Últimas

Segunda-Feira, 19 de Maio de 2008, 12h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

VÁRZEA GRANDE

Maksuês diz que mostrará passado ruim de Júlio

Maksuês Leite, pré-candidato pelo PP à sucessão em VG  O deputado Maksuês Leite (PP) disse nesta segunda, em entrevista ao RDNews, que tem testemunhas da negociação feita entre o empresário Roberto Dorner (PDT), dono da TV Rondon (Rede TV!), e o seu adversário e conselheiro aposentado do Tribunal de Contas do Estado, Júlio Campos (DEM). “Eu vou provar em juízo. Tenho testemunhas. No mundo jurídico não é apenas a prova que materializa qualquer tipo de ação. Uma testemunha forte, informações, coincidências, servem como prova e a prova maior é que fui tirado do ar”, afirma.

  O progressista encara com naturalidade o processo e garante já ter argumentos jurídicos para rebater as acusações de Júlio Campos, pré-candidato do DEM à sucessão em Várzea Grande. “É normal ele (Júlio) querer me processar, assim como um direito meu de me defender. Vamos ser inquiridos pelo juiz.. Vai ter ataque, defesa e testemunhas neste processo eleitoral. Meu argumento jurídico é muito forte. Como que um trabalhador é impedido de entrar na empresa? Ficar quatro anos e chegar um dia para trabalhar e não pode entrar? Quer dizer que alguma coisa aconteceu”, insinua.

Júlio Campos, que ameaça acionar Maksuês na Justiça  Maksuês diz que não se importa de ser tirado do ar, mas sim com a forma como tudo aconteceu. Conta ainda que a TV pertence a Júlio e seria normal que ele negociasse com Dorner sua saída. “O que eu tenho são informações de que houve uma negociação. Até porque a TV pertencia a Júlio. Por haste natural de negócio, eles vêm conversando. Eu não entro no mérito de me tirar do ar, eu só não concordo com a forma como me tiraram do ar”, destaca.

“Tudo vai para o Tribunal.
Vamos arrolar o próprio
Roberto Dorner dentro
do processo,
vai todo
mundo, o Júlio, eu.
Tem 1ª instância,
2ª instância em
 Brasília. Isso
é processo
para 20 anos”

Maksuês Leite

  Quanto à preocupação de Dorner com a legislação eleitoral, argumento usado pelo empresário para justificar a sua saída do programa Camando Geral, Maksuês diz que nunca foi notificado pelo Ministério Público e contesta, considerando que foi o único a sair do ar. Sobre a suposta represália pela atitude do colega de partido, deputado Gilson de Oliveira (PP), que aceitou ser vice do também deputado Juarez Costa (PMDB) em Sinop, onde o dono da emissora também disputa a sucessão municipal, Maksuês prefere não comentar e diz que tudo deverá ser esclarecido no tribunal.

   O parlamentar prevê que o processo deva durar pelo menos 20 anos e deve ir até a última instância. “Tudo vai para o Tribunal. Vamos arrolar o próprio Roberto Dorner dentro do processo, vai todo mundo, o Júlio, eu, todo mundo. Tem primeira instância, segunda, Brasília, isso é processo para 20 anos”, relata.

   Campanha

  “Essa vai ser a tônica do debate eleitoral em Várzea Grande: a experiência ruim contra a eficiência renovadora”. Assim, Maksuês resume o quadro no segundo maior colégio eleitoral do Estado. Ele disse ainda que fará questão de lembrar o passado “ruim” de Júlio e mostrará “quem é quem” na disputa. Nega, porém, que fará acusações ou críticas. “Eu vou me pautar pelas propostas. Porém a nossa militância vai mostrar quem é quem. Não é linha de acusação, é mostrar o passado de cada um. Cada ser humano tem um passado de história e isto não é criticar, isto é natural em um processo eleitoral. Júlio fala em experiência, uma experiência que entregou o governo do Estado com 6 meses de salário atrasado. Demitiu professores. Quem não se lembra da caneta que ele mostrou aos servidores públicos? Deu banana para o povo de Mato Grosso e quantos processos esse homem responde na vida dele. Tudo isso tem que ser colocado”, informa.

  O parlamentar diz que a escolha é do povo e que as opções são: “voltar ao passado fúnebre das perseguições, da opressão, da ditadura, ou avançar e crescer com um grupo novo, com proposta de mudança”. Maksuês relata suas promessas de campanha, como concretizar a construção do tão sonhado shopping center, cinemas, hospital, rodoviária municipal, e o parque ambiental. O parque é um projeto do deputado, viabilizado a partir da apresentação de emenda parlamentar no Orçamento do Estado do exercício deste ano. “Eu proponho uma revisão do conceito administrativo. Hoje, Várzea Grande é a segunda maior cidade de Mato Grosso e não tem um shopping center, não tem cinema, não tem hospital de grande porte, não tem rodoviária municipal, não temos um parque ambiental. Este grupo está há 40 anos no poder e o povo não merece isso”.

