Últimas

Segunda-Feira, 26 de Maio de 2008, 10h:02 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

ARTICULAÇÃO

Maksuês e Júlio anunciam acordão na AL


Jaime, Maksuês, Mara Rúbia, Júlio, Oscar Ribeiro, Iraci França e Walter Rabello, durante encontro nesta 2ª
Foto: Widson Maradona

   Começa nesse instante, na Assembléia, a reunião em que o deputado Maksuês Leite (PP), que após vários esperneios caiu nos braços dos Campos, anunciará apoio ao ex-conselheiro Júlio Campos (DEM) na corrida à Prefeitura de Várzea Grande. Momentos antes, o progressista esteve reunido no gabinete do deputado Roberto França (sem partido), com o irmão de Júlio, senador Jaime Campos, também democrata, e com o próprio Júlio, para acertar os últimos detalhes sobre o acordão DEM-PP.

  Também participou do encontro o assessor pessoal de Maksuês, Claudio Moraes, cotado para ser o vice da chapa de Júlio. (Pollyana Araújo e Alline Marques)

(Às 10h25) - Daltro confirma Iraci como vice de Rabello

  O presidente regional do PP, Chico Daltro, anunciou que a aliança PP-DEM vai se estender por todo o Estado, inclusive na Capital, onde Iraci França (DEM), ex-vice-governadora e esposa do ex-prefeito de Cuiabá, Roberto França (DEM), será a vice do deputado Walter Rabello (PP), que disputará a sucessão do prefeito de Cuiabá, Wilson Santos (PSDB). "A intenção é unir as duas maiores forças políticas", enfatizou Daltro.

(10h44) - Maksuês desiste e diz que Júlio é mais experiente

   De adversário ferrenho a aliado, Maksuês, em seu discurso, defendeu que Júlio Campos é o melhor nome para Várzea Grande e que o município ganhará um prefeito experiente ao menosprezar a si próprio, conforme antecipou o RDNews. "A minha desistência tem o propósito de oferecer melhor qualidade de vida à população. Nessa aliança (PP-DEM), Várzea Grande ganha um prefeito experiente e mantém três deputados na AL", enfatizou o progressista.

   Maksuês também fez questão de ressaltar que esse acordão tem como foco as eleições de 2010, numa chapa encabeçada por Jaime Campos. "Tudo isso é para o bem de 2010 e para que Várzea Grande volte a governar o Estado". Para ele, seria desnecessário travar um embate com os Campos, o que, segundo Maksuês, só provocaria desgaste aos dois pré-candidatos.

   Agora, com um discurso "amigável", alega que não está desistindo do seu projeto de comandar o município. Está apenas adiando o seu sonho. "Tenho 32 anos e não estou desistindo. Os meus ideais continuam os mesmos", disse.

(Às 11h05) - Mulher de Maksuês será vice de Júlio


Maksuês indica a sua esposa Mara Rúbia à vice de Júlio
Foto: Widson Maradona

   A esposa de Maksuês, Mara Rúbia Leite, também filiada ao PP, será a vice de Júlio, conforme o combinado. Mara que nunca se envolveu diretamente em política partidária, disse, em poucas palavras, que está atendendo um desejo do seu partido. "Defendo alegremente a decisão do meu partido por um projeto maior de reconstruir Várzea Grande", disse. Ela é formada em Ciências Contábeis pela UFMT.

(11h15) - Júlio parabeniza Maksuês por ato de coragem

   Com um semblante de satisfação, Júlio parabenizou Maksuês, para quem foi corajoso ao desistir do pleito em nome da legenda progressista. "Foi um gesto de grandeza e humildade do Maksuês ao reconhecer que era o momento de somar", enfatizou. Há cerca de uma semana os dois viviam em clima de conflito, quando Maksuês acusou Júlio de ter pago R$ 2 milhões ao dono da TV Rondon (afiliada a Rede TV!), Roberto Dorner, para que o parlamentar desistisse de sua candidatura - leia mais aqui.

   Júlio disse que possui afinidades pessoais e familiares com o progressista, o que facilitou o acordo. Conta que, agora, vão juntar os projetos que ambos possuem para o município. "Vamos juntar os projetos e os programas de governo". Quanto à sua vice Mara Rúbia, o ex-conselheiro enfatizou que é uma honra ter a esposa de Maksuês como sua vice, porém, cobrou que ela (Mara) seja uma vice atuante.

