Últimas

Quinta-Feira, 08 de Janeiro de 2009, 12h:40 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

PROJETO

Maggi reprova a Universidade Aberta à 3ª Idade

  O projeto do presidente da Assembléia, Sérgio Ricardo (PR), de criar a Universidade Aberta para a Terceira Idade (UATI/MT), passou pelo crivo dos seus colegas parlamentares, mas foi barrado pela Procuradoria-Geral do Estado. Diante do parecer jurídico da PGE, o governador Blairo Maggi decidiu vetá-lo. Pela proposta de Sérgio, a UATI deveria ser criada a partir de uma parceria com da Universidade Estadual (Unemat) com a secretaria de Estado de Trabalho, Emprego e Cidadania e subordinada à Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da própria Unemat. A sede do campus seria em Cáceres, mas extinsiva a todos os campi, incluindo Alta Floresta, Alto Araguaia, Barra do Bugres, Colíder, Juara, Luciara, Nova Xavantina, Pontes e Lacerda, Sinop e Tangará da Serra. O propósito seria contemplar idosos, com idade mínima de 60 e sem exigências de formações específicas, além de possibilitar maior conhecimento em alguma área de interesse do estudante. Assim, o idoso poderia também compartilhar experiências com os mais jovens, diz trecho do projeto de Sérgio Ricardo.

  Blairo Maggi vetou o projeto por entender que este fere  o Artigo 39, parágrafo único da Constituição Estadual, segundo o qual a "criação, estruturação e atribuições das secretarias de Estado e órgãos de administração pública" são de iniciativa do governador. Outra justificativa é de que qualquer interferência de um Poder sobre o outro deve ser impedida. (Lisânia Ghisi)

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • JOÃO DE DEUS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Heita deputado...... é um veto atrás do outro, tens mesmo que criar novos cargos, mas através de concurso público, por que senão tudo continuará como dantes no quertel de abrantes.
    CONCURSO JÁ NA CASA DO POVO

  • Fernando de Jesus Ferreira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    estes são os meus dados, esqueci de colocá-los no comentário, falei sobre acesso, grupos minritários,legislações específicas, como mera intenção de promoção social.

    Sou Acadêmico da UFMT em Ciencias Sociais.

  • Manoel Carneiro Guimarães | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O governador BMaggi gosta é de soja! DEp Sergio Ricardi, propopnha a Universidade da Soja que o Maggi aprova> rsrsrsrsrsrsrsrsrrs................ Kd o Sachett??????????

  • Clovis Epaminondas | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se o Projeto de Lei é inconstitucional por ser de competência do Executivo apresentá-lo, entendemos que o governador deve realmente vetá-lo. No entanto, para que os idosos não fiquem prejudicados, o Executivo deve reapresentá-lo, tornando-o constitucional, pois passa a ser de autoria do Executivo.
    O que nos causa surpresa é a Assessoria Jurídica do Poder Legislativo não ter a capacidade de emitir parecer num projeto de lei como este, declarando-o inconstitucional, antes de ser levado a plenário para apresentação, discussão e votação.

  • Pedro Siqueira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Nâo sei porque o povo mete alenha nos Deputados, ninguem gosta deles,mais quando chega as eleiçôes eles tem milhares de votos,Riva ,Bosaipo,Sergio Ricardo toda essa rapassiada,será porque eles tem salaros miseravél trabalham 20.00 horas por dia deixa suas familias carentes só pode.

  • Jacyara | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Curso academico não é para previlegiar idosos, esta é uma afronta aos mais velhos que possuem condições sim, para pleitear uma vaga através dos processos existentes.
    Balela do meu caro deputado, em achar que velho é trapo e irá ficar trocando informação de meu netinho com futuros bachareis.
    Idoso nunca pediu arrego, pediu sim, RESPEITO e consideração. Os que quererm pleitear alguma vaga nas universidades irão inclusive tentar na UFMT, pois se trata de um desafio em idade avançada e portanto procurarão o ápice das academias.
    Blairo revogou a lei conforme a sua visão de retaliação á Sérgio Ricardo, porem acertou, desta vez.
    Deputado, a idade proporciona conhecimento e condições de, se o velho for academico, ter um relacionamento academico-cultural, igual ou superior a muitos mais novos e com isso contribuir para melhores condições sociáis, politicas e administrativas em nossa sociedade.
    O nobre presidente deveria éra criar uma Lei, para impedir cursos academicos, principalmente de direito, em universidades que facilitam o bacharelado com o fito de privilegiar politicos e executivos em altos postos.
    Ética não é coisa de velho é coisa de postura moral.
    Jacyara Cortez de Lucena - 60 anos - bacharelando este ano em Ciencias Sociáis na UFMT.

