Últimas

Terça-Feira, 21 de Outubro de 2008, 20h:55 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

MEIO AMBIENTE

Maggi quer elevar o percentual de desmatamento


Governador Maggi e o ministro Carlos Minc tentam acordo
Foto: Marcos Brandão

  O governador Blairo Maggi reforçou nesta terça (21), em reunião em Brasília com o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, a proposta de liberar maior percentual de áreas para desmatamento na Amazônia Legal e no cerrado mato-grossense. Após longo discussão, inclusive sobre o programa MT Legal, instituído em Mato Grosso, o governo federal federal concordou em manter o assunto na pauta. Assim que o Estado aprovar o zoneamento socioeconômico e ecológico, as áreas a serem exploradas podem fixar percentual de 50% para desmatamento nas áreas de mata e de 80% nas áreas de cerrado.

   O ministro Minc observa que dois artigos da lei estadual se "chocaram" com a lei federal e, por causa disso, é preciso aguardar a definição do projeto do zoneamento. O governador observou que vai haver cadastramento dos produtores para, depois de sancionado a lei, serem beneficiados com a nova regra.

   O programa MT Legal dá aos produtores a abertura de produção em 50 % da propriedade, enquanto os outros 50% devem ser preservados. Já a legislação federal, que sobrepõe à estadual, determina que a abertura para exploração fique em apenas 20 % das propriedades localizadas na Amazônia Legal.

  Ainda em Brasília, além do ministro Minc, o governador se reuniu também com o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Reinhold Stephanes, a quem pediu socorro aos segmentos do agronegócio, com vistas a garantir a produção de algodão e soja, seriamente ameaçada pela crise econômica mundial.(Lisânia Ghisi)

Clique no play e veja as reivindicações de Maggi em Brasília e o que diz o ministro Minc em reportagem da TVCA desta 3ª à noite

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • Gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A quantidade de areas degradas no estado é muito grande, oque precisa ser feito é viabilizar recursaos para a recuperaçaõ (calagem e adubação corretiva) Praticamente 50% das pastagens estão degradadas e em processo de abandono.

  • zé renato | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É assombroso isso!!! apocalíptico. Já não bastava Blairo querer dizer que não existe Amazônia em Mato Grosso, agora quer legitimar um crime contra a humanidade. A Marina Silva é quem estava certa.
    Então a proposta é poder desmatar 50% da floresta amazonica e 80% do cerrado pra plantar soja. Isso é crime!!! É ridículo ver o mundo todo levantando a causa ambiental, e nós que temos uma diversidade tão grande em nosso ecosistema, com amazonia, cerrado e pantanal propormos uma barbaridade dessas. Só pode ser o fim dos tempos!

  • SILVIA MARIA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ACORDA mINC, ESSE REIZINHO MAGICO TA QUERENDO TE ENGANAR MAIS UMA VEZZZZ, SO SE FOR PRA DESMATAR A FAZENDINHA DELE NO ACRE, PARA,M AGORA ELE VAI REFLORESTAR O JARDINS DA BELA MANSAO DE ROOD. , E PLANTAR SOJA EM GARRAFAS PET, PRA AJUDAR NA ECOLOGIA, JA JA TERA ATE UMA ONG, ACORDA MINC, A MARINA SABIA DAS COISAS, LIGA PRA ELA

  • jovane | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    COMO DIRIA O PANICO NA TV:
    -MOTOSERRA DE OURO PRA ELE!!!
    IRRESPONSÁVEL, EM NOME DE SUA GANANCIA, QUER DESAMATAR NOSSAS TERRAS, ACORDEM POVO MATO GROSSENSSE, E NAS URNAS, MANDE ELE PRA CASA.

  • Agnello | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Aumentar área para desmatamento? Não, eu acho que poderíamos liberar toda a Amazônia, afinal, quem precisa de Meio Ambiente, de equilibrio eoclógico? Nossos netos e bisnetos que se explodam! Temos que nos preocupar so com nós. Com o nosso conforto, com o carro do ano que podemos comprar, com o jatinho ultimo modelo. No futuro a soja vai suprir tudo.

    Quanta insanidade!!!!

  • paulo roberto de oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • orlando rondon | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O raciocinio é bem simples que temos que fazer.

    Com a crise financeira internacional, as tradings do setor agricola, inclusive a AMAGGI, estão com poucos recursos para financiar a proxima lavoura, então o MOTO SERRA DE OURO que aumentar a area para simplesmente vender as madeiras e manter os seus lucros.

    Ele devia brigar é com o Lula, para diminuir os gastos publicos, aumentar pelo menos em 10 bilhões de reais o credito agricola e facilitar o credito aos agricultores, porém nas duas ultimas situações a AMAGGI perde dinheiro.

    Volto a repetir que empresarios poderosos para prefeito e governador sempre defenderão os seus interesses e não os interesses do povo, por isso não votei no Blairo e não voto no Mauro.

  • paolo minc | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • marcos boro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    e triste e ainda tem gente que quer esse camarada no senado ,esse cara so ve o hoje e seus lucros nao consegue ver o futuro das proximas geraçoes dia 26 e 45

  • Mauro p. | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    a unica coisa que digo que este é um bush brasileiro..

Jayme incomodado com Flávio em VG

jayme campos 400 curtinha   A candidatura a prefeito de Várzea Grande do empresário Flávio Frical (PSB), principal aposta da oposição, passou a incomodar a família Campos, que apoia o ex-vereador Kalil Baracat, concorrente ao Executivo pelo MDB. Em uma noite que seria de festa, em comemoração...

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

Família Maia tenta retomar o poder

martha maia 400   O ex-prefeito de Alto Araguaia por quatro vezes, Maia Neto, não entrou na disputa de novo ao Executivo, mas lançou a irmã Martha Maia (foto), cuja filha Sylvia Maia é vereadora. Filiada ao PP, Martha entra como principal candidata da oposição ao prefeito Gustavo Melo, que vai à...

Welinton fará grande ato em Barra

welinton marcos 400 curtinha   Welinton Marcos (foto) lança sua candidatura a prefeito de Barra do Garças, na segunda (28), em um grande ato. Mesmo pelo sistema drive-in, devido à necessidade de adotar medidas sanitárias contra a Covid-19, são esperadas na solenidade cerca de mil pessoas, num espaço amplo,...

Irmão de Riva está na disputa em Juara

priminho riva 400 curtinha   O irmão do ex-deputado José Riva, Priminho Riva (foto), filiado ao PL, será mesmo candidato a prefeito em Juara, posto já ocupado por ele por duas vezes (1997/2004). Priminho pertence a uma famíliade políticos. Além de Riva, que foi prefeito e deputado, é...

PSB deve ficar fora da aliança de EP

max russi curtinha 400   O PSB, presidido pelo deputado Max Russi (foto), pulou mesmo do barco de Emanuel Pinheiro. Deve formalizar apoio à candidatura de Roberto França ao Alencastro. O PSB não consta na lista oficial de siglas que estão com o prefeito, que busca à reeleição. Os 11 que estão...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.