(Às 11h55) - Acordo começou há 2 meses, afirma Riva

   O deputado José Riva (PP), uma das lideranças da sigla progressista, contou que o acordo já vinha sendo articulado há dois meses, quando procurou o senador Jaime Campos em sua residência. "Fui procurar o senador para construir um projeto visando 2010". Reafirmou que pretende disputar uma vaga ao Senado, mas que ainda vai trabalhar para ter o respaldo do povo. "Meu sonho de chegar  ao Senado não pode ser imposto. Tem que ser trabalhado sem obsessão", disse.

(Às 12h25) - Maksuês volta à TV no próximo mês

   Maksuês afirmou que volta à TV no mês que vem, já que agora não enfrentará mais problemas com a Justiça Eleitoral. Não disse o canal em que vai atuar. Não negou, porém que seja a TV Rondon, da qual foi demitido há pouco mais de uma semana. Disse ainda que seu retorno será marcado por um show gratuito com o cantor nacional Amado Batista.

(Às 13h32)Deputado diz que acusação foi impensada

  O deputado do PP, que foi "escorraçado" da TV Rondon, alegou que acusou Júlio de forma impensada. "Falei aquilo no calor do momento", disse. Segundo ele, são normais a existência de acusações mútuas entre pré-candidatos. "Éramos adversários. Então é natural".

Postar um novo comentário

Comentários (103)

  • Joao do Povo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E uma vergonha para nossa cidade ver a aliança entre Maksues e Julio Campo, pois o povo tinha uma esperança no Maksues, uma cara nova na politica, não deixando que os Campos volta-se ao poder em Varzea Grande, o qual os campos sempre estiverão no poder tornando-se uma familia rica em custa do povo de varzea Grande, Maksues resta saber se um dia o povo de Varzea Grande ira te perduar por esta vergonha que o povo esta passando, esparo que consigua dormir a noite, pois após a volta dos Campos, pessoas continuaram sofrendo na peliferia de Varzea Grande.

  • APARICIO TOMÉ | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    VERGONHA. ESTOU COM VERGONHA DE MORAR NA CIDADE INDUSTRIAL. ESPERO QUE O POVO VARZEAGRANDENSE SEJA DIGNO E DE A RESPOSTA NAS URNAS (QUE DESTA VEZ SAO ELETRONICAS).

  • Marcelo Leite Ferraz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Marcelo Leite Ferraz ( primo de Maksuês, conhece desde criança o traira).

    Cidadãos de Várzea Grande é com muito desprazer e indignação, que venho transmitir essa matéria. Os coronéis mostraram suas garras do poder e mais uma vez revelaram que um homem para ser sério não tem seu preço.



    Maksuês L. vendeu a esperança dos filhos de Várzea Grande. Trocou sua honra por dinheiro. Vendeu o futuro das crianças que acreditaram fielmente no discurso deste usurpador de sonhos. Veio como um lacaio e mentiu, mentiu até fazer a nossa gente acreditar nas suas palavras.



    A verdade chora. Hoje os filhos da Constituição Federal de 1988 olham para esse hipócrita e vê a desesperança, a morte do ser honesto. Sim. O deputado estadual eleito para ser a oposição a todo desmando em Várzera Grande, se vendeu! A troco de dinheiro, ele manchou a história com suas palavras com gosto de imoralidade. Maksuês entra para rol da quadrilha que explora e humilha consciência do povo.



    Um populista, sem moral e sem dignidade, veio com força se credenciado perante a sociedade, mostrando garra. No entanto se vendeu e jogou no lixo toda esperança daqueles que um dia sonharam em ter uma oportunidade de mudança.



    Sim! Maksuês L. é um ser vil e prostituível perante os cidadãos de Várzea Grande. O jornal CIDADANIA Online vem a público declarar que aqui em várzea Grande existe políticos a venda na quitanda dos Campos. Compraram um, compraram todos... E hoje eu grito bem alto: Corja de sanguinários que cravam no peito da nossa gente a mentira e o cheiro da podridão do homem sem pudor e honra.



