá-la".

    Por enquanto, o MPE/MT, comandado pelo procurador-geral de Justiça do Estado, Paulo Prado, tem fechado o cerco contra a prática de nepotismo nas prefeituras e câmaras municipais. Ao menos 15 prefeitos já foram notificados oficialmente para exonerar parentes - clique aqui e leia mais sobre o assunto. Quanto ao nepotismo no Estado, o MPE continua no ensaio.

     Na estrutura da máquina estadual, a prática de nepotismo não recai apenas sobre o governador. Há denúncias de que secretários, presidentes e diretores de empresas e órgãos estariam loteando cargos para membros da família.

Postar um novo comentário

Comentários (24)

  • Donizete | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E SENHORES DO MINISTERIO PUBLICO AGORA QUERO VE ANDE A VACA ATOLA~, NAO SO A ESPOSA DO GOVERNADOR TENHE DE SECRETARIOS DEPUTADOS E OUTROS MAIS??????????/

  • Abilio Fernandes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Como ex-governador do Lions Clube Internacional - Distrito L- 33, gostariamos de dizer que tanto o Lions como o Rotary não sao entidades de classe, mas sim clubes de serviços.

  • Luciano Ferreira de Morais Sobrinho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Espero que o MP, faça realmente uma devassa nos cargos ocupados por pessoas incompetentes e que apenas são familiares de deputados, prefeitos, vereadores, senadores e ex políticos.... coisa que acontece do Oiapoque ao Chuí.
    No caso de Dona Terezinha Maggi, é absurdo, primeiro porque ela não usa o cargo para aparecer, nem tão pouco pelo salário, diárias e corrupção, ela tem sim um trabalho reconhecido, registrado e aprovado pelos matogrossenses, o que a diferencia de muitas PRIMEIRAS DAMAS, ociosas, fúteis e deslumbradas, figuras comuns na vida política.E isto incomoda muita gente.
    BLAIRO está certo, Fora os ociosos, incompetentes e acima de tudo parasitas que ocupam cargos.

  • Paulo Elias Dantas | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que País é esse?Onde não respeitamos a Justiça?Será que o Blário se acha mais que a LEI?

  • Robert Cyriaco | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E agora Sr. Paulo Prado ? o Sr. não deveria ter indicado seu primo para a Diretoria da Ager, agora perdeu a independência e a liberdade de cobrar !!!

  • Plinio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    SE TEM QUE SER PRÁ UNS, TEM QUE SER PRÁ TODOS, NÃO IMPORTA SE É OU NÃO COMPETENTE.
    QUANTAS PESSOAS COMPETENTES O MP RECOMENDOU E XIGIU QUE OS EXECUTIVOS DO INTERIOR TIRASSEM DOS CARGOS DE CONFIANÇA?
    PORQUE SÓ ELES TEM QUE TIRAR E O GOVERNADOR NÃO?? SÓ PORQUE É GOVERNADOR? ORAS, OS OUTROS SÃO PREFEITOS E EU UM CIDADÃO. A LEI

  • Plinio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • maria helena | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O MIN.Público está totalmente desmoralizado.Pelo Governador e pelo Prefeito da Capital que não são acionados para cumprir a Lei.O Governador diz "que não vai exonerar Terezinha e pronto".E aí Paulo Prado,vai continuar fingindo que não vê,não escuta?Falar nesse caso não fala mesmo.Já tem quase um ano que o Min.Público é criticado e não se manifesta.Estamos aguardando

  • mario do cpa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    será que É só gogó do MP?. Só mexem com os pequenos. quero ver agora com esse desafio do maggi se vao tomar alguma providencia. É claro que não. O irmão do dr. paulo prado é cargo de confiança, mais parentes e promotores são cargos de confiança de maggi (como o irmão de um da sema), e assim por diante. Imagine quantos parentes de secretários estão empregados - mulher, filhos, genros, noras, etc.
    podem ter certeza e acreditar que não haverá nem uma nota do MP rebatendo esse desafio do blairo.

  • Leonardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Nem tudo que é lei, é justo... e nem tudo que é justo esta na lei.
    Pelo que vejo como sociedade mato-grossensse, a Srª Terezinha Maggi desempenha muito bem a sua função de secretária, então acredito que para sociedade isso é oque importa, e se é para o bom da sociedade... que ela fique na secretaria.
    Agora, Governador, deixa o MP tirar aqueles que não trabalham e que atrapanham a sua administração, tá????

Sorriso tenta aval para conceder RGA

estevam calvo 400   A Prefeitura de Sorriso quer pagar RGA aos servidores, mas não encontrou até agora respaldo legal para assim proceder, considerando a Lei Complementar 173/2020 que, no contexto da pandemia, proíbe reajuste no salário de servidores federais, estaduais e municipais até 31 de dezembro deste...

Ambulância doada pela CBF para MT

Aron Dresch 400   O governo estadual recebeu doação de uma ambulância da CBF como forma de reconhecimento à dedicação dos profissionais da Saúde e dos serviços que estão sendo prestados durante a pandemia. O Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, foi escolhido para...

Fávaro, relatório e vacina sem Anvisa

carlos favaro 400   O senador mato-grossense Carlos Fávaro (foto), eleito na suplementar do ano passado, está comemorando a aprovação pelos colegas do seu relatório ao Projeto 1315/2021, que libera a importação de vacinas e insumos para o combate à Covid-19 no Brasil e sem depender do...

TRE intima deputado pra se defender

gilberto cattani 400   O TRE já citou o deputado Gilberto Cattani (foto) e o comando do PRTB para se manifestar sobre o pedido do suplente Emílio Populo, que quer a perda do mandato do recém-empossado por infidelidade partidária. O relator é o jurista Sebastião Monteiro. Cattani apresenta defesa na...

DEM tem derrotados em 2020 pra AL

anelise silva 400   Alguns filiados do DEM do governador Mauro Mendes estão se movimentando por conta própria, visando as eleições de deputado estadual no próximo ano, alheios ao comodismo do presidente regional do partido, ex-deputado Fabinho Garcia. Em Cáceres, por exemplo, dois são cogitados para...

Vereadores vão devolver a VI de abril

agostinho carneiro 400   Presidida por Agostinho Carneiro (foto), a Câmara Municipal de Ribeirãozinho, um dos menores municípios do Estado, com cerca de 2,5 mil habitantes, decidiu suspender o pagamento da verba indenizatória deste mês de abril de todos os seus nove vereadores. Com isso, os R$ 9 mil que iriam para o...