Últimas

Quinta-Feira, 15 de Janeiro de 2009, 15h:45 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

CARREIRA MILITAR

Mais 63 PMs são transferidos de Rondonópolis

  Sob justificativa de que faltam policiais em outras cidades do Estado, principalmente na região Sul, o comandante-geral da PM, coronel Campos Filho, anunciou a transferência de 63 policiais que hoje atuam no 5º Batalhão de Rondonópolis. Em menos de 60 dias, este é o segundo remanejamento . No mês passado, 18 PMs foram transferidos. Segundo o Boletim 3.625, de 5 de janeiro deste ano, serão transferidos agora 8 sargentos, 15 cabos e 40 soldados.

   Terceiro maior município do Estado, Rondonópolis conta com 437 PMs que cuidam da segurança dos cerca de 200 mil habitantes. Este é o segundo anúncio de remanejamentos feito pelo governo do Estado. Essas mudanças têm gerado repercussão política porque estão ocorrendo após a vitória do oposicionista  Zé do Pátio, novo prefeito que derrotou nas urnas o afilhado político do governador Blairo Maggi, ex-prefeito Adilton Sachetti.

   Na área da saúde, o Estado havia determinado o retorno às funções de origem de 48 servidores que estavam cedidos ao município, por meio de parcerias. Após reportagem divulgada no RDNews, o secretário estadual de Saúde, Augostinho Moro, decidiu não mais reconduzí-los ao hospital regional. Assim, esses servidores continuam atuando nas policlínicas e demais unidades - saiba mais aqui.

  Segundo o comando-geral da PM, a transferência dos 63 policiais vai acontecer porque há déficit do quadro em outros municípios. Não há data para acontecer o remanejamento. Entre os que devem sair de Rondonópolis está o soldado Marco Antônio Cassiano da Silva, irmão do novo secretário de Meio Ambiente de Rondonópolis, Lindomar Alves.

   Hoje um soldado da PM pode ganhar de R$ 1,4 mil a R$ 1,9 mil. Cabo tem subsídio que varia de R$ 2,1 mil a R$ 2,5 mil. Terceiro-sargento recebe R$ 2,6 mil, segundo-sargento, R$ 3,5 mil e, primeiro-sargento, R$ 3,2 mil. (Patrícia Sanches) 

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • Laura | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Menos 60 policiais? Isso é inacreditável. Dia após dia, o criminalidade em Rondonópolis tem aumentado. Roubos de motos já faz parte do cotidiano das pessoas, que normalmente terão que pagar um bem, que lhe foi tirado, por anos a fio.
    Homicídios e latrocínios voltaram a assombrar os moradores. Nesta madrugada uma senhora foi assassinada e seu carro foi roubado. As outras cidades que irão receber esses policiais deveriam recebê-los com uma grande festa, mas nós, rondonpolitanos estamos indignados.
    A atuação da PM não têm sido a contento. A tal onda de crimes não pára de crescer, o que tem atraído novos surfisitas do roubo para crista dele.

    Precisamos de mais policiais e não de transferências.

