Últimas

Sábado, 29 de Dezembro de 2007, 09h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

EXECUTIVO

Maggi tem R$ 400 mi a mais para gastar em 2008

 O governo Blairo Maggi (PR) terá R$ 400 milhões a mais para gastar no próximo ano, conforme define a Lei Orçamentária Anual. A receita prevista para 2008 é de R$ 6,1 bilhões. Desse montante, o Executivo ficará com R$ 5,3 bilhões. A Educação, detentora de maior estrutura da máquina estatal, continua em primeiro na fatia orçamentária. Vai movimentar no próximo ano nada menos que R$ 754 milhões, R$ 20 milhões a mais se comparado ao orçamento deste ano - clique aqui e compare.

    O secretário de Justiça e Segurança Pública, Carlos Brito (PR), terá R$ 672 milhões para execução, R$ 100 milhões a mais que em 2007. Trata-se da pasta que vai receber maior incremento de receitas - confira os dados no quadro abaixo. A Saúde que em 2007 contou com recursos na ordem de R$ 543 milhões, a exemplo da Educação, vai receber R$ 20 milhões a mais, perfazendo um orçamento de R$ 573 milhões.

     A primeira-dama do Estado, Terezinha Maggi, secretária de Trabalho, Emprego e Cidadania e Assistência Social,  vai receber R$ 10 milhões a mais em 2008, elevando o orçamento da pasta de R$ 22,6 milhões para R$ 32,9 milhões. Já a Fazenda teve o orçamento reduzido em R$ 23 milhões, de R$ 238 milhões para R$ 214 milhões.

    A Comunicação, hoje sob José Carlos Dias, planeja suas ações com R$ 5 milhões a mais. Neste ano, seu orçamento foi de R$ 9,3 milhões e agora passa a contar com R$ 14,7 milhões. As demais secretarias continuarão com orçamentos com pequenos acréscimos. A pasta de Esporte e Lazer, por exemplo, contará com R$ 6,9 milhões, enquanto a pasta do Meio Ambiente terá R$ 5 milhões a mais. No exercício de 2007, a Sema executou um orçamento de R$ 47,6 milhões e, para o próximo exercício, serão R$ 53,4 milhões.

    Poderes

    Dos Poderes, o Judiciário ficará com a maior fatia do orçamento. Com um aumento de R$ 16 milhões em relação a este ano, o Tribunal de Justiça, sob o desembargador Paulo Lessa, receberá R$ 395,8 milhões, enquanto a Assembléia terá R$ 247 milhões para gastar no ano que vem. Desse montante, R$ 103,9 milhões vão para o Tribunal de Contas. O duodécimo da AL sobe R$ 9 milhões em relação a 2007. Com isso, a média mensal do duodécimo ficará em R$ 12 milhões para um legislativo que conta com 24 deputados.

    Já o repasse para a Defensoria Pública, que passou a ganhar autonomia mesmo vinculada ao Poder Executivo, aumentou de R$ 26,1 milhões (2007) para R$ 27,1 milhões (2008). O Ministério Público registra também um novo incremento em seu orçamento. Sai de R$ 138 milhões para R$ 142 milhões. (Pollyana Araújo)

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Julio Cesar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Bom com referência esta matéria eu gostaria de fazer as seguintes indagações:

    1. Como 24 Deputados conseguem gastar durante 1 ano 247 milhões de reais?

    2. A Casa Civil, a Casa Militar e o Gabinete do Governador que praticamente são um único órgão, precisão dispor de aproximadamente 20 milhões de reais por ano? Para o que?

    3. Um Estado carente de segurança, educação e saúde, precisa gastar aproximadamente 15 milhões de reais DIRETAMENTE (fora o que gasta indiretamente) com propaganda?

    4. 53 milhões de reais para se fazer um planejamento não é dinheiro demais?

    5. Se a Secretaria de Emprego Trabalho e Cidadania utilizasse os seus 33 milhões de reais anuais para contratar o povo carente ao custo de 1 salário mínimo, não daria para gerar mais empregos do que ela gera?

    6. Um estado que não proporciona ao seu cidadão o mínimo existencial que é saúde, educação, segurança e moradia, pode se dar ao luxo de gastar 22,5 milhões de reais com cultura e turismo?

    7. Se os aproximadamente 100 milhões de reais previstos para serem gastos com a Secretaria de Ciência e Tecnologia, fossem realmente gastos com pesquisas, não já teríamos em Mato Grosso até candidatos ao Prêmio Nobel?

  • Gilberto...., | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Viu!!! Depois Ele Governador diz que não tem dinheiro pra dar aumeto aos servidores público e fica só naquele de reposiçõa de inflação como se foce aumento.

    Servidor público tem que ir ao órgão pra trabalhar de ônibus, já que ném uma motoneta pode comprar.

    2008 e ano eleitoral , abra os olhas vocês que tem poder de canetas.

    obrigado

Diretório do Podemos-VG dissolvido

mara podemos curtinha 400   A direção estadual do Podemos, sob o deputado José Medeiros, destituiu o diretório municipal de Várzea Grande e anulou o encaminhamento para apoio a Kalil Baracat a prefeito. Agora sob comando provisório da professora Wilcimara Carnelós, a Mara (foto), que está na...

Silvio provoca debandada no PTB-VG

silvio fidelis 400 curtinha   Silvio Fidélis (foto), afilhado político de Chico Galindo e que se tornou fiel escudeiro da prefeita várzea-grande Lucimar Campos, de cuja gestão é secretário de Educação, provocou debandada geral no PTB local. Inconformado com a decisão de Emanuelzinho de...

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.