Últimas

Quinta-Feira, 10 de Maio de 2007, 07h:39 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Maggi deve confirmar Silval na Infra-Estrutura

Governador reassume Paiaguás e anuncia medidas políticas e administrativas 

    Depois de 15 dias nos Estados Unidos, onde ministrou palestras, fechou parcerias no ramo do agronegócio e amenizou as críticas sobre seus ombros na área ambiental, o governador Blairo Maggi reassume o comando do Palácio Paiaguás mais preocupado em contornar crise política e a rebeldia de alguns deputados.

     Maggi anunciará medidas políticas e também administrativas. Atendendo ao PMDB, deve confirmar seu vice Silval Barbosa como secretário de Infra-Estrutura, conforme adiantou para o peemedebista, por telefone, durante a viagem. O partido sob Carlos Bezerra é o único que está fora do primeiro escalão. Em princípio, o acerto seria para o PMDB ficar com a Educação, maior pasta da estrutura da máquina. Recuou e cedeu a Seduc para o PT.

    A Sinfra tem o perfil do PMDB, avaliam os seus quatro deputados na Assembléia, Adalto de Freitas, o Daltinho, Zé Carlos do Pátio, Walter Rabello e Juarez Costa. Silval acha que terá condições de tocar obras com ajuda do governo federal. Para tanto, aposta no deputado Bezerra, presidente da legenda e ex-relator do Orçamento Geral da União. O cacique é tido como bom articulador na busca por recursos. Nas negociações iniciais, Maggi ofereceu as pastas da Indústria, Comércio, Minas e Energia e a Cultura para os peemedebistas, que chegaram a sugerir nomes, entre eles de Aldo Romani.

   Disposto a fazer um segundo mandato mais político que técnico, Blairo Maggi chamará todos os deputados para uma conversa. Quer impedir bloqueio quanto à aprovação de projetos do Executivo. O governador sente que está faltando maior interação, o que vem dando brecha para ataques à administração nos últimos dias. Por fim, o "rei da soja" tenta manter a unanimidade. A última conquista foi do ex-opositor PT, que agora comanda a Educação com Ságuas Moraes.

   No âmbito administrativo, Maggi volta a reclamar da queda de receita e avisa que não vai dar aumento salarial para o funcionalismo neste ano.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Uma petista das causas bolsonaristas

edna sampaio 400   A emblemática vereadora petista Edna Sampaio (foto) se mostra a cada dia defensora das pautas bolsonaristas. Na Câmara de Cuiabá se aliou e vota combinado com os direitistas e conservadores tenente Paccola (Cidadania) e Michelly (DEM). No episódio em que a colega parlamentar fez uma "sarrada"...

Esperança do Procon por candidatura

gisela simona 400   Quem pensa que Gisela Simona (foto), aquela que perdeu para prefeita de Cuiabá e se queimou politicamente ao se aliar a Abílio no segundo turno, não se movimenta politicamente com interesse nas eleições de 2022 está redondamente enganado. Ela tenta, por tudo, reassumir a...

Sorriso tenta aval para conceder RGA

estevam calvo 400   A Prefeitura de Sorriso quer pagar RGA aos servidores, mas não encontrou até agora respaldo legal para assim proceder, considerando a Lei Complementar 173/2020 que, no contexto da pandemia, proíbe reajuste no salário de servidores federais, estaduais e municipais até 31 de dezembro deste...

Ambulância doada pela CBF para MT

Aron Dresch 400   O governo estadual recebeu doação de uma ambulância da CBF como forma de reconhecimento à dedicação dos profissionais da Saúde e dos serviços que estão sendo prestados durante a pandemia. O Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, foi escolhido para...

Fávaro, relatório e vacina sem Anvisa

carlos favaro 400   O senador mato-grossense Carlos Fávaro (foto), eleito na suplementar do ano passado, está comemorando a aprovação pelos colegas do seu relatório ao Projeto 1315/2021, que libera a importação de vacinas e insumos para o combate à Covid-19 no Brasil e sem depender do...

TRE intima deputado pra se defender

gilberto cattani 400   O TRE já citou o deputado Gilberto Cattani (foto) e o comando do PRTB para se manifestar sobre o pedido do suplente Emílio Populo, que quer a perda do mandato do recém-empossado por infidelidade partidária. O relator é o jurista Sebastião Monteiro. Cattani apresenta defesa na...