  • ass. sd. pm. souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    SR. JORNALISTA.
    ESPERO Q PUBBIQUE ESTE HUMILDE COMENTARIO DE UM PRAÇA DESESPERADO E COM MEDO DE PUNIÇAO, POIS ESSA TRANSFERENCIA FOI PARA PREJUDICAR O PREFEITO E QUEM VAI PAGAR E A POPUPAÇAO, POIS AQUI JA NAO TEM PM NAS RUAS ,ESTAMOS EM UMA ESCALA DE AGORA POR DAQUI A POUCO E AINDA SOMOS TRANSFERIDOS A TOQUE DE CAIXA SEM DIREITO A NA DA . EU NEM VOTEI ESTAVA A TRABALHO, E VOU SAIR DE PERTO DE MINHA FAMILIA PRA ONDE NAO TENHO NADA NEM CASA SO PORQUE O PREFEITO DA TURMA DO PODER PERDEU E INJUSTIÇA ,TENHO ESPOSA E FILHOX NO COLEGIO NAO POSSO LEVA LOS E COMO VAI FICAR. PEÇO A OUTRAS AUTORIDADES QUE NOS AJUDEM POR FAVOR NAO TEMOS NADA COM A POLITICAS. O CMT GERAL FAZ O QUE O MAJOR NOVACKI MANDA . E QUERO APROVEITAR PARA VCS DA IMPRENSA APURAREM PORQUE O CEL CMT GERAL PERDEU NA JUSTIÇA O SEU POSTO DE CEL E VOUTOU A SER TEN CEL E ESTA MANTIDO DO CARGO POR FORÇA DE LIMINAR O QUAL O MESTADO PAGA COM O DINHEIRO PUBLICO UMA MULTA DIARIA POR ISSO, APUREM JUNTO AO CEL CAMPOS FILHO E POR ISSO Q ELE FAZ O Q O GOV. MANDA . AJUDEM NOS POR FAVOR

  • Amado Amador | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A primeira vista parece que o desejado é o aumento da violência em Rondonópolis – seja nas invasões, seja nos crimes de morte -, porém, se o prefeito Zé do Pátio conseguir controlar a segurança pública através de uma guarda municipal, então ninguém conseguirá segurá-lo rumo ao Paiaguás.

    Temos visto a questão da violência em Cuiabá e Várzea Grande serem apontadas como responsabilidade exclusiva do governador, mas não se espera destes dois prefeitos nada diferente de jogar sua responsabilidade em outros. Por exemplo, a GM de VG funcionava até o prefeito Murilo Domingos assumir; a GM de Cbá continua no gogó do prefeito Wilson Santos.

    Então, a questão é simples, se o prefeito Zé do Pátio der um baile no governador na área da segurança será o único político responsável em Mato Grosso.

  • Bruna | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Blairo tm um quê de Ronaldo Fenômeno. O Blairo é Governador do estado, poderia ser Presidente mas sua alma não deixa a currutela de onde saiu. Igual ao fenômeno que poderia ter todas as mulheres do mundo mas acabou com 2 travecos num motel. Essa perseguição ao Patio vai acabar mal pros Governistas. uma Pena. nunca vi tando egoismo.

  • Magalhães | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Um bom conselho ao Ilustre Prefeito crie a Guarda-Municipal, e equipa ela para o Serviço, já que o Desgoverno de Blairo chegou a população. Depois esse Governo não venha pedir voto em 2010, 2012 e assim por diante....o seu reinado tera fim, pois esta penalizando quem lhe deu 2 mandatos. O Prefeito e um voto só, mas a população e a população. E ká pra nois merece respeito e concideração.

  • Jonas Melo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Iniciativa inédita e Burra do CMT Geral da PMMT. A desculpa é que há deficit em outra localidade??. Quer dizer então que em Rondonópolis estava sobrando efetivo???
    Isso é pura perseguição política contra os pobres PMs que não apoiaram o candidato do comandante geral!!!!Também o comandante geral da PMMT procura desarticular o grupo mais politizado das Praças que servem em Rondonópolis-MT, responsáveis por sucessivas mobilizações reinvindicatórias por de melhores salários.Porém, com toda certeza o tiro sairá pela culatra, pois ao puverizar esses militares,estar-se-á semeando líderes para a corporação em todo o Estado de Mato Grosso. Assim espero!

  • roberto almeida gil | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essas transferencia e apenas a ponta do rabo,a outros casos nao explicaveis no periodo pre-campanha.A troca de comandantehic...as açoes envolvendo a instituiçao ,com um negociador ,incipito ,inodoro e incolor,usando farda de uma instituiçao que ele nao respeita.Essas açoes so servem para prejudicar a PM,CRIAR TERRORISMO PSICOLOGICO,comprometendo a qualidade dos serviços prestado a populaçao.Esses despreparados que leva o CMDT a tomar esse tipo de decisao,em futuro proximo nao existira na vida publica ,porem os atuais profisionais PM ai estarao .O dito popular preconizaTERREIRO QUE NAO TEM GALO QUEM MANDA E FRANGUINHO,E esse comando esta sendo uma vergonha para nos poiliciais que respeita a instituiçao.