  • luiz de arruda e silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O aposentado se não tiver uma atividade morre bem mais cedo.
    O governador está negando aos idosos uma chance de melhorar a sua renda,cá para nós é uma miseria,e colaborando com o INSS e o Estado, encurtando a vida dos aposentados.

  • luiz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    deputado o senhor poderia fazer um concurso na assembleia, do que ficar com essa demagogia barata. acaba com os cabides de empregos que é aquela casa sem leis...

  • Rodolfo Benedito da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É muito engraçado como são as coisas hein...Um deputado tentando criar um projeto que traga ainda mais gastos para a UNEMAT!

    Temos a compreensão que todos devam ter a oportunidade, porém é necessário primeiramente pensar no que já existe...

    Este projeto deve ser pensado de maneira muito isolada a situação da UNEMAT hoje, antes de tudo os parlamentares deveriam votar e aprovar projetos que visassem à estruturação dos campis da UNEMAT, que hoje não oferecem a estrutura (laboratórios) para que seus acadêmicos possam obter uma boa qualificação...A unemat tá sim é parecendo um colégio de primeiro grau>>>


    Senhor deputado Sérgio Ricardo, tenta criar uns projetos mais necessários como de investimentos na estrutura da universidade, será muito melhor para nós e para a população mato-grossense...

    ACADÊMICO DA UNEMAT BARRA DO BUGRES - MT

EP na batalha por vacinas e insumos

emanuel pinheiro 400 O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (foto) entrega nesta segunda (8) PL para a aquisição de vacinas para combate à Covid-19, medicamentos, insumos e equipamentos. O documento foi elaborado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e será votado na Câmara. Esse é mais um movimento...

Fúrio volta à carga contra secretário

celio furio 400 curtinha Depois de se enganar ao abrir investigação contra o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo e ter de pedir desculpas, o promotor Célio Fúrio (foto) voltou à carga. Fúrio entrou na Justiça para que Gilberto seja condenado à perda da função...

TJ e posse em cartórios após 7 anos

maria helena _ curtinha O Tribunal de Justiça, sob Maria Helena (foto), marcou para 31 de março a posse coletiva dos aprovados no concurso para os cartórios extrajudiciais de Mato Grosso. O certame vem se arrastando desde 2013 e foi interrompido diversas vezes por causa de recursos judiciais de concorrentes inconformados com os...

Setores vivem tensão e são castigados

Gilberto Figueiredo Artigo O governo acerta ao estender o horários de funcionamento dos supermercados. Afinal, desde que o decreto entrou em vigor, as filas se multiplicaram pela Capital, aumentando o risco de transmissão do novo coronavírus. Há a expectativa de que novas medidas possam ser tomadas diante do evidente colapso da...

Limpeza e obras no entorno da Arena 

Beto 2x1 400 curtinha   Apesar da Arena Pantanal ser um cartão postal do Estado, o entorno do estádio vive situação crítica com lixo nas ruas, episódios de esgoto à céu aberto e matagal. O secretário estadual de Esporte e Cultura, Beto 2 a 1 (foto), em visita ao Rdnews, assegura que os...

VI de R$ 18 mil garantida na Câmara

juca 400 curtinha A verba indenizatória de R$ 18 mil para os vereadores da Câmara de Cuiabá está garantida, pelo menos por enquanto. Depois de diversas ações judiciais, derrubando a alta indenização por gastos do mandato, os vereadores implantaram o benefício novamente em dezembro. O...