Últimas

Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2007, 11h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Maggi muda também sistema prisional

 

Governador explica que não desistiu da proteção ambiental e aposta nas bases de segurança

    As mudanças na estrutura funcional da secretaria de Justiça e Segurança Pública vão ocorrer também no sistema prisional, revelou o governador Blairo Maggi, em pronunciamento nesta sexta na Assembléia Legislativa. Ele adianta que policiais que atuam dentro dos presídios, como espécie de vigilantes, serão deslocados para o trabalho ostensivo nas ruas.

    O governador destaca que é preciso buscar a integração entre as polícias Civil e Militar e um dos passos importantes é a mudança de foco na chamada polícia comunitária. O governo começa a criar bases de segurança pública. "Nesses bases, os policiais militares não vão estar aquartelados, mas sim presentes nas ruas junto à população. Estaremos colocando lá também os policiais civis e delegacias virtuais para desafogar o sistema". Maggi disse que está nomeando aprovados em concurso público para delegados de polícia, escrivães e agentes.

    O governador admite que a discussão sobre segurança pública deve mesmo estar na pauta e vê como assunto urgente. Afirma que sua administração vem tomando decisões nos últimos dias que não agradam a todos e observa que isso nem poderia ser diferente. Recorre à frase tantas vezes usada pelo ex-presidente dos Estados Unidos, John Kennedy, que dizia o seguinte: "o caminho do sucesso se me perguntarem eu não sei, mas o caminho do insucesso eu sei: é tentar agradar a todos ao mesmo tempo".

     Na avaliação de Maggi, a segurança deve ser vista com esse foco. Pondera que o Estado sabe das suas dificuldades e sabe também das necessidades. "Não temos, por exemplo, como cobrir todo o Mato Grosso com o número de homens. O quadro é insuficiente para todas as questões de segurança e para as especialidades criadas. Então, o momento é de atender o cidadão, de fazer com que ele sinta mais confortável".

     Blairo Maggi concorda que há uma grande confusão devido à desativação do Batalhão de Polícia Ambiental. "Desativamos o batalhão, mas não desistimos da proteção ambiental". Explica que ao invés de ter um grupo de 160 homens para cuidar de um Estado com 906 mil km2, agora contará com toda a corporação militar para atuar na área ambiental. "Todo policial de MT hoje é um agente ambiental, tem a responsabilidade ambiental".

    Explica também que a desativação da Polícia Rodoviária Federal segue o mesmo princípio. Observa que os patrulheiros cuidavam nas estradas do entorno de Cuiabá e Várzea Grande a agora vão acompanhar também os outros 28 mil km de rodovias das outras regiões. "Então, essas questões que muitas vezes não são compreendidas ou mal comunicadas por nós mesmo, criam uma intranquilidade na sociedade quando, na verdade, estamos buscando é a adequação do pouco que temos para atender a maioria da população".

    O governador disse que poderá até reativar as polícias especializadas, mas entende que não há outro caminho senão seguir rumo a integração. "Talvez, entre não atender ninguém e fazer de conta que atende, preferimos enfrentar o problema e fazer o atendimento que achamos que a população merece".

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Recuo do DEM e agora no Republicano

gabriel guilherme 400 curtinha   O DEM terá de excluir da lista de pré-candidatos a vereador pela Capital o nome do jovem Gabriel Guilherme (foto), de 22 anos. Ele optou por se filiar ao Republicano. Lotado na Assembleia como assistente da Secretaria de Orçamento e Finanças e filho do ortopedista Paulo Fonseca...

Galvan vai deixar PDT e ir pra o PRTB

antonio galvan 400 curtinha   Embora não tenha perdido de vistas o Aliança pelo Brasil, partido que está sendo criado por Bolsonaro, Antonio Galvan (foto), presidente da Aprosoja e que acabou levado à frigideira dentro do PDT em meio ao embate por tentativa de candidatura ao Senado, se mostra disposto a ingressar no...

"Pátio igual gato, comendo e miando"

jose medeiros 400 curtinha   O deputado José Medeiros (Podemos), vice-líder do Governo Bolsonaro na Câmara, disse que o prefeito Zé do Pátio, de Rondonópolis, está parecendo gato, comendo e miando, pois recebe recursos federais, inclusive de programas habitacionais e, mesmo assim, ainda alardeia nos...

Adair lançará ex-vice em Alto Paraguai

adair 400 curtinha   O ex-prefeito de Alto Paraguai, advogado emedebista Adair José Alves Moreira (foto), não vai disputar novamente, apesar da insistência do seu grupo. A tendência é de apoiar o seu ex-vice Luiz Figueiredo, com quem administrou a cidade de 2013 a 2016. Luiz também é do MDB e...

Deputado bolsonarista critica prefeito

claudinei deputado curtinha 400   O deputado Claudinei Lopes (foto), morador em Rondonópolis, ficou na bronca com o discurso populista do prefeito Zé do Pátio, para quem o povo nordestino votou em massa no PT e que não tem conseguido construir mais casas populares porque, diferente dos governos petistas, o presidente...

Sem Senado e tudo pela Mesa da AL

max russi curtinha 400   Presidente regional do PSB-MT, o deputado Max Russi (foto) tem participado das discussões para definição de candidaturas ao Senado, na suplementar de abril, mas não mais como pré-candidato. Seu desafio é outro. A prioridade é a busca da reeleição como...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.