  • Paulo Pitaluga | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Só penso que quem realmente deveria ser transferido, não esta neste bolo!!! Oras, tem que observar melhor!!!Policial Militar envolvido em argiotagem, pistolagem, segurança privada e até roubos em propriedades rurais, não constam na relação... Vamos abrir os olhos...é só ver quem anda de golf e de caminhonete nesta cidade...nada contra os policiais que tem posses...mais que elas sejam honestas...

  • Admilson Alves da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Estranho é o fato das Transferências ocorrerem após o período eleitoral. O servidor público não pode ter um parente que trabalhe ou apoie este ou aquele candidato mesmo que este servidor não se envolva no processo. Somos diferentes uns dos outros, pensamos e agimos diferentes. Sorte a minha que trabalho na iniciativa privada, não posso me calar quando não só meu irmão está incluso nesta lista, mas sim por todos que aqui nasceram, cresceram e com dignidade desempenham suas funções. Somos passageiros, mas nossos atos ficarão marcados na história, sejam bons ou ruins.

  • cilenio lopes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Concordo plenamente com o comentário do Dr Roberto de Almeida Gil e Vou mais Além. Em Barra do Garças está acontecendo a mesma Perseguição ao PMs cujas esposas são ativistas da Família Miliciana. Atropelaram o Art 37 da CF onde diz que a administração pública obedecerá os princípios da le galidade,impessolidade,publicidade,eficiencia e o da economicidade. Foi arbitrário pois não usou de uma medida administrativa normal. Deixou de observar criterios e parametros legais. Não ouviu nenhum pm. transferiu PMs e familiares cursando faculdades

Briga eleitoral de parentes em General

renato vilela 400 general carneiro   A briga política, jurídica e eleitoral na pequena General Carneiro, de 14 mil habitantes, está acirrada e envolve, em palanques diferentes, grupos com vínculos familiares. São dois na disputa pela prefeitura. A ex-prefeita Magali Vilela desistiu de tentar de novo o teste das...

Ataques a EP e o revide dos amigos

fabinho 400 curtinha   O empresário Fábio Martins Defanti, o Fabinho Promoções (foto), que em 2016 disputou para vereador e perdeu, está sendo bombardeado de críticas em grupos de WhatsApp, inclusive pelos próprios amigos, por causa de comentários, gravados em dois vídeos, com um...

Luizão e 10 promessas em cartório

luizao 400   O empresário Luizão (foto), candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Republicanos, registrou em cartório 10 comprimissos de gestão, garantindo, em caso de eleito, executá-los logo no primeiro mês de mandato. O primeiro deles é de zerar a fila de consultas, exames e cirurgias. E...

Ex-secretários de França sem mácula

roberto franca 400 curtinha   A assessoria jurídica da coligação de Roberto França (foto), que concorre à Prefeitura de Cuiabá pelo Patriota, classifica de mentirosa e irresponsável a notícia de que ex-secretários de França, da época em que comandou a Capital, de 1997 a...

Líderes de Lucas e apoios ao Senado

otaviano pivetta curtinha 400   As principais lideranças políticas da "República" de Lucas do Rio Verde estão divididas nos apoios sobre candidaturas ao Senado. O vice-governador Otaviano Pivetta (foto), recém-desfiliado do PDT, faz campanha pela coronel Rúbia Fernanda (Patriota), propagada como a candidata...

Reeleição difícil em Barra do Bugres

raimundo nonato 400   Aos 81 anos, o piauiense de Campo Maior, Raimundo Nonato (foto), busca renovar o mandato de prefeito de Barra do Bugres pelo DEM. Embora considerado carismático e populista, pioneiro no município e ajudado pela força da máquina pública, Nonato, que já foi prefeito nos anos 82 e 90,...