“Temos que acabar com o medo
aqui, com o pavor deste grupo.
Estamos no século XXI, no
mundo digital, já acabou o
coronelismo, a perseguição,
a mordaça”
Maksuês Leite

    Gestão Murilo

   Já sobre o outro adversário, o prefeito Murilo Domingos (PR), Maksuês, ao contrário de Júlio, acredita que o republicano deve seguir na disputa sem medo. O deputado sugere ainda que o prefeito revele como encontrou a Prefeitura de Várzea Grande falida. “Eu acho que ele (Murilo) deveria disputar e colocar o nome dele em julgamento popular, até para mostrar o que ele herdou deste grupo que está aí. Não pode ter medo de ninguém e Murilo tem que comparar o governo dele com o que recebeu. Qual foi a herança deixada para ele. Quando assumiu, não tinha nem gabinete no dia 1º de janeiro de 2005”, ressalta. Insinua ainda que Júlio ainda está na época do coronelismo e o povo não aceita mas este tipo de política. “Temos que acabar com o medo aqui, com o pavor deste grupo. Estamos no século XXI, no mundo digital, já acabou o coronelismo, a perseguição, a mordaça”, alfineta.

  Expectativa sobre Wallace

  O progressista diz que espera contar com o apoio do deputado Wallace Guimarães (DEM), mas respeita qualquer posição do colega. Revela números de uma pesquisa que mostra a preferência da população pela aliança entre Wallace e Maksuês. Segundo Maksuês, muitos eleitores do médico devem aderir sua candidatura. por estarem “magoados” com a forma com o que democrata foi tratado dentro do partido. “Sempre que posso converso com o doutor Wallace. Ele foi patrolado dentro do DEM e está se recuperando do que aconteceu com ele. Temos que aguardar para saber da posição dele. Ele não precisa abandonar o partido, mas o grupo dele pode optar pelo moderno. As pesquisas mostram que 50% da população da cidade preferem que ele me apóie, 20% ficam neutro e 30% dizem que ele deve seguir com Júlio. Mas é uma decisão dele que eu respeito". De acordo com Maksuês, o eleitorado de Wallace está muito magoado e declaram apoio espontaneamente a sua candidatura. "Isso é até um fato natural”. (Alline Marques)

Postar um novo comentário

Comentários (24)

  • JOSE MARQUES BRAGA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ONTEM ESTE DEPUTADO ELOGIOU O SENADOR JAIME CAMPOS NA ENTREVISTA DO JORNAL DIARIO DE CUIABA E HOJE FALA QUE O MURILO ACHOU A PREFEITURA COM AS MAZELAS QUE REALMENTE ENCONTGROU. AFINAL, QUAL É O JOGO DE PALAVRAS QUE INTGERESSA? E A IDEOLOGIA DO PP E PT VÃO SE AJUSTAR. MISTURA DE ESPECIES TÃO DISTINTAS SERÁ DÁ NOVO PRODUTO?
    MAIS CORERENCIA FAZ BEM A DEMOCRACIA E A CONSTRUÇÃO DE UM NOVA SOCIEDADE.

  • celio oczinskii | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    vg nao volte ao passado, vamu coloca gente nova, si nao presta troca mais esses campos ja era vcs sja sabem q nao presta pra que vorta. esse campos sao tudo curva de rio, bananneira q ja deu cacho. votem em maksues ou no murilo mesmo. fora campos...

  • omar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quintela, Padre Pombo, caso do mfazendeiro morto pela jazida de diamante, e ninguem encara.
    Leite vá enfrente vou virar seu fã se vc conseguir tirar a mascara des CAMPOS NOJENTOS!

  • MAURICIO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    - NÃO SÓ TEM QUE LEMBRAR, COMO TEM QUE FALAR O QUE ELE TINHAM ANTES DE SER TUDO QUE É EX DE DIREITO, QUE ELES JÁ FORAM E O QUE ELES TEM HOJE, E FIZERAM (NADA) PELO MUNICIPIO, ESTÃO AFOGADOS É A IMPRESSÃO QUE DÁ, UM TEM 25 FAZENDAS DO NADA, O OUTRO TANTAS, FORA IMOVEIS, AUTOMOVEIS, GADO, CIDADE E POR AI AFORA, SE NÃO ME ENGANO É CAMPOS DE JULIO, QUE O POVO DIZ QUE É DELE... NÃO VOTO EM NENHUM CAMPOS.......E NINGUEM LEVANTA NADA.....ABRE A BOCA MAKSUES E GANHARÁ IGUAL A UM AYRTON SENNA, O RESTO DELES PODE FICAR PARA TRÁS...........

  • MARCOS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    - QUEM VOTA EM WALLACE NÃO VOTA EM JULIO,ÍSSO É DITO E CERTO, HOJE NÃO SE VOTA EM LEGENDA MAIS, SE VOTA NO CANDIDATO, NO HOMEM QUE PRESTA PARA SER ADMINISTRADOR DO MUNICIPIO, LEGENDA É CABRESTO...

  • Gleice Barbosa da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É engraçado Dep. Maksuês Leite, em 2006 o senhor que era até então somente candidato à Deputado, vivia grudado aos campos, com medo de não conseguir uma cadeira na Assembléia Legislativa.

