Últimas

Quarta-Feira, 04 de Junho de 2008, 11h:19 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

SEGURANÇA PÚBLICA

Maioria dos bandidos não são presos, diz Fabris

  O deputado Gilmar Fabris (DEM) disse nesta quarta, diante do secretário de Justiça e Segurança Pública do Estado, Diógenes Curado, que existem mais bandidos soltos do que nas cadeias. "Se o senhor (Diógenes) for lá agora e abrir o Pascoal Ramos vai saber que aqui fora tem 10 vez mais gente solta do que lá dentro. Tem 10 vezes mais bandidos que lá dentro", disse o parlamentar. O curioso é que Fabris foi cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) por compra de votos. Hoje, se mantém no cargo graças a uma liminar do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ele enfrenta ações criminais na Justiça

   Na sessão, o polêmico Fabris criticou ainda que Diógenes não conseguiu explanar os projetos visando melhorias da segurança pública. "Se o senhor não conseguiu falar dos projetos, imagine para nós colocarmos eles (projetos) em ação". Pondera, porém, que não é só o secretário que não consegue pôr as propostas em prática. "Não é o senhor (Diógenes) que não vai dar conta não. É nós que não damos conta, pois é muita coisa". Cobra uma atuação mais firme de Diógenes em relação ao trabalho dos policiais nas ruas. "Acho que a população tá esperando uma atuação mais firme do senhor no sentido, assim, de rua", disse.

  O deputado faz uma alerta ao secretário, para quem não tem noção da dimensão do problema da segurança pública. "Não tô aqui para criticar. Tô aqui para colaborar e para o senhor ver que o problema é mais grave". Enfatiza que todas as esferas devem se preocupar com a área, inclusive a municipal, que também deve investir em segurança.

   Um tanto contraditório, Fabris confunde redução da criminalidade com assistencialismo. "Às vezes, o cara acha que é imoral quando o prefeito põe gasolina e diz: olha não aceito isso porque não preciso. Precisa sim. O prefeito tem que entrar para ajudar sim. Que mal há nisso?". Enfatiza que é dever de todos combater os bandidos. (Pollyana Araújo)

Postar um novo comentário

Comentários (21)

  • KID JAUMZINHO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Incrusive ele! Ta sorto até hoje. Que vergonha!

  • Vicente | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ó meu Deus tadinho do presuntinho enganador, como pode gente esse homen, pq não pode ser (H), ter tanta cara de paú deslavada até c/ sabão de soda, vir a público falar algo sobre moral, eu acho que JK deve estar até tampando o rosto mesmo dentro dos seus restos mortais com vergonha de tanta canalice e senvergonheira que certos homens que fazem leis para se beneficiarem a si próprio - como seria bom a gente ver esses canalhas sairem da assembléia (reduto deles - casa das tramóias) todos com algemas não é mesmo seu gilmarzinho - Dona Chiquinha e cia ltda.
    Toma vergonha seu cabra olha o Próprio RABO primeiro pra poder falar algo sobre moralidade - persona não grata.
    fuuiii

  • léo medeiros | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tem razão o Deputado, tem muito politico solto,ops..., digo bandido solto.

  • CELIO PRADO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    MEU DEUS, ISSO NÃO PODE SER VERDADE, O DEP GILMAR FABRIS QUESTIONANDO DR DIOGENES CURADO, UM DELEGADO DE MORAL ILIBADA, SENDO QUESTIONADO POR UM HOMEN QUE O MATO GROSSO INTEIRO SABE DE SUAS MUTRETAS.!!

  • Thiago Araujo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse deputado do DEM não tem a menor moral para tentar dar lição num cidadão extremamente preparado como o delegado federal Curado, secretário de Segurança. A desinformação do eleitor, os currais eleitorais e o dinheiro farto (saiu da onde?) são os responsáveis pela presença de um indivídio tão despreparado como o deputado de Rondonópolis no Parlamento Estadual. Suspeita-se que foi ele o pau-mandado que meteu medo em Maksuês Leite e fez o deputado correr, como um cordeirinho, para os braços de Júlio Campos. Fabris, como se lembra, passou mais de um ano fora da Assembléia, supostamente para tratamento de saúde, mas recebendo o dinheiro do contribuinte, em forma de salários. Um sujeito desse não tem compromisso com a seriedade. É de gente desse naipe que Jaime e Júlio Campos se cercam. Agora, quer ensinar a Polícia a trabalhar. Que há falhas na Segurança, não há como negar. Mas, esse deputado é o menos indicado para apontar soluções. Na verdade, se a Segurança funcionasse a contento, o parlamentar democrata não estaria em liberdade.