    Maksuês L. provou que é mesmo um cachorro sem raça, trocando a moralidade do seu discurso por bagatelas dos Campos.



    Um homem sem alma de rei, mendigo do capital, um hipócrita!



    Hoje meu avô Bruno Pereira Leite abaixa a cabeça, lá onde ele está, nos recantos dos homens honestos e trabalhadores. Lugar este que nunca esse ser vil (maksuês L.) vai ocupar.



    Fora da política seu irresponsável, você Maksuês L. é uma mentira em pessoa sem caráter.



    Marcelo Leite Ferraz.


  • ANTONIO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    - POBRE VARZEA GRANDE, SE O POVO VOTAR A FAVOR DA NOJEIRA POLITICA, ARRUMARAM A PREFEITURA QUEBRADA, E QUANDO SAIREM VÃO ACHA LA SÓ CASCALHADA, IGUAL O MURILO A ASSUMIU.....POBRE DINHEIRO PUBLICO, MAS A ESPERANÇA É A ULTIMA QUE MORRE, O VOTO DO POVO QUE PASSOU GRANDES NECESSIDADES ESTE NÃO TERÁ......NULO.....

  • Max Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    SURPRESA?????????

    Em nada me surpreende a debandada do deputado Maksuês para a candidatura de Júlio Campos.

    Culpar os CAMPOS por terem comprado MAKSUÊS é inadimissível, pois todos conhecemos o modo com agem a família CAMPOS quando trata-se de interesse político.

    Agora, um deputado que chora, ameaça, faz um discurso populista e desiste de uma candidatura após mobilizar pessoas decentes de Várzea Grande é um absurdo em troca de dinheiro é lastimável.

    Infelizmente não é uma surpresa, pois todo conhecem o codinome do deputado, Jornalista Dossiê, portanto, era de se esperar que uma oferta razoável era suficiente para que o mesmo abraçasse a candidatura de Júlio Campos.

    Mais uma vez Várzea Grande foi enganada, e com certeza a resposta será nas urnas.

    Quanto ao Makssuês, pobre coitado, jogou fora um pouquinho de credibilidade que ainda lhe restava.

    Espero ao menos, que recompense seus cabos eleitorais que estavam o acompanhando no AÇÃO GERAL, pois é evidente que o dinheiro recebido deve ser compartilhado com quem o ajudou a comercializar sua candidatura.

    E não se esqueçam, eleição para Presidencia do Operário entre Campos Neto e Makssuês Leite, já que é a unica chance dos dois serem eleitos para algum cargo.

  • Marcelo Leite Ferraz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A terra de Couto Magalhães chora por tanta miséria. Um povo dominado e adestrado por uma oligarquia que dita normas de comportamento. A oposição foi comprada e hoje só restam sensacionalistas que cercam humilhantemente os bolsos da quadrilha de corruptos hipócritas que segam e marcam as crianças várzea-grandenses com a marca do analfabetismo político.

    Os professores são desrespeitados com um salário humilhante, as escolas depredadas pela falta de manutenção e infra-estrutura adequada para uma educação integral que valoriza a cidadania.

    O Novo sempre aparece, mas se torna a velha rapina de esgoto quando descobre o gosto do poder e do dinheiro. A população várzea-grandense assiste passiva e calmamente ladrões se esbaldarem com o tesouro dos cofres públicos. Os políticos que hoje aparecem disfarçados de repórteres justiceiros fazem da mãe justiça a mais vil das prostitutas, ganham seu pão chamando pessoas de direitos, de bandidos. Bandidos com direitos Constitucionais, que se tivessem moradia, saúde, uma educação legítima, com certeza seriam bem mais educados do que esses hipócritas nojentos que vivem gritando nos jornalecos de quita categoria: “VAGABUNDOS... SAFADO... COLOCA-O NA CADEIA... LADRÃO...”. Senhores da razão, cadê o respeito pela Constituição Federal de 1988?

    Hoje mostro a revolta de cidadãos calados que assistem “profissionais” da comunicação rasgar a as cláusulas pétreas da nossa Carta Magna. Os direitos e as garantias individuais são postos à goela abaixo de juízes de direito que assistem inertes os princípios constitucionais ser esmagados por Deputados-jornalistas que visam angariar votos para uma campanha de dinheiro sujo e imoral de suas carreiras políticas.