    Lembra lá no comitê da família em Várzea Grande, que pedia para lhe avisar onde o senador Jayme iria fazer o discurso para que pudesse ir também? E não se esqueça das carreatas que preparávamos, o senhor queria e fazia questão de ir ao lado do senador, porque sabia e sabe que ele tem prestígio e consequentemente votos, e que talvez o povo vendo o senhor ao seu lado assimilaria um ao outro.

    Tentou por inúmeras vezes ir á Brasília para que pudesse ser o candidato escolhido pelo senador, até publicou em seu jornal “O DOCUMENTO” que o melhor candidato para ser o seu vice seria a Dona Lucimar (risos).

    Ai, Maksuês você é tão infantil...

    Quando falar que esta fazendo o parque do Berneck não esqueça de comentar com quem conseguiu apoio para os recursos em Brasília.

    O povo sabe quem é Julio Campos, tem serviço prestado e você esta na fase de projetos ainda.

    Conselho não é bom se fosse não dava vendia...
    Antes de falar e fazer algo pense bem, para depois não se arrepender.

  • Rafael Damian | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O povo sabe quem é Julio Campos, tem serviço prestado e você esta na fase de projetos ainda.

    O que diabos significa SERVIÇO PRESTADO?

    Está para existir fase pior, no meio político, do que SERVIÇO PRESTADO, qualquer um que faça uma obra, SUPERFATURADA tem serviço prestado, mas é legítimo?

    Não aguento mais este argumento de SERVIÇO PRESTADO, todos os maiores políticos corruptos deste Brasil, sempre usam este jargão.

  • marcos reis | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Até que enfim, o deputado macksuses deu uma entrevista firme. em todas outras, o vi sem firmeza em suas convicções e meio perdido sem rumo. e inquestionavel que varzea grande poderia ser uma cidade com melhor qualidade de vida se o povo nao tivesse que sustentar uma familia por mais de um seculo. nesta eleiçao, nos teremos a oportunidade de sepultar estes campos que acreditam que mandam e comandam tudo. o maksues pode até nao ser o melhor candidato, mas hoje ele e a única opção do povo de colocar essa turma para fora da prefeitura. CHEGAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA de sermos curral!

  • Cesar Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • antonio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    -´SÓ NAS PESQUISAS DELES (CAMPOS)ELES SÃO OS FAVORITOS, QUEREM FAZER LAVAGEM CEREBRAL NO POVO DE NOVO, ESPERO QUE O POVO DEVOLVA A BANANA PARA ELES DE VOLTA...POIS QUEM FICOU SEM SALARIOS QUE ELES FAZIAM QUESTÃO DE ATRASAR VAI LEMBRAR, PRICIPALMENTE VARZEA GRANDE ....VOTO NÃO A ELES..... CAMPOS FORA....

Romoaldo, prescrição e elegibilidade

romoaldo junior 400 curtinha   Assim como Wilson Santos, o deputado Romoaldo Júnior (foto) assegura que hoje também está elegível porque uma condenação de dois anos e três meses de prisão, inclusive com perda do mandato, acabou prescrita. Ele disse que ainda não sabe se disputará...

Juca quer ex-deputado no Gabinete

roberto nunes 400   O presidente do Legislativo cuiabano, vereador Juca do Guaraná, disse que irá convidar o ex-vereador, ex-vice-prefeito e ex-deputado estadual Roberto Nunes (foto) para assumir a Chefia de Gabinete da Presidência. Enfatiza que Roberto é bem articulado politicamente, tem habilidade e experiência e,...

Governo "desmama" senador do Dnit

wellington fagundes 400   O Governo Bolsonaro conseguiu, enfim, "desmamar" Wellington Fagundes (foto) do Dnit. Há décadas, entra e sai governo e o ex-deputado federal por seis mandatos (24 anos) e no cargo de senador desde 2015 vinha indicando apadrinhados no cargo de superintendente regional do Dnit em MT. O último foi Orlando...

Ex-deputado demitido de assessoria

luiz soares 400   O ex-deputado Luiz Soares (foto), hoje com 63 anos, foi exonerado do cargo de assessor parlamentar do contemporâneo Wilson Santos. Ganhava quase R$ 10 mil brutos. Estava lotado no gabinete do deputado tucano havia quase dois anos. Soares é pensionista do extinto Fundo de Assistência Parlamentar, ganhando...

Arsec concede reajuste; prefeito veta

alexandro adriano arsec 400   No último dia 22, a diretoria-executiva colegiada da Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (Arsec), presidida por Alexandro Adriano Lisandro (foto), aprovou índice de reajuste de 2,21% nas tarifas de água e esgoto. E...

Novo ensaio do privilegiado Neurilan

neurilan fraga 400   Neurilan Fraga (foto) transformou mesmo a AMM não apenas num cabide de emprego, mas numa entidade para, em alguns casos, atender a seus interesses pessoais. Ali, investido no cargo de presidente, inclusive já pelo quarto mandato, mesmo não sendo mais prefeito, ele se articula politicamente o tempo todo....

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.