Últimas

Quinta-Feira, 01 de Janeiro de 2009, 01h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

PALÁCIO PAIAGUÁS

Maggi troca assessores e vê derrota nas urnas

   O governador Blairo Maggi (PR) iniciou 2008 com várias mudanças em seu secretariado. Em fevereiro exonerou o então secretário de Indústria, Comércio, Minas e Energia, Alexandre Furlan. Em seu lugar assumiu Pedro Nadaf, que, por sua vez, deixou a pasta do Desenvolvimento do Turismo para Yuri Bastos Jorge.


Uma das reuniões do staff conduzida pelo governador Blairo Maggi

   Outro que deixou o governo foi João Carlos Vicente Ferreira, que cedeu na pasta da Cultura a Paulo Pitaluga. Waldir Teis saiu do primeiro escalão da gestão Maggi direto para a cadeira vitalícia de conselheiro do TCE, com salário mensal de R$ 22 mil. Ele comandava a secretaria de Fazenda. Em seu lugar assumiu o então presidente da Agência de Fomento do Estado (MT Fomento), executivo Éder Moraes. Carlos Brito foi outro que deixou o governo. Saiu da Justiça e Segurança Pública e foi substituído pelo delegado da Polícia Federal, Diógenes Curado.

   Maggi entrou de "cabeça" nas eleições deste ano e saiu derrotado nas urnas. Declarou apoio ao prefeito de Rondonópolis, Adilton Sachetti (PR), que perdeu para Zé do Pátio. Apoiou também em Cuiabá Mauro Mendes (PR), que foi barrado pelo tucano reeleito Wilson Santos. Na Assembléia, o governador conseguiu manter a hegemonia e não demonstrou a mínima preocupação com a decisão dos deputados de anteciparem para setembro a eleição da nova Mesa Diretora, que só tomará posse em fevereiro.

  Maior produtor individual de soja do mundo, Maggi leva o "carimbo" borrado por algumas ONGs de destruidor de floresta, principalmente por estar no comando de um Estado que figura como um dos campeões em desmatamento na Amazônia Legal. O governador nega esse rótulo e afirma que a imagem de Mato Grosso fora do país tem melhorado, principalmente quando ele próprio, nas agendas internacionais, enfatiza que o Estado reduziu de 11 mil km2, em 2000, para 3,2 mil km2, em 2008, a área de desmate e também por ser o primeiro do Brasil em produção de alimentos, mesmo utilizando apenas 8% do seu território para agricultura.

   Na área econômica, o otimismo impera. Em recentes entrevistas, o governador definiu 2008 como uma época de bonança, de recursos no cofre do Estado para tocar as obras. O crescimento do Estado passou dos 10%, embora não esconda preocupações quanto ao exercício de 2009 devido à crise econômica mundial, que deve trazer reflexos ao Estado. (Flávia Borges)

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Francisco da Penha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Governador quem t atrapalha são seus próprios secretários Comandantes Diretores, muito deles nem cumprimentam seus funcionários, e são justamentes estes é q vendem a imagem do governo, arrastando vários votos. Procure ler um livro de vários anos no PODER, estes nuncam permanecem por mais de 1 ano e meio coms os mesmos assessores, dirigentes etc.... pense nisso, se não 2010???????????? Julio, Dante, Bezerra....

  • Magali | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Maggi fez de seu governo, um governo fraco.
    Perdeu grandes amigos,parceiros queridos, lideranças.
    É vaidoso,não dá o braço a torcer.
    O que Yuri entende de Turismo? E esse tal de pitaluga bate records de insatisfação neste site.
    Governador, ainda tem tempo para reverter esta
    história.Péssima história por sinal.ah...ah...ah...
    Que saudades de seus primeiros anos de mandato. Qta esperan
    ca que morre com o findar de 2008.
    Fui!

