Últimas

Sábado, 15 de Agosto de 2009, 07h:56 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

RUMO A 2010

Malheiros briga por mais emendas para reforçar reeleição

 Fernando Ordakowski
Clique na imagem para ampliação
Ex-secretário e deputado João Malheiros busca, junto ao governador Blairo Maggi, aumento do valor da emenda parlamentar, via líder do governo Savi, para tentar tirar proveito político e garantir a reeleição

   O deputado João Malheiros é um dos seis integrantes da bancada do PR na Assembleia que, no desespero pela reeleição, passaram a pedir ajuda política e apoio logístico ao Palácio Paiaguás. Como o governador Blairo Maggi não tem feito concessões quanto a recursos financeiros para bancar campanha, a estratégia dos republicanos para tentar tirar proveito político do fato de serem aliados é o uso eleitoral das emendas parlamentares. Cada deputado tem direito a apresentar projetos e propostas no máximo de R$ 2 milhões, especialmente na área de infraestrutura.

   Com a execução de obras pelo Estado a partir de suas indicações, eles aproveitam para, em moeda de trocar, pedirem apoio a representantes políticos dos municípios contemplados. Um dos pleitos de Malheiros é no sentido do governador contribuir mais com os republicanos a partir de uma manobra, usando o líder do Executivo na AL, deputado Mauro Savi. Ao invés de Savi ser contemplado com R$ 4 milhões em emendas como vem acontecendo anualmente, o montante subiria para R$ 5 milhões. Assim, o interlocutor definiria o destino de R$ 2 milhões que lhe são de direito e os outros R$ 3 milhões seriam "rateados" em projetos aos deputados do PR. Savi é atendido hoje pelo Executivo com duas emendas mas, em verdade, "executa" uma porque o valor da outra serve de trunfo para atender aqueles parlamentares que costumam colocar a "faca no pescoço do governo".

   Além de Malheiros, a bancada republicana é composta hoje por Wagner Ramos, Sérgio Ricardo, Savi, Jota Barreto e Sebastião Rezende. Todos buscam à reeleição, com exceção de Savi, pré-candidato a deputado federal. Eles reclamam de Maggi para quem, mesmo como principal "estrela" do PR no Estado, não demonstra o mínimo interesse em reforçá-los às eleições gerais de 2010.

   Malheiros é o mais "chorão". Sua principal base eleitoral se concentra em Cuiabá. É de família tradicional. Ele foi vereador e presidente da Câmara. Está no segundo mandato de deputado. Em 2007, para deixar AL e contribuir para com o esquema de rodízio com suplentes da coligação, encontrou abrigo no governo Maggi, que o nomeou como secretário-chefe da Casa Civil. No ano passado, Malheiros, já pensando em contar com cabos eleitorais no futuro, entrou para valer nas campanhas municipais e "elegeu" três prefeitos, sendo eles Clovis Cardoso (Poconé), Altino Vieira (Campinápolis) e Gerson Rosa de Moraes (Pontal do Araguaia), além de ter contribuído para a vitória de 50 vereadores, entre eles o sobrinho Clovis Hugueney, o Clovito (PTB), em Cuiabá. Agora, vai cobrar a "fatura eleitoral".

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Jerry Santana Barreto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    CARA DE PAU:

    O Deputado João Malheiro, sem dúvida que é o mais inesprecível, o único projeto apresentado por ele foi a data de aniversário de Mato Grosso, na qual 99,99% dos matogrossenses não sabem qual é a data, nem eu.

    Nada justifica pedir ao Governador aumento na imendas parlamentar, seria jogar dinheiro fora.

    RESPEITA MATO GROSSO DEPUTADO, TENHA UM POUCO DE VERGONHA NA CARA.

    A MANGA É ROSA MAIS NÃO É DOCE NÃO: RESPEIIIIIIIIIIITA NÓIS.

  • adriana | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    OLHA AI POLICIA FEDERAL UM BOM NOME PRA SER INVESTIGADO

    TAMBEM FOI PRESIDENTE DA CAMARA E APRONTOU MUITO!!!


    VAMOS INVESTIGAR!!!!! NEH SENHOR ,-SILAS-

  • joao | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    as mais linguas dizem que o mandato de joao malheiros como vereador e pior que o escandalo de chica nunes mais investigacao para a policia.

  • Jean M. Van Den Haute | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Emenda parlamentare é combustível para a corrupção. O que nos precisamos é liberar recursos do OGU, Orçamento Geral da União, através da apresentação de projetos perfeitamente elaborados e justificados, obrigatoriamente acompanhdos da adequada ENGENHARIA FINANCEIRA permitindo garantir a real finalização das obras. - Jean M. Van Den Haute - Diretor Técnico e Representante da ASSUT-MT, no SNDU, Sistema Nacional de Desenvolvimento Urbano, encarregado da aplicação da Política Nacional de Desenvolvimento Urbano visando acabar com os 40 anos de atraso político, jurídico e técnico que sofrem as grandes cidades brasileiras.

  • Roberto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Já passou da hora desse deputado ser investigado,e o Dentinho ninguém lembra dele?

  • André Luiz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Também passou pela Câmara!!!!
    Esqueceram ??????????

  • Paulo Roberto de Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não conheço nenhum projeto desse Dep. Malheiros,
    que beneficiasse o povão.....Sei que ele é um ca-
    maleão, esta grudado em todos os governos, não
    interessa qual partido.......

  • Lobisomem | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É deputado, pelo jeito o Sr. vai ter que suar muito a camisa para reeleger-se. se depender destes comentários...

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

Família Maia tenta retomar o poder

martha maia 400   O ex-prefeito de Alto Araguaia por quatro vezes, Maia Neto, não entrou na disputa de novo ao Executivo, mas lançou a irmã Martha Maia (foto), cuja filha Sylvia Maia é vereadora. Filiada ao PP, Martha entra como principal candidata da oposição ao prefeito Gustavo Melo, que vai à...

Welinton fará grande ato em Barra

welinton marcos 400 curtinha   Welinton Marcos (foto) lança sua candidatura a prefeito de Barra do Garças, na segunda (28), em um grande ato. Mesmo pelo sistema drive-in, devido à necessidade de adotar medidas sanitárias contra a Covid-19, são esperadas na solenidade cerca de mil pessoas, num espaço amplo,...

Irmão de Riva está na disputa em Juara

priminho riva 400 curtinha   O irmão do ex-deputado José Riva, Priminho Riva (foto), filiado ao PL, será mesmo candidato a prefeito em Juara, posto já ocupado por ele por duas vezes (1997/2004). Priminho pertence a uma famíliade políticos. Além de Riva, que foi prefeito e deputado, é...

PSB deve ficar fora da aliança de EP

max russi curtinha 400   O PSB, presidido pelo deputado Max Russi (foto), pulou mesmo do barco de Emanuel Pinheiro. Deve formalizar apoio à candidatura de Roberto França ao Alencastro. O PSB não consta na lista oficial de siglas que estão com o prefeito, que busca à reeleição. Os 11 que estão...

Taisir coordena campanha de Eliene

taisir karim 400 curtinha   O ex-reitor da Unemat e uma das lideranças do PSD na região Oeste, Taisir Karim (foto), que chegou a se lançar de última hora como pré-candidato a prefeito de Cáceres, mas logo em seguida recuou, será o coordenador-geral da campanha de Eliene Liberato (PSB), atual...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.