Últimas

Domingo, 22 de Novembro de 2009, 11h:54 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

DIVERGÊNCIA

Maior concurso do país é cancelado e vira caso de polícia


Tumulto em frente as salas, após anúncio do cancelamento do que seria o maior concurso público do país

  Mesmo com a resistência do secretário estadual de Administração Geraldo de Vitto de anunciar oficialmente o cancelamento daquele que seria o maior concurso público do país, fiscais e coordenadores dispensaram os candidatos, em meio a tumulto generalizado. Eles anunciaram que o concurso, ao menos para aqueles que foram convocados a fazer as provas no período matutino, está cancelado. Resta a expectativa agora para os demais que estão inscritos à tarde. A tendência é da Universidade do Estado (Unemat), com sede em Cáceres e responsável pelo concurso, comunicar o cancelamento geral. Foram inscritos nada menos que 274 mil pessoas para disputa de 10.086 vagas de servidores do Estado. As provas deveriam ocorrer neste domingo.

    Pelo edital, os portões deveriam ser fechados às 8 horas. A maior confusão se deu porque houve mudança de locais das provas. Candidatos que deveriam comparecer à escola estadual Professor Honório Rodrigues de Amorim, no Cristo Rei, em Várzea Grande, por exemplo, foram remanejados de última hora para a Unirondon, em Cuiabá. A partir da meia-hora de atraso para início das provas, os candidatos já começaram a ficar apreensivos. Irritados, uns saíram e se aglomeraram nos corredores. Os fiscais se viram acuados e pressionados a dar explicações. Volta-e-meia aparecia um coordenador para dizer que "logo as provas iriam começar" e que "só estavam resolvendo problemas de acomodação daqueles que tinham sido trocados de locais".

   Duas horas depois, veio a notícia do cancelamento. Os inscritos gritaram "cancela, cancela..." e também vaiaram, em sinal de protesto. Na Unirondon, candidatos que estavam nas salas do bloco C iniciaram as provas, mas, sob protesto dos demais, se viram impedidos de continuar. Houve tumulto dentro e fora da instituição. Candidatos jogaram provas pela janela. A bagunça foi tanta que as regras do edital proibindo, por exemplo, uso de aparelho celular, de óculos de sol e bonés, foram ignoradas pelos fiscais logo na entrada nas salas.

   O cancelamento do concurso representa um atestado de incompetência da Unemat. O respingo negativo desse processo recai sobre os ombros do secretário estadual de Administração, Geraldo de Vitto, que estava à frente do processo, do reitor da Unemat Taisir Karim e no governo Blairo Maggi. Aquele que entraria para o livro dos recordes brasileiros, o RankBrasil, como maior concurso público do Brasil em número de vagas oferecidas, se transforma num fiasco e com prejuízos a milhares de pessoas. (Romilson Dourado)


Em meio ao tumulto, candidato concede entrevista e se mostra revoltado com a (des)organização do concurso
Fotos: Aline Memória

(Às 12h25) - Secretário convoca a imprensa para anunciar cancelamento do concurso

   Depois de duas horas de reunião com o comitê gestor, o secretário estadual de Administração Geraldo de Vitto percebeu a gravidade das falhas e vai anunciar, em entrevista coletiva, às 14h, no Palácio Paiaguás, o cancelamento do concurso público. Ele pontuará os problemas e deve anunciar uma nova data das provas. A tendência é da Unemat, responsável pelo concurso, devolver dinheiro àquelas pessoas quem não queiram mais participar do processo seletivo.

   Em princípio, Geraldo Vitto, na reunião deste domingo com representantes das Polícias Federal, Civil e Militar, do Gaeco, Unemat e da pasta da Administração, apresentou resistência à ideia de cancelamento. Muitos candidatos registram boletim de ocorrências na polícia. O mais grave foi a constatação de que provas que deveriam ser distribuídas em salas no período vespertino já estavam em poder de centenas de pessoas logo pela manhã, uma falha criminosa. As maiores confusões foram registradas em Rondonópolis e em dois estabelecimentos em Cuiabá reservados para receber os candidatos, na Unic e na Unirondon.

(Às 12h50) - Candidatos lotam Cisc Verdão; delegado apreende provas

   Alguns candidatos foram até o Cisc Verdão registrar boletins de ocorrência pedindo o cancelamento do concurso. Segundo Willian de Almeida, que iria fazer a prova para o cargo de gestor governamental, as provas foram distribuídas em 5 lotes. O primeiro trazia provas para outro cargo. O segundo, terceiro e quarto lotes eram para serem abertos somente no período da tarde. "As provas dissertativas foram distribuídas agora de manhã. Todos os candidatos puderam conferir o conteúdo", diz. Por fim, segundo outros candidatos, os fiscais queriam lacrar novamente os envelopes para serem redistribuídos à tarde. Segundo eles, os candidatos ficaram presos nas salas até que a situação fosse resolvida. Policiais do Cisc Verdão apreenderam as provas e confeccionaram os boletins de ocorrência. (Flávia Borges)



Policiais apreendem provas, candidatos registram B.O no Cisc Verdão e pedem cancelamento
Fotos: Aline Memória

Postar um novo comentário

Comentários (85)

  • ricardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    POTAMERDA, LOGO NESSE VAI CANCELAR FUI TAO BEM NAS PROVAS, ISSO DEVE TER CUNHO POLITICO COM CERTEZA, VAI TER ELEICOES ANO QUE VEM E TEM MUITA GENTE COM CIUME DISSO, NOS POBRES QUE SOFRE, NUNCA VI TANTA GENTE COM ESPERANCA TEM UNS AMIGOS QUE JA ATE TAVA FAZENDO PLANO PRA COMPRAR UM AP. COITADOS.

  • joao | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu tô falannnnnnnnnnndo, daqui para o fim do mandato deve aparecer muitas coisas que estão escondidas, mas vão aparecer com certeza. Pacenas foi arquivada, todos são inocentes.
    Tudo jogada política, tiro saiu pela culatra.
    Dante de Oliveira tinha os servidores do estado com ele, tinha 80% de aprovação, deixou o governo para candidatar a senador, o resultado não precisa nem falar né.
    As coisas repetem e vai repetir, dizem que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar, cai sim vamos aguardar.

  • joao | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Copa? que copa? MT vai ter copa? Pura enganação, vai ficar só na vontade.
    MT nunca vai ter condições de ter copa do mundo.
    MS sim alí é potencia.
    Engraçado no Brasil tudo é assim que funciona, cálculo de aumentos de energia eletrica erraddas, só ferro para os consumidores, concurso que não realiza por problemas de fraudes.
    E por aí se vai o povo brasileiro, a resposta virá em 2010 vamos aguardar.

  • Anita Antunes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tudo isso resume em uma só palavra
    D Vito ....... im com pe ten te.
    Taisir ........ im com pe ten te.
    Assessores .... im com pe ten te.

  • Sandra | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Governo, ainda e tempo.... manda uma BOTINA bem grande no DE VITTO, ele provou que é incompetente, é a impresa que executou toda esta palhaçada de quem é?????? o Senhor sabe. A UNEMAT é so boi de piranha.

  • paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    lamentável, porque não contratou a UFMT, que tem experienia emconcurso publico, nos 39 anos de existencia nunca houve nenhuma falha a nivel de anular concurso.

  • Luiz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    MAS SERA QUE O GOVERNO DO ESTADO AINDA NÃO APRENDEU QUE NÃO DÁ MAIS PRÁ CONTRATAR A UNEMAT PRÁ FAZER CONCURSO???? JÁ NÃO FORAM SUFICIENTES OS EXEMPLOS DO CONCURSO DA SEFAZ E DE PROFESSORES DA UNIVERSIDADE, QUE TIVERAM UMA PESSIMA ORGANIZAÇÃO E FRAUDES? QUEM ESTÁ GANHANDO COM ISSO? O ESTADO, COM CERTEZA, É QUE NÃO!!!

  • Silvio Alvarenga | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Até eu que não me inscrevi para esse baderna estou revoltado, imagine vc quem andou 2.500 km para fazer o tal concurso!
    Bom, era uma sexta feira 15 horas, saia eu de boeto em mão para ir ao correio do Palácio Paiaguás pagar a minha incrição. Derrepente no meio do caminho um pensamento me veio a cabeça e me disse: Camarada, deixe disso, não jogue dinheiro fora, hoje é sexta feria, com esse cinquentinha aí vc bebe um monte de geláááááádas até domingo,vai ser muitomais proveitoso, quem sabe aparece até um loirinha quente no meio disso tudo!
    Aí eu parei, pensei e dei meia volta, rasguei o boleto e obedeci a essa voz do além.
    Esse concurso é para o De Vitto aparecer e fazer politicagem. Se quisesse fazer concurso de verdade não teria esperado sete anos e no apagar das luzes inventar concurso. Agora vem com essa de que só tem até abril/2010 para contratar! O correto é deixar esse concurso para ser relizado no próximo governo e no primeiro semestre, para que não haja essa baderna toda.
    F O R A DE VITTO!!!

  • ribeirinho do rio paraguai | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Marcos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Senhor governador Blairo Maggi: livre seu governo desse fiasco e demita AINDA HOJE o secretário de administração Geraldo de Vitto. Sob o risco de seu projeto continuísta de governo ir pro ralo abaixo em 2010.

Juca e os 7 secretários da Câmara

andre pozetti 400 curtinha   O presidente Juca do Guaraná definiu sete dos nove secretários que vão ajudá-lo a administrar a Câmara de Cuiabá. O secretário de Administração é Bolanger José de Almeida. O coronel PM da reserva Edson Leite conduz o Patrimônio e...

Morre mais um pastor da Assembleia

pastor jose alves de jesus 400   A Covid-19 transforma mais um pastor da Igreja Assembleia de Deus em vítima fatal. Morreu nesta terça José Alves de Jesus (foto), que presidia há vários anos o Campo Eclesiástico Autônomo da Igreja de Primavera do Leste e região. Ele estava hospitalizado com o...

Mauro e os "cabeças chatas" do CE

mauro mendes 400   O governador Mauro Mendes está disposto a conhecer a experiência da  educação pública  do Ceará, que há anos apresenta os melhores índices no Ideb e é orgulho dos irmãos Ciro e Cid Gomes, ex-prefeitos de Sobral e ex-governadores. Até pretende...

Seduc e microônibus para municípios

alan porto 400 curtinha   A secretaria estadual de Educação, sob Alan Porto (foto), tem buscado parcerias com prefeituras para construir quadras poliesportivas, laboratórios de informática e escolas, além de ampliar salas de aula, adquirir ares condicionados e microônibus escolares, de modo a atender...

Emanuel é quem mais realizou obras

emanuel pinheiro 400 curtinha   Um levantamento da empresa Percent Pesquisa & Consultoria, feita em Cuiabá entre os últimos dias 13 e 14, destaca que, na percepção de 49% dos cuiabanos, o prefeito reeleito Emanuel Pinheiro (foto) foi o que mais fez obras e serviços. Em segundo lugar, com 19,8%, é citado...

Emendas ajudam Unemat de ROO

thiago silva 400 curtinha   Em reunião com o reitor da Unemat, Rodrigo Zanin, e com o pró-reitor Alexandre Porto, o deputado estadual Thiago Silva (foto) tratou da emenda de R$ 1 milhão para manter o curso de direito e abertura do de jornalismo em Rondonópolis neste ano. E, juntos, definiram o modelo de...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.