  • Mário de Arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ESSE GOVERNO MAGGI, É O GOVERNO QUE MAIS TEM POLICIA MILITAR NO PRIMEIRO ESCALÃO:
    - MAJOR NOVACKI- Secretário Chefe da Casa Civil;
    - TEN. CEL MAIA- Secretário Chefe da casa militar;
    - CEL. ANTONIO MORAES- Secretário Adjunto de Segurança;
    - TEN. CEL ZAQUEU- Secretário Adjunto de Justiça;
    - TEN. CEL ÁVILA- Secretário Adjunto da Casa Militar e outros que não estou lembrando agora...

    COM TANTOS PM NO PRIMEIRO ESCALÃO, E A POLICIA MILITAR DO ESTADO DE MATO ESTÁ A PIOR DO BRASIL EM TODOS AS SITUAÇÕES..

    ESSE CAMPOS FILHO TEM QUE VESTIR UM POUQUINHO O SAPATO DA HUMILDADE E VAZAR DAÍ..

    MAIS PRO NOVACKI É ÓTIMO O CAMPOS FILHO FICAR AÍ, POIS ELE É PAU MANDADO DO SR. NOVACKI, INFELIZMENTE A NOSSA GLORIOSA NUNCA ESTEVE TÃO RUIM.. ESTÁ PEDINDO SOCORRO..

    SÓ DE PENSAR QUE AINDA FALTAM 2 ANOS..

    QUE DECEPÇÃO BLAIRO MAGGI!!!!!

  • Francis Gouveia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ACRESCENTANDO...

    O CALCANHAR DE AQUILES DO GOVERNADOR AINDA É O MEIO AMBIENTE. VAI GOSTAR DE GENTE INCOMPETENTE ASSIM HEIN?
    OS SOJICULTORES NÃO IRÃO ELEGER SEU CANDITADO GOVERNADOR.
    DEIXE DE SER TEIMOSO HOMEM.

Mauro e vitórias na briga de decretos

mauro mendes 400 A estratégia do governador Mauro Mendes (foto) de articular com os Poderes a edição do decreto de toque de recolher vem dando frutos. O governo publicou decreto impondo toque de recolher das 21h às 5h, com fechamento do comércio às 19h. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, discordou e fez...

Prefeito é intubado e pode ir para SP

Prefeito de Tapurah Carlos Alberto Capeletti   É grave o quadro de saúde do prefeito de Tapurah (432 km de Cuiabá), Carlos Alberto Capeletti (PSD). Após piora, ele precisou ser intubado nesta quinta (4). Foi internado na terça (2), após testar positivo para Covid-19, em uma UTI no Hospital 13 de Maio, em...

Setasc doou 330 mil cestas básícas

Rosamaria 400 curtinha   A Secretaria Estadual de Assistência Social e Cidadania (Setasc), sob Rosamaria de Carvalho (foto), já entregou mais de 330 mil cestas básicas desde o inicio da pandemia, sendo 110 mil em Cuiabá e Várzea Grande. E como assistência social foi considerada como serviço essencial,...

Interinos ficam sem cargos no TCE

jose carlos novelli 400 curtinha   Com o retorno dos conselheiros do TCE, Antonio Joaquim e José Carlos Novelli (foto), dois substitutos perderam os postos não apenas nas relatorias, como também ficam sem os cargos na gestão. É o caso de Isaías Lopes da Cunha, que deixou de ser ouvidor-geral, sendo...

MT perde José Afonso Portocarrero

portocarrero-400   Morreu nessa quarta  (3), aos 93 anos, José Afonso Portocarrero (foto). O ex-presidente dos extintos  Banco do Estado de Mato Grosso (Bemat)  e Loteria do Estado de Mato Grosso (Lemat)  morreu de causas naturais. Viúvo, deixa quatro filhos.  Na vida profissional, foi o responsável...

Secretários filiados e sem pretensões

Beto 2x1 400 curtinha   Presidente do DEM em Cuiabá, o secretário estadual de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto 2 x 1 (foto), disse, em visita ao Rdnews, quando concedeu entrevista à tvweb RDTV, que alguns colegas secretários estão filiados ao partido, mas isso não significa que eles...