  • Zé Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pois é sr. Deputado fora da cadeia tem mais bandido....
    e a maioria dos bandidos que estão fora você sabe onde esta... sim Na Assembléia Legislativa.
    hhahahahahahahahahahahahahahah quem está questionando o Secretário, eu se fosse você ficava bem quietinho na sua cadeira vibradora...
    o seu telhado é de vidro, você é o único que não pode questionar nada, fica quieto ganahndo o seu salário que não é pouco.
    Fala sério!!

  • Ana Aline | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns deputado Gilmar Fabris. Tenho que adimitir, concordo com vossa excelência, mas, confesso: é pela primeira vez. Tenho certeza que o senhor entende da bandidagem. Acho que o Poder Executivo tinha é que construir um presídio especial, só para os casos de colarinho branco. Assim os presos comuns, a maioria ladrões de galinha, não seria contaminado pelos presos dessa corja, muito mais especializada, cínica, sórdida.

  • ANTONIO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    - É POR AI MESMO, OS ROTOS FALANDO DOS RASGADOS, MAS A SUPLENTE QUE AI ESTA AFOBADA, ESTA LOUCA PARA POR A MÃO NO MEL (GRANA), FAZ PARTE DO CLÃ ESSA GANANCIA..... M.P. E A DONA CHICA COMO É QUE FICA.......

  • Gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Concordo plenamente com o Deputado, muitos deles protegídos pela imunidade parlamentar e foro priviligiado.

  • CARLOS ROBERTO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    EU CONHEÇO O DR DIÓGENES DESDE QUANDO ELE ÉRA AGENTE DA PF, JOGAMOS E IREMOS JOGAR MUITA BOLA JUNTOS, É UM HOMEN EXEMPLAR, POLICIAL DE PRIMEIRA LINHA, MORAL INACATAVEL, E DE REPENTE ELE VIRA SECRETARIO DE SEGURANÇA, AI TEM QUE IR NA CASA DO RIVA,OPS-CASA DO POVO PARA SER QUESTIONADO POR GILMAR FABRIS, É PRA ACABAR.!!

Emendas para todos os 24 deputados

Max 400 curtinha   O presidente da Assembleia, Max Russi (foto), em visita ao Grupo Rdnews, quando concedeu entrevista ao portal e à tv web Rdtv, defendeu as emendas impositivas, que são indicadas pelos deputados e pagas pelo governo, via orçamento. Lembra que são instrumentos importantes para fazer com que obras e...

Deputado defende cultos com até 600

sebastiao rezende 400   Num momento em que a segunda onda de contaminação pelo novo coronavírus avança em MT, levando o governo a retomar medidas restritivas para evitar colapso, já que cerca de 90% das UTIs estão lotadas, o deputado Sebastião Rezende (foto), da Igreja Assembleia de Deus, teve a...

"Batida" em apresentador por engano

ricardo martins 400   Durante a dupla operação deflagrada pela PF nesta terça em alguns municípios de MT, entre eles Cuiabá, agentes federais, por um equívoco no cumprimento de mandados, acabou batendo na porta do apresentador da TV Cidade Verde, Ricardo Martins (foto), que não tem a ver com o caso....

Paccola é cotado para diretor-geral

gianmarco paccola 400   O discreto e atuante delegado Gianmarco Paccola (foto), hoje diretor-geral-adjunto da Civil, já desponta nos bastidores como nome preferencial do Palácio Paiaguás para eventual substituição a Mário Demerval, que deve mesmo deixar o posto de diretor-geral para disputar as...

Luta pra isentar parte dos aposentados

eduardo botelho 400 curtinha   Primeiro-secretário da Assembleia, Eduardo Botelho (foto) disse que foi criada espécie de força-tarefa dos deputados para fechar um acordo com o governo, de modo a ajudar aposentados e pensionistas e portadores de doenças raras para isenção do pagamento da alíquota da...

Investimentos em segurança pública

alexandre bustamante 400   Alexandre Bustamante (foto), secretário estadual de Segurança Pública, é enfático ao afirmar que o Estado tem investido em equipamentos e infraestrutura para combater a criminalidade. Segundo ele, a maior prova disso são os projetos que integram o programa MT Mais. Ao todo, devem...