    E assim, o povo anda a chibatadas e gritos de ditadores que fazem do Estado Democrático de Direito uma maquina a vapor da idade média. Esta que anda nos trilhos da corrupção ativa e passiva. A locomotiva passa deixando rastros de miséria: (prostituição infantil, analfabetismo político, exploração de trabalho infantil, tráfico de drogas, aposentados e pensionistas sendo taxados e até escravizados pelas instituições de créditos, sem falar nos milhares de doentes que morrem todo dia nas filas dos degradantes hospitais públicos de Mato Grosso).

    Política do toma lá da cá, é um favorzinho aqui outro acolá, e assim vai o desenfreado sistema arcaico da política brasileira. Aqui você treina seu filho para ser malandro se não... Ele passa fome nesse país de miseráveis que correm atrás das migalhas dos ditadores da razão. A polícia federal prende, o Ministério Público denuncia, mas a corja dos parentescos imorais, solta. Impunidade, no Mato grosso é lei, meus queridos eleitores. Combater a corrupção só se fechar todos os prostíbulos da cidade, por que é lá que tem muito bandido de colarinho branco. Este discurso não é totalmente anarquista, por que a anarquia no Brasil só faz parte de Brasília. A nossa cidade Várzea Grande é linda, totalmente planejada com praças públicas cheia de diversões para os jovens, como xadrez, teatro, música, aula de cidadania e muito mais. Aqui é o paraíso terrestre, todos são iguais perante a lei. Todo mundo têm moradia, saúde, escola, tem até biblioteca em todos os bairros, é uma maravilha de lugar. Ironia a parte, quero neste artigo registrar minha revolta para com os bandidos que fazem da política mato-grossense palcos de filmes de terror onde as vítimas são as nossas crianças que crescem para sofrer nesta cidade. Aqui as licitações fraudulentas, a improbidade administrativa, e toda forma de se extrair impostos para o enriquecimento ilícito, são crimes aceitos por uma sociedade sem coragem para enfrentar os espancadores da cidadania.

    Vende-se político sem vergonha na cara! Maksuês L. um totó dos campos, pega a bolinha lá mak....

    Marcelo Leite Ferraz.

  • DALTON BONDADE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    EU ACHO BOM ELES OS CORONÉIS DA POLÍTICA MATO-GROSSENSE QUE DAQUI PARA 2010 TEM MUITA ÀGUA PARA ROLAR. ESTÁ CLARO PARA A POPULAÇÃO QUE HOUVE UM ACERTO NA GARANTIA DE ALIANÇAS NAS ELEIÇÕES 2010. MAL SABEM QUE HAVERÁ UM CANDIDATO QUE AINDA SE MANTEM RECLUSO, MAS QUE SERÁ A SALVAÇÃO DO NOSSO ESTADO. O POVO SABE O QUE QUER...2010 PARA GOVERNADOR TEREMOS VOTOS REVELADORES DE UMA GRANDE FIGURA NO CENÁRIO DO NOSSE ESTADO.

    AGUARDAREMOS.

  • Arthur Stens | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Puta que pariu...esses caras...

  • julio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Marcelo Leite Ferraz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0





    A terra de Couto Magalhães chora por tanta miséria. Um povo dominado e adestrado por uma oligarquia que dita normas de comportamento. A oposição foi comprada e hoje só restam sensacionalistas que cercam humilhantemente os bolsos da quadrilha de corruptos hipócritas que segam e marcam as crianças várzea-grandenses com a marca do analfabetismo político.


    Os professores são desrespeitados com um salário humilhante, as escolas depredadas pela falta de manutenção e infra-estrutura adequada para uma educação integral que valoriza a cidadania.


    O Novo sempre aparece, mas se torna a velha rapina de esgoto quando descobre o gosto do poder e do dinheiro. A população várzea-grandense assiste passiva e calmamente ladrões se esbaldarem com o tesouro dos cofres públicos. Os políticos que hoje aparecem disfarçados de repórteres justiceiros fazem da mãe justiça a mais vil das prostitutas, ganham seu pão chamando pessoas de direitos, de bandidos. Bandidos com direitos Constitucionais, que se tivessem moradia, saúde, uma educação legítima, com certeza seriam bem mais educados do que esses hipócritas nojentos que vivem gritando nos jornalecos de quita categoria: VAGABUNDOS... SAFADO... COLOCA-O NA CADEIA... LADRÃO.... Senhores da razão, cadê o respeito pela Constituição Federal de 1988?


    Hoje mostro a revolta de cidadãos calados que assistem profissionais da comunicação rasgar a as cláusulas pétreas da nossa Carta Magna. Os direitos e as garantias individuais são postos à goela abaixo de juízes de direito que assistem inertes os princípios constitucionais ser esmagados por Deputados-jornalistas que visam angariar votos para uma campanha de dinheiro sujo e imoral de suas carreiras políticas.


    E assim, o povo anda a chibatadas e gritos de ditadores que fazem do Estado Democrático de Direito uma maquina a vapor da idade média. Esta que anda nos trilhos da corrupção ativa e passiva. A locomotiva passa deixando rastros de miséria: (prostituição infantil, analfabetismo político, exploração de trabalho infantil, tráfico de drogas, aposentados e pensionistas sendo taxados e até escravizados pelas instituições de créditos, sem falar nos milhares de doentes que morrem todo dia nas filas dos degradantes hospitais públicos de Mato Grosso).


    Política do toma lá da cá, é um favorzinho aqui outro acolá, e assim vai o desenfreado sistema arcaico da política brasileira. Aqui você treina seu filho para ser malandro se não... Ele passa fome nesse país de miseráveis que correm atrás das migalhas dos ditadores da razão. A polícia federal prende, o Ministério Público denuncia, mas a corja dos parentescos imorais, solta. Impunidade, no Mato grosso é lei, meus queridos eleitores. Combater a corrupção só se fechar todos os prostíbulos da cidade, por que é lá que tem muito bandido de colarinho branco. Este discurso não é totalmente anarquista, por que a anarquia no Brasil só faz parte de Brasília. A nossa cidade Várzea Grande é linda, totalmente planejada com praças públicas cheia de diversões para os jovens, como xadrez, teatro, música, aula de cidadania e muito mais. Aqui é o paraíso terrestre, todos são iguais perante a lei. Todo mundo têm moradia, saúde, escola, tem até biblioteca em todos os bairros, é uma maravilha de lugar. Ironia a parte, quero neste artigo registrar minha revolta para com os bandidos que fazem da política mato-grossense palcos de filmes de terror onde as vítimas são as nossas crianças que crescem para sofrer nesta cidade. Aqui as licitações fraudulentas, a improbidade administrativa, e toda forma de se extrair impostos para o enriquecimento ilícito, são crimes aceitos por uma sociedade sem coragem para enfrentar os espancadores da cidadania.


    Marcelo Leite Ferraz.

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

Vice que morreu na praia em Tangará

renato gouveia 400 curtinha   Assim que percebeu que não seria escolhido pelo prefeito Fabio Junqueira (MDB) como o candidato governista na briga pela Prefeitura de Tangará da Serra, ainda em junho, o vice-prefeito Renato Gouveia (foto), do PV, correu para os braços do tucano Vander Masson. Levou com ele uma chapa de 21...

Câmara chama secretária para vaga

chico 2000 curtinha   Após a destituição de Ralf Leite (MDB) da vaga de Chico 2000 (foto), licenciado, por força de decisão judicial, a Câmara de Cuiabá convocou a primeira suplente Luciana Zamproni (MDB) para assumir mandato temporário no Legislativo, menos de 30 dias. Ela atua como...

PTB perdeu uns, mas ganhou outros

emanuelzinho 400   Em Várzea Grande, enquanto alguns militantes do PTB, puxados pelo secretário jaymista Silvio Fidelis foram para os braços do candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB), que tem Hazama (DEM) de vice, militantes de outras legendas decidiram abraçar a candidatura do petebista Emanuelzinho (foto). São...

PT de Cuiabá passivo; ROO, autêntico

kleber amorim 400 curtinha   O PT de Rondonópolis se organizou melhor, mobilizou a militância, se tornando mais autêntico do que o núcleo petista de Cuiabá. Para se ter ideia, o partido, numa posição de coragem e levando preocupação ao prefeito Zé do Pátio, que tinha...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.