Últimas

Segunda-Feira, 09 de Abril de 2007, 00h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

PALÁCIO PAIAGUÁS

Maggi retorna com 2 "pepinos" para resolver

Governador precisa contornar pedido de intervenção federal e bloqueio da reforma administrativa

   Após 30 dias de férias, Blairo Maggi reassume nesta segunda (9) o posto de governador com dois embates jurídicos para contornar, um que bloqueia a reforma administrativa e outro que pode resultar até em intervenção federal por desobediência do Estado à ordem judicial quanto à desocupação de uma propriedade no Nortão.

   No caso do descumprimento de decisão judicial, o governador em exercício Silval Barbosa já foi notificado. Cabe agora a Maggi apresentar ao Tribunal de Justiça, num prazo de 30 dias, as razões do protelamento. Há oito anos o Estado resiste à ordem de desocupar uma área de 145 mil hectares, compreendendo três municípios (Sinop, Cláudia e Colíder). Teme conflitos com os posseiros. O clima no local é de tensão.

   Para não correr risco de haver intervenção federal em Mato Grosso, o Comitê de Assuntos Fundiários do Estado, sob coordenação da Casa Civil, se reúne com o governador esta semana para iniciar as negociações. Buscará saída pacífica dos ocupantes da propriedade, espólio de Maria Amélia Ferreira.

   Blairo Maggi também convocará esta semana os secretários da área técnica, principalmente Geraldo de Vitto (Administração) e Yênes Magalhães (Planejamento) para reavalizar a reforma administrativa, após derrota jurídica. Uma liminar concedida pelo desembargador Donato Fortunato Ojeda à uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) impetrada pelo Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário e Pecuário do Estado, determinou que as autarquias estaduais, principalmente o Indea e o Intermat, sejam excluídas dos 12 núcleos sistêmicos. Isso obriga o governo a reestudar a reforma.

   Desde o ano passado, a administração vem procurando racionalizar a execução de atividades de controle interno e de apoio para melhorar a qualidade dos serviços finalísticos. Essas mudanças prevêem exoneração e/ou remanejamento de servidores, o que vêm motivando entidades sindicais a recorrer à Justiça para impedir a tal reforma.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • anônimo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A Reforma Administrativa foi uma pessima idéia, contrária ao princípio da Eficiência, "vendida" ao Governador como uma panacéia para seus problemas administrativos. Uma grande bobagem, dissociada de qualquer pensamento que realmente avalie e sugira melhorias no serviço público. Criticada por todos os setores que entendem de administração pública - e que querem que ela melhore, ao invés de piorar - essa idéia só não foi abandonada pela vaidade de certo Secretário de Estado, e pela vergonha que o Governador ia passar.
    Triste para o Estado de Mato Grosso perder tempo desse jeito.

  • Marco Abib | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Estado de Mato Grosso tem por obrigação a desapropriação da área em litígio, uma vez que foram fraudulentos os documentos ali usados pelas famílias moradoras, que sem culpa nenhuma estão em fogo cruzado.

PGR monitora delação de ex-deputado

jose riva 400 curtinha   Membros do alto escalão da Procuradoria-Geral da República, que rejeitou a proposta de delação de José Riva (foto) na esfera federal por causa de omissão de crimes, estão monitorando os bastidores do acordo de colaboração, agora entre o Ministério...

Fritado no PDT e buscando o Aliança

antonio galvan 400 curtinha   Fritado no PDT, o presidente da Aprosoja, Antonio Galvan (foto), pretende agora procurar espaço em um partido considerado de direita. E está se movimentando para assumir em MT o comando do Aliança pelo Brasil, partido que está sendo criado pelo presidente Bolsonaro. O sojicultor se mostra,...

Lúdio e incógnita sobre quem apoiar

ludio cabral 400 curtinha   Em 2010, com PT rachado, o hoje deputado estadual Lúdio Cabral (foto) não apoiou Carlos Abicalil, do seu partido, para o Senado. Preferiu virar cabo eleitoral de Pedro Taques, que se elegeu. Agora, para este pleito suplementar ao Senado marcado para 26 de abril, para preencher a vacância devido...

Cotado à cadeira de desembargador

francisco faiad 400 curtinha   É forte o movimento nos bastidores entre os juristas, dentro e fora da OAB/MT, pela indicação do nome de Francisco Faiad (foto) pela classe Quinto Constitucional à cadeira de desembargador. Bem articulado e com bom conceito no meio jurídico, Faiad foi presidente da OAB/MT por dois...

Pivetta promete permanecer no PDT

allan kardec 400 curtinha   O empresário Otaviano Pivetta, que se tornou o mais badalado nesta fase de pré-campanha ao Senado por causa da grande logística em torno do seu nome, se encontra numa saia-justa. Para líderes do Podemos com os quais passou a ter afinidade política, como os senadores Álvaro Dias e...

Ao Senado, 2 partidos e apoio para EP

elizeu nascimento 400 curtinha   Elizeu Nascimento (foto), terceiro-sargento PM licenciado, não é nada bobo. Ex-vereador pela Capital e no mandato de deputado estadual, Elizeu hoje controla o DC-MT e ainda levou aliados de confiança para o PSL-MT, partido que ainda está ligado ao presidente Bolsonaro e que só de...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.