Últimas

Quarta-Feira, 24 de Janeiro de 2007, 23h:02 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Maggi monta staff na base da amizade, diz Muniz

      O presidente regional do PPS e deputado estadual eleito Percival Muniz retomou nesta quarta às articulações políticas, após 22 dias isolado na região do Xingu, já provocando polêmica. Ele disse que o governador montou um secretariado que representa o perfil de fazer política do próprio Blairo Maggi. "É a política do estilo dele, de escolher equipe com base no princípio da amizade e da relação pessoal, o que não quer dizer que esteja errado. Cada um tem o seu estilo", reagiu Muniz. Observou, em seguida, que normalmente o gestor houve os partidos para composição da equipe, o que não aconteceu neste segundo mandato. "Ele (Maggi) montou o governo que ele quis e tem tudo para fazer uma administração includente, com resultados positivos esperados pela sociedade".

     Sobre a desfiliação de Maggi do PPS e de toda a turma da botina, Percival Muniz considera que o partido 'não perdeu nada'. Lembrou que Maggi enfrentava impasse com a direção nacional e o seu desligamento já era previsível. Para Muniz, o 'rei da soja' nunca foi de priorizar partido. "Então, nem a presença e nem a ausência dele muda muito. Era importante, mas não para a vida paridária do PPS".

    Muniz destaca que o principal projeto do partido agora não é de governo, mas de buscar mudança na estrutura social do país rumo a construção de uma esquerda democrática. "Governo a gente discute, sugere, mas não é o essencial. Vamos começar um novo projeto para MT", destaca o dirigente. Na sua avaliação, o PPS perde algumas lideranças, mas ganha ideologicamente. Entende que, para o projeto partidário, o PPS fica mais enxuto. "Perde mais gorduras, não em relação ao Blairo, mas sobre algumas lideranças que só estavam filiadas por causa do governador. Então o PPS perdeu quilos e uma dieta assim não faz mal para ninguém".

    Perguntado se, como deputado estadual, fará oposição ao governo Maggi, Percival Muniz desconversou: "Ajudamos a construir o governo, que é suprapartidário. Não tem porque fazer oposição, mas pode haver críticas pontuais".

     O ex-prefeito de Rondonópolis por dois mandatos demostra estar distanciado do governador. A rota de colisão começou com as discussões de bastidores sobre as eleições municipais e tambem pela aproximação de Maggi do deputado federal Wellington Fagundes (PR), adversário politico de Muniz.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

IFMT e jogos de azar em campeonato

ivo da silva 400 curtinha   O professor Ivo da Silva (foto), que integra a Diretoria de Ensino do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de MT (IFMT), com sede em Cuiabá, apresentou um requerimento ao reitor Willian de Paula, solicitando que sejam suspensas todas as modalidades esportivas correlatas ao...

5 empresas de ônibus estão na disputa

Cinco empresas concorrem à milionária licitação do transporte coletivo de Cuiabá, que será feita em três etapas. Entregaram a documentação nesta sexta à Comissão de Licitação. São elas:  Integração Transporte LTDA; Caribus Transportes e Serviços LTDA; Rápido Cuiabá Transporte Urbano LTDA; Viação Paraense LTDA e Pantanal Transporte...

Nildo deixa Gefron e assume Cáceres

 Jos� Nildo Silva   O coronel José Nildo Silva (foto) deixa o comando do Gefron, responsável pelas ações de combate aos crimes na fronteira, especialmente tráfico de drogas, para assumir o 6º Comando Regional de Cáceres. Antes, Nildo também liderou o Bope, tropa de elite da...

Vereador ganha mais que o prefeito

emanuel pinheiro 400 curtinha   Vereadores estão sendo pressionados por sindicatos de servidores da Capital para levar a Câmara Municipal a elaborar e aprovar uma lei, aumentando o salário do prefeito Emanuel (foto) para, a partir dessa elevação do teto, beneficiar também diversas categorias. Nessa...

MT cria delegacia contra à corrupção

O governador Mauro Mendes (DEM), atendendo exigência do ministério da Justiça e Segurança Pública, sob Sérgio Moro, determinou a criação da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (DECCOR). A medida visa ter acesso aos recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública. No decreto, fica estabelecido que a DECCOR será conduzida por um delegado da classe especial e que será subordinada...

Vereador terá de devolver R$ 106 mil

justino malheiros 400 curtinha   Justino Malheiros (foto), que está licenciado da Câmara de Cuiabá para tratamento de saúde, terá de restituir R$ 106,6 mil aos cofres públicos juntamente com a empresa Votech Tecnologia em Votação Eireli. E o valor deve ser corrigido monetariamente pelo